Estava passeando pela net e vi na Revista Caras, que a apresentadora do Bem estar da Globo, Mariana Ferrão passou um susto com seu filho recém nascido Miguel de apenas 1 semana. Ela dava de mamar quando o bebê engasgou! Por sorte ela sabia técnicas e manobras aprendidas no programa e ela ainda disse no Instagram que isso salvou seu bebê. Mas e nós mamães em casa no dia a dia, como fazer nessa horas de susto?

Bom quando a minha filha mais velha estava com 2 anos, ela comia um pedaço de pão e brincando com a priminha se abraçaram. Acho que perderam o equilíbrio e elas cairão do primeiro degrau de uma escadinha de 3 degraus. Como estava abraçada com a priminha, ela caiu de costas e aspirou o pão. Estávamos minha sogra e eu, as duas perdidas e imaginem o susto! Joana estava roxa, mole e não respirava. Revirava os olhos e eu desesperada! Confesso que faltou presença de espírito da minha parte, assumo que fiquei sem reação afinal de contas a gente nunca se imagina passando por isso. Por sorte e por instinto joguei a Joana nos ombros e isso fez pressão no diafragma fazendo com que ela desengasgasse, se não fosse isso nem sei o que poderia ter acontecido, foi Deus mesmo.

Depois disso resolvi aprender manobras para desengasgue. Li artigos, manuais de primeiros socorros e quando aconteceu novamente dessa vez com o Dudu recém-nascido eu já sabia o que fazer e estava mais calma, afinal já era o segundo filho e não era o primeiro susto. Lembro que o vi tossir e corri para ver o que era e vi que não conseguia puxar o ar para respirar então fiz o que havia aprendido. O procedimento chama-se manobra de Heimlich e nada mais é do que a gente sempre vê nos filmes, uma forma de apertar o diafragma até o objeto que está obstruindo a respiração sair e a pessoa voltar a respirar normalmente. O problema que essa manobra em crianças tem que ser mais delicada pelo corpo do bebê ser frágil.

Como fazer?

Coloque a criança com a cabeça mais baixa e segure o bebê com uma mão (posição meio virada para baixo) apoiada no colo e inclinada para baixo, dê 5 tapinhas no meio das costas do bebê na direção do pulmão (meio das omoplatas). Caso não dê resultado, repita mas dessa vez comprimindo a parte da frente do bebê, no meio do peito, onde termina o osso da caixa toráxica. Lembre-se de que deve ser firme porém de leve, o bebê é frágil. Use os 2 dedos, indicador e médio. Faça isso até a criança voltar a respirar, enquanto isso peça para alguém ligar para 190, a policia está preparada para auxiliar nesses casos.

A manobra pode ser feita também em crianças, mas no caso especifico é feito de outra maneira, é bem parecido com a manobra em adultos. Segura-se a criança por trás e envolva os braços em volta do abdômen da criança, e com a mão fechada faça movimentos movimentos “puxando” dando trancos no diafragma. Mamãe, nunca, nunca coloque o dedo dentro da garganta da criança, pode ser pior! Ao invés de puxar, pode empurrar o objeto piorando a situação, apenas tente se conseguir ver o objeto dentro da boca da criança e mesmo assim deixando-a sem movimentos. E no caso de leite, o indicado é sugar as narinas do bebê com a boca.Gente, sei que é dificílimo, mas manter a calma é muito melhor para a criança, uma mamãe consciente aprende esses movimentos e ter a segurança para colocar em prática foi o que ajudou a Mariana Ferrão a salvar o pequeno Miguel! Depois que tudo passa as pernas ficam moles e ai o choro vem, mas segurança na hora do susto é essencial!

Bjus e até a próxima!

Veja também: Aleitamento Materno- Dificuldades e Soluções

Foto: Nathan LeClair