Mulheres sentem dores que são só delas, das cólicas menstruais até as dores na gravidez. E as gestantes, principalmente de primeira viagem, podem ficar assustadas com algumas das dores nessa fase. Mas nem toda dor na gravidez é sinal de que algo vai mal, algumas são bem normais, e até esperadas!

Dores na gravidez são inevitáveis! Mas quais dores são normais e quais dores não são normais na gravidez? No início da gestação, as dores podem ser um pouco assustadoras mas saiba que cólicas, dores nas costas e mesmo uma dor no pé da barriga na gravidez são muito comuns. Até a 10ª semana da gravidez, essas dores podem ser hormonais e de expansão do útero.

Transformações Uterinas

Devemos lembrar que o útero é um órgão super elástico, na verdade é um músculo e inicialmente (normalmente) é do tamanho de um punho fechado. Conforme a gravidez vai evoluindo, ele começa a inchar e aí surge o motivo das cólicas. No laudo do primeiro ultrassom, é bem possível que venha escrito assim no resultado: útero aumentado com aspecto gravídico.

No começo, a progesterona e o HCG fazem a manutenção da gravidez e o útero inchado é consequência disso. Essa alteração hormonal causa cólicas, desconfortos e muitos incômodos. Passada essa etapa, começa a fase do desconforto por conta dos músculos se afrouxando e dos órgãos em deslocamento dentro do corpo. Você sabia que os órgãos se realocam no corpo causando dores na gravidez?

O intestino, o estômago, o fígado e até mesmo o coração vão se ajeitando de forma diferente da original para dar espaço ao útero e ao bebê. Por isso, dores na barriga durante a gravidez são comuns e dependendo da sua sensibilidade a elas, podem se tornar motivo de queixas para o médico. Dores na gravidez são passageiras, vem e vão conforme o bebê vai crescendo e a gestação avança.





E as Dores Mais Fortes?

Dor no pé da barriga, dores na barriga e até no estômago durante a gravidez ou mais precisamente no segundo trimestre são muito comuns. Nesta fase, os músculos de baixo da barriga têm que dar conta de relaxar para acomodar o novo peso e a nova condição da mulher. E se você é do tipo magrinha, pode sentir mais forte essas dores devido ao relaxamento intenso da musculatura. Normalmente, incomodam embaixo, próximo à virilha e dos lados. Para ajudar, pode ser legal uma cinta de sustentação do peso da barriga. Vale destacar, que dentre as dores comuns da gravidez também se enquadra a dor na região pélvica.

Pontadas na Vagina

Eu mesma tinha a sensação de pontadas lá embaixo na vagina! Sim, na vagina! Dava medo, mas eu sabia que era pelo peso da gravidez. Muitas vezes, essas pontadas podem ser sinal de que o bebê está encaixando ou mesmo devido à pressão que o bebê faz com seus movimentos. Algumas vezes também, especialmente quando se está acima de 37 semanas, essas pontadas podem ser sinais de que o colo do útero está dilatando, por isso, caso sejam frequentes, é muito recomendável ir à maternidade.

Dores Ciáticas

Agora, existem dores que não são específicas da gravidez, como a dor ciática. Ela não é necessariamente decorrente da gravidez, pois a mulher pode já ter algum problema com o nervo ciático mesmo antes da gestação. Porém, devido ao peso da barriga é possível que ela piore bastante, sendo até bem comum entre gestantes. O nervo ciático é o maior do corpo humano, sabia? Ele vai da bacia passando pelas pernas até o dedão do pé!

Síndrome do Túnel de Carpo

Outra dor que também é super comum é a dor da síndrome do túnel de carpo, que acomete o nervo do antebraço e dói muito! Tem mulheres que até mesmo perdem a força na mão por conta dessa síndrome que é, infelizmente, frequente entre grávidas. Como tratamento, o médico ginecologista pode recomendar desde fisioterapia até medicamentos específicos para gestantes. Lembre-se de que grávidas não podem ingerir qualquer medicamento, principalmente os anti-inflamatórios.

Lembrem-se também que dor na barriga na gravidez, no baixo ventre, é comum porém, vontade excessiva de fazer xixi, dor na região e escape de urina pode ser algo preocupante, como infecção urinária. Agora, seja qual for a dor que você está sentindo, o melhor é falar com seu obstetra. Ele saberá como conduzir e caso precise de medicação para dor, ele receitará.

Dúvidas das Leitoras:

Dor de Dente na Gravidez, o Que Fazer?

Sentir dor de dente na gravidez é um tanto quanto delicado, já que a maioria dos medicamentos são restritos para gestantes. Para o controle da dor podem ser recomendados remédios como o paracetamol ou alternativas caseiras que proporcionam alívio como é o caso do bochecho com chá de macela e própolis, que tem ação anti-inflamatória e analgésica. Em casos mais extremos de dor, um dentista junto do obstetra deve ser consultado para avaliar o tratamento ideal.

Dor de Garganta na Gravidez, o Que Tomar?

Assim como qualquer outra inflamação ou infecção na gravidez, são necessários cuidados redobrados no uso de medicamentos neste período. A dor de garganta na gravidez pode ser controlada de forma natural e simples. Gargarejos com água morna e sal ou o consumo de sucos ricos em vitamina C, como é o caso da laranja e da acerola, por exemplo, auxiliam no combate à infecção e ainda ajudam a fortalecer as defesas naturais do organismo. Somente em casos de extrema necessidade o médico indicará o uso de antibióticos. Lembrando que qualquer medicamento só deve ser utilizado sob prescrição médica.

Como Aliviar as Dores nas Costelas na Gravidez?

As dores nas costelas são bem comuns ao chegar no terceiro trimestre da gestação, já que devido à expansão uterina, ao tamanho do bebê e até mesmo ao peso dos seios, que dobram de tamanho, esse desconforto acaba ocorrendo. A melhor forma de aliviar as dores nas costelas é praticando exercícios leves de controle da respiração, usando sutiãs que dão maior sustentação aos seios e encontrando posições adequadas para dormir. O uso de paracetamol pode ser também indicado pelo médico para aliviar o incômodo.

Como Aliviar as Dores na Bacia na Gravidez?

Ao chegar ao terceiro trimestre, todo o corpo da gestante começa a preparação para o parto e com isso as dores na bacia acontecem. A prática de exercícios como caminhadas ou pilates fortalecem a pelve e são ótimos para aliviar esses desconfortos. O uso de calcinha adequada para gestantes com modelos mais altos e com costura de reforço pode auxiliar também no controle da pressão na bacia, assim como as cintas de sustentação da barriga apropriadas para gestantes.

Como aliviar a dor lombar na gravidez?

A dor lombar e a dor nas costas são muito comuns na gravidez, acontecendo com até 60% das gestantes! Essas dores são resultado de todas as transformações que ocorrem no corpo da gestante e podem ser aliviadas com algumas mudanças de hábito. Evite, por exemplo, posições que possam esticar muito a musculatura da pelve e das costas, como pernas cruzadas ou se apoiar numa perna só. Exercícios leves de alongamento, como a yoga para gestantes, também podem ajudar a aliviar as dores lombares na gravidez. E você deve ter reparado que por conta das dores na lombar, as mulheres tendem a andar “diferente” durante a gestação. O centro de equilíbrio muda e aí andar como uma “patinha” se torna normal e até um charme a mais da grávida.

Dica Importante: A FamiGesta é a única vitamina que contém a quantidade adequada de Metilfolato em sua composição. Você pode conhecer mais da FamiGesta aqui.

Veja também: Diabetes Gestacional – Como Diagnosticar e Tratar

Foto: José Manuel Ríos Valiente