Se existe uma palavra que se encaixa em qualquer gravidez, essa palavra é ansiedade. Esse termo não é necessariamente ruim nem tem a ver necessariamente com algum tipo de doença. Estamos falando daquela vontade de conhecer o seu bebê, de tocá-lo, de poder cuidar dele, de exercer o seu papel como mãe. E no meio desse turbilhão de pensamentos e dessa ansiedade toda, problemas podem aparecer em qualquer momento da gravidez. No final da gravidez é quando, geralmente, a ansiedade aumenta e, um problema surgir nesse ponto pode ser desesperador para muitos. É hora do bebê se preparar para nascer, mas e quando o bebê não encaixa? Vamos falar hoje sobre como lidar com esse tipo de situação.

Como Saber se o Bebê Encaixou?

Quando falamos sobre gravidez, não existem regras fixas, ou seja, tudo pode variar de acordo com as condições e de como aquela gestação está ocorrendo. É possível, porém, identificar certos padrões para termos uma noção de como as coisas irão ocorrer. Um bebê normalmente encaixa na 36ª semana de gravidez, ainda que esse encaixe possa ocorrer depois ou só no momento do trabalho de parto.

Uma mulher normalmente sente que o bebê encaixou quando sua respiração começa a melhorar, assim como a azia que também tende a diminuir. Quando o bebê já está encaixado, ou seja, na posição para o parto, a mulher costuma ter mais dificuldades para andar, além de a bexiga ficar ainda mais apertada, fazendo com que a frequência com que ela urine aumente mais.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

O Papel da Mãe no Encaixe

É claro que o corpo da mulher se prepara naturalmente para a chegada do bebê, mas quando mais a mulher trabalhar a sua musculatura, mais fácil o trabalho de parto será. O mesmo vale para o encaixe, já que é a musculatura da mulher que realiza esse complicado trabalho de “virar” o bebê de cabeça para baixo.

Agora, lembre-se de que fortalecer a musculatura não significa que a mulher deve fazer exercícios comuns e por conta própria. Existem exercícios específicos para grávidas como a hidroginástica e as caminhadas que fazem não com que a musculatura fique mais preparada para o encaixe, como também ajudam na circulação de sangue e evitam uma série de outros problemas. Isso vale muito mais para as mães de primeira viagem, já que a partir do segundo filho, a musculatura já está mais acostumada e o encaixe acontece com mais naturalidade.

O Que Fazer Quando o Bebê Não Encaixa?

Não existe nada que se possa fazer efetivamente quando o bebê não encaixa. É claro que existem formas de induzir o parto, mas, no geral, não existe o que se possa fazer até por que não é necessário fazer nada. Apesar de a mãe ter um papel fundamental e ativo na relação do seu corpo com o bebê, existem casos em que ele agira sozinho e esse é um deles. É claro que uma grávida que cuidou melhor de sua saúde terá mais chances de que essa atividade automática do corpo seja realizada com mais facilidade, mas mesmo assim não é algo que se possa controlar.

O Bebê Pode Encaixar Só no Trabalho de Parto?

Sim. Existem casos em que o bebê encaixa apenas no trabalho de parto, o que pode ser muito preocupante para as mães, mas que não é algo tão incomum. O fato de o bebê demorar para encaixar pode deixar muitas desesperadas, pois muitas mulheres temem a cirurgia cesariana, seja pela recuperação mais complicada ou pela vontade de ter um parto normal. Mas toda essa preocupação não é necessária, pois muitas vezes seu corpo resolve o “problema” sozinho.

Esse encaixe mais tardio acontece muito mais frequentemente com as mães que já tiveram filhos anteriormente, mas também podem acontecer com as de primeira viagem. Mesmo que isso preocupe, o papel da musculatura aqui conta muito, já que ela normalmente dá conta de fazer com que o bebê fique na apresentação cefálica e pronto para nascer. Quando isso não acontece, também não é necessário se preocupar, mas é bastante provável que um médico indique a cesariana.

Indicações da Cesariana

Antes de mais nada é necessário deixar claro de que o bebê não estar na posição cefálica, ou seja, que não estar encaixado de cabeça para baixo, significa que uma cirurgia cesariana é necessária. Hoje em dia são comuns os casos de parto em que há apresentação pélvica ou transversal, ou seja, em que o bebê está com os pés para baixo ou “atravessado” na barriga da mãe.
Por outro lado, por mais que partos normais com esses tipos de apresentação sejam possíveis, são mais complicados e exigem uma delicadeza muito maior. A cesariana é indicada muitas
vezes, então, para eliminar riscos e garantir que o parto seja um sucesso. A decisão final acaba sendo do médico, mas você pode conversar com ele e expressar sua vontade. Muitas vezes ela pode ser levada em conta e, se o seu corpo estiver em condições, você poderá ter um parto normal.

Situações como quando o bebê não encaixa normalmente geram muitas dúvidas e até desespero, mas como foi possível perceber, os profissionais que lidam com esse tipo de questão normalmente já estão mais do que acostumados a lidar com isso. O que significa que grande parte do seu trabalho nesse momento é manter a calma e entender os possíveis caminhos a serem seguidos. O seu filho ainda precisará muito de você ao longo da vida e, por isso, é bom guardar um pouco de energia para um futuro próximo. Não tenha dúvidas de que você com certeza irá precisar.

Veja Também: Apresentação Córmica – O que é e Como Reverter
Foto: StockSnap