No Brasil, com regularidade são feitas campanhas de doação de sangue. Este infelizmente ainda não é um hábito da maior parte da população. A consequência do desinteresse aparece a cada vez em que um banco de sangue acusa estar com seus estoques vazios, ainda que uma só doação possa beneficiar várias vidas. No artigo de hoje, tudo sobre doar sangue, um ato de solidariedade e de cidadania.

Motivos para Doar Sangue

Doar sangue traz benefícios para todo mundo. É uma atitude que garante esperança e saúde a indivíduos que mais precisam, e também para o doador voluntário, que em nada tem sua saúde afetada e ainda demonstra compaixão para com o próximo. Alguns bons motivos para se tornar doador de sangue hoje mesmo:

  • Em cada doação, são retirados apenas 450ml de sangue (uma pessoa adulta tem em média 5 litros de sangue)
  • Uma única doação pode ser destinada a até quatro pessoas
  • Não há riscos de contrair outras doenças durante a doação
  • O sangue doado é rapidamente reposto pelo organismo
  • O doador ganha um dia de folga no trabalho (a cada 12 meses trabalhados e desde que haja comprovação formal)
  • A ciência ainda não encontrou um substituto para o sangue

Embora sejam muitos os porquês, nem todos os indivíduos estão aptos a doar. Existem alguns requisitos básicos estabelecidos em normas de órgãos como o Ministério da Saúde e a Associação Americana de Bancos de Sangue.

bolsa de sangue

Com Quantos Anos Pode Doar Sangue?

Pessoas com idades entre 16 e 69 anos podem doar sangue, desde que pesem mais de 50kg. Para quem tem entre 60 e 69 anos, só é permitida a doação se já ela tiver ocorrido alguma vez antes dos 60 anos.

Em qualquer um dos casos, é obrigatória a apresentação de documento oficial com foto. Menores de 18 anos podem doar se estiverem acompanhados dos pais ou responsáveis. Caso contrário, é exigida uma autorização formal.

Requisitos para Doar Sangue

O procedimento para doação de sangue é rápido e seguro. Todo o material utilizado é descartável, não havendo riscos de contaminação. Quanto ao doador, é importante que esteja atento a uma série de requisitos, além da faixa etária e peso exigidos:

  • Ter boas condições de saúde, não apresentando gripe, febre e quadros infecciosos ou inflamatórios atuais
  • Estar alimentado, sem ter consumido comida gordurosa pelo menos nas três horas anteriores à doação
  • Aguardar pelo menos duas horas, caso o procedimento seja feito após o almoço
  • Ter dormido ao menos 6 horas na noite anterior

Entre uma doação e outra, mulheres devem dar um intervalo de três meses, no mínimo, podendo doar sangue três vezes ao ano. Já para homens, o período de intervalo é de dois meses, e a frequência de doação é de quatro vezes anuais.

Impedimentos Temporários para Doar Sangue

As proibições temporárias para a doação de sangue, como o próprio nome sugere, dizem respeito a quadros passageiros apresentados pelo doador. São eles:

  • Transfusão de sangue (é necessário esperar 12 meses)
  • Gripes, resfriados, diarreias e febres (é preciso aguardar por 7 dias após o desaparecimento dos sintomas)
  • Ingestão de bebida alcoólica nas 12 horas anteriores
  • Ter realizado extração dentária há menos de 72 horas
  • Ter feito tatuagem ou colocado piercing nos últimos 12 meses (o Ministério da Saúde indica que piercings na boca ou região genital inviabilizam a doação)
  • Ter apresentado quadros de hérnia, varizes, apendicite e amigdalectomia há menos de três meses
  • Estar no período gestacional ou amamentando (apenas podem doar lactantes que tenham dado à luz há mais de 12 meses)
  • Ter se submetido a exames com endoscópio nos últimos 6 meses
  • Ter feito alguma vacina (neste caso, o doador deve informar, a possível proibição temporária dependerá de que vacina se trata)
  • Exposição a situação de risco com relação a doenças sexualmente transmissíveis (é preciso aguardar 12 meses para doar sangue)
  • Ter passado por quadros de politraumatismos sem sequelas graves, colecistectomia, tireoidectomia, nefrectomia, histerectomia, redução de fraturas e colectomia (é preciso aguardar por 6 meses)

Sejam quais forem os impeditivos, é imprescindível informar a respeito deles antes da doação. Qualquer engano ou ocultação pode acarretar problemas para quem recebe o sangue. O que era um gesto solidário pode se tornar um problema irreversível.

Impedimentos Definitivos para Doar Sangue

Existem alguns impedimentos definitivos para a doação de sangue, isto é, indivíduos que não poderão se tornar doadores. Este é o caso de:

  • Usuários de drogas injetáveis
  • Portadores de Hepatites B e C, AIDS, doenças relacionadas aos vírus HTLV I e II e Doença de Chagas
  • Quem passou por um quadro de hepatite depois dos 11 anos

Além destes requisitos, há outra proibição importante. Indivíduos que já tiveram Malária em algum momento de suas vidas também estão impedidos em definitivo.

Grávida Pode Doar Sangue?

Infelizmente, há uma ironia nesta questão. Embora grávidas produzam um volume de 30% a 50% a mais de sangue, não é aconselhado que elas doem sangue.

O motivo é nobre: a gestação é um momento em que o organismo está completamente envolvido com o desenvolvimento do bebê. Comprometer o estoque de ferro pode acarretar um quadro de anemia, bastante prejudicial à mãe e ao feto.

Outro ponto importante diz respeito à amamentação. Lactantes também não podem doar sangue, exceto nos casos em que o parto tiver ocorrido há mais de um ano.

Doar Sangue durante a Menstruação

Não há quaisquer contraindicações. A mulher pode doar sangue menstruada normalmente, sem comprometimento de sua saúde. O sangue eliminado durante o período menstrual já é previsto pelo corpo feminino, isto é, o organismo entende e adapta-se muito bem.

A exceção ocorre nos casos em que a paciente apresenta algum tipo de doença relacionada. Um grande volume de menstruação, muito acima do habitual, pode ser impeditivo. Nestes casos, é necessária uma consulta com seu ginecologista.

Como Doar Sangue?

Após verificar se todas as condições estão preenchidas, para doar sangue, basta procurar unidades de coleta, como os hemocentros. Todas as tipagens sanguíneas são aceitas. O procedimento é seguro e leva em média 40 minutos, entre cadastro, triagem e coleta.

O volume de sangue doado é reposto ao organismo em até 24h. No entanto, imediatamente após a doação, alguns cuidados são importantes:

  • Beber bastante água
  • Não fumar por pelo menos duas horas
  • Não beber e evitar esforços físicos pelas 12 horas seguintes
  • Manter o curativo no local por pelo menos quatro horas
  • Evitar conduzir veículos de grande porte, trabalhos em andaimes e a prática de esportes como mergulho e paraquedismo

Milhares de transfusões, procedimentos oncológicos, transplantes e cirurgias são realizadas por dia. Para todas estas intervenções de grande porte, o sangue é mais do que necessário – é insubstituível. Adotar a cultura espontânea de doação é uma atitude verdadeiramente brilhante.