Que a prática de esportes é algo muito saudável e faz um bem danado para o corpo e cabeça, ninguém tem dúvida. Mas decidir qual o melhor para seu filho e qual se enquadra melhor no seu estilo de vida e gosto, é uma tarefa complicada. Existe uma grande diversidade de esportes para crianças e para escolher o ideal vai além do gosto da criança e da necessidade. Existem os mais tranquilos que podem ser realizado por quase todas as crianças e os que requerem mais esforço físico e necessitam passar por uma avaliação anteriormente.

A procura por esportes para crianças tem aumentado felizmente, graças aos pais conscientes que reconhecem a verdadeira importância das atividades físicas na vida dos filhos. Obviamente os pais querem ver seus filhos campeões do esporte que escolheram praticar, mas também visam pela saúde e bem estar dos pequenos. Mas como tudo na vida de uma criança, tudo tem que ser realizado de forma equilibrada, sem excessos para que não prejudique as outras áreas da vida da criança.

O esporte trás ação benéfica não só para a saúde, mas também para o desenvolvimento físico, motor e mental da criança. Deixando claro, que o esporte praticado deve partir do desejo da própria criança em realizar e não ser algo forçado e imposto pelo desejo e escolhas dos pais, em muitos dos casos sendo alvo de trocas e ameaças para a realização. Dessa forma, o objetivo saudável acaba sendo contrariado, que deixará de ser algo bom e prazeroso por ser algo forçado na vida da criança. O esporte para crianças deve ser escolhido conforme a faixa etária da criança e quais os benefícios que trará para o desenvolvimento momentâneo. O esporte funciona como motivador de movimentos e aperfeiçoamentos físicos, onde a criança corre, pula, sobe, desce, engatinha e faz diversos movimentos que porque não divertidos?? Quando a criança gosta do esporte que prática, ela encara como uma brincadeira divertida e prazerosa.

Opções de Esportes para Crianças

Um dos esportes para crianças mais escolhidos e desejados pelos pequenos, é a natação. Pelo contato com a água, as crianças se desenvolvem, aprendem e se aperfeiçoam de forma gostosa em cada nova aula e sempre com muito interesse. Durante as aulas é aperfeiçoada a coordenação motora, a disciplina, a resistência do corpo e o melhor de tudo, de uma forma divertida. Lembrando que como todo esporte, existem limites de pratica e não devem ultrapassar de mais de 3 horas de exercícios físicos diários. A natação é um esporte recomendado inclusive para crianças que sofrem com problemas respiratórios como bronquite e asma e pode ser iniciado logo nos primeiros meses de vida.

Outros esportes para crianças bem procurados, inclusive pela vontade dos pequenos, principalmente pelos meninos é a pratica de lutas marciais. Algumas escolas oferecem esse tipo de aulas em  sua grade de aulas o que aumentam ainda mais o desejo pelo esporte. A prática de judô, Tae-Kwon-Do, Aikido, capoeira, Muay Thai e Tai Chi Chuan são algumas das opções que existem em academias e escolas, que proporcionam a melhora da disciplina, o autocontrole, a formação de caráter e a disciplina da mente, além de obviamente estar cuidado do corpo e mente ativamente. Para os papais que visam às lutas marciais como um esporte agressivo, procure uma academia especializada e assista uma aula, você irá se surpreender e enxergar o esporte com outros olhos, com toda certeza.

Existem também os esportes mais convencionais que as crianças praticam mesmo na rua, nos condomínios e na escola com os próprios amigos, inclusive faz parte de aulas de educação física nas escolas. Futebol, Handebol e o vôlei são esportes divertidos que devem ser realizados em grupos, o que aumenta a autoestima, o contato com o próximo e atua de forma positiva no esforço físico trabalhando todo o corpo e mente.  Claro, que existem crianças que não se adaptam e nem gostam de esportes como estes, que envolvem esforço físico intenso e compartilhamento com demais crianças. Por isso deve ser analisado o estilo de cada criança e qual esporte se enquadraria melhor.

Para crianças mais inquietas e nervosas que tem problema com a concentração ou as perfeccionistas que não lidam tão bem com as percas ou tem problema com o autocontrole, opte por esportes individuais, como a natação, artes marciais, tênis e quem sabe ginástica desportiva. Para as crianças ágeis qualquer esporte que se propor a fazer, terá sucesso. Principalmente os que têm que correr e o esforço físico são necessários para o êxito do esporte. Mas antes de matricular seu filho ou já iniciar as atividades físicas, converse com o pediatra de sua confiança e veja se o esporte escolhido se encaixa com o estilo de vida e saúde do seu filho. Alguns problemas de saúde acabam restringindo a prática de algumas atividades físicas, portanto é bom ter certeza que não terá problemas posteriormente.

Veja também: IMC Infantil – Alerta Para as Mamães

Fotos: Brian Auer, Stefan Schmitz