Acompanhar as fases de crescimento dos filhos é um dos maiores prazeres de ser uma mãe ou um pai. Você consegue perceber como a criança está se desenvolvendo em cada aspecto, suas funções cognitivas evoluindo, seu comportamento e, é claro, o seu aspecto físico. E uma das fazes mais curiosas disso é quando ocorre o estirão em crianças, aquela fase onde o crescimento se dá repentinamente.

Mas por que isso ocorre? É igual para todas as crianças? Acontece com meninos e meninas? Meu filho pode estar com problemas de crescimento? Todas essas são dúvidas muito frequentes sobre o estirão e vamos buscar esclarece-las da melhor forma possível no texto de hoje.

Fases do Estirão em Crianças

Antes de mais nada, é importante sabermos como ocorrem as fases de crescimento das crianças. Dessa forma, fica muito mais fácil entender como e porque o estirão em crianças ocorre e quais são suas diferenças de uma pessoa para a outra. As três fases de transformação mais conhecidas são:

  • Fase Lactante
  • Fase Pré-puberal
  • Fase Puberal

Vamos falar mais profundamente sobre cada uma dessas fases e quais são suas principais características.

Fase Lactante

A fase lactante corresponde até mais ou menos os 3 anos, com o nome indicando exatamente a fase onde as crianças ainda estão mamando. O primeiro ano de vida é o que mais há crescimento, com cerca de 25 cm, dependo da carga genética do bebê, é claro. Esse crescimento tende a diminuir, caindo para 15 cm no segundo ano de vida e variando entre 4 e 6cm nos anos seguintes.

Fase Pré-puberal

Essa fase do crescimento corresponde a partir dos 3 anos de vida de uma criança até ela entrar na puberdade. A média de crescimento normalmente segue a mesma, variando de 4 a 6cm por ano. Nessa fase também é possível perceber alguns efeitos de hormônios que começam a aparecer.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!

Fase Puberal

A puberdade é a fase onde o crescimento da criança volta a acelerar, podendo chegar até 14cm por ano. Ao final dessa fase, esse crescimento tende a desacelerar assim como na fase lactante, até que a pessoa chegue em sua altura máxima. Todo esse crescimento e desenvolvimento também vai depender da genética da criança.

Como Ocorre o Estirão em Meninos?

Existem algumas pequenas diferenças quando se fala em estirão em crianças no que diz respeito a meninos e meninas. Primeiramente, a fase do estirão final, na puberdade, normalmente ocorre entre os 12 e 17 anos, o que faz com que outras partes de seu amadurecimento também apareçam mais ou menos nessa idade.

Meninos tendem a crescer, em média, 13cm a mais do que meninas, mas existem diversos fatores que podem fazer com que cada indivíduo tenha seu próprio desenvolvimento e isso não quer dizer que seja melhor ou pior do que o outro.

Como ocorre o Estirão em Meninas?

Já com as meninas, esse processo tende a acontecer um pouco mais cedo do que os meninos. O estirão da fase da puberdade normalmente ocorre entre os 10 e 15 anos, assim como o desenvolvimento em outras partes do corpo, como hormonais, por exemplo, também tendem a amadurecer antes do que os meninos.

O estirão propriamente dito acontece entre 2 e 3 anos e depois o crescimento tende a diminuir até que a menina chegue em sua altura máxima.

Dor de Crescimento é Normal?

A chamada dor de crescimento atinge quase metade das crianças, ou seja, é bastante comum. Mas o que muitos não sabem é que o crescimento ósseo por si só não causa nenhuma dor. O que pode causar dor em uma criança então é o excesso de atividades físicas ou um tipo de atividade feita quando seu corpo ainda não está preparado para isso.

Até por isso muitos médicos não gostam de usar o termo dor de crescimento. Se uma criança reclama constantemente de dores nas pernas, nas juntas ou nos braços na hora de dormir, é importante levar a um pediatra para verificar se não há nenhum outro problema de saúde com a criança.

Fatores que Influenciam no Tamanho das Crianças

Como já dissemos anteriormente, existem diversos fatores que podem fazer com que uma criança cresça mais ou menos do que as outras. Alguns deles são:

  • O fator genético
  • As condições ambientais do lugar onde a criança mora
  • A alimentação da criança
  • Atividades físicas praticadas
  • Doenças
  • O sono da criança

A altura final da criança vai ser um conjunto de todos esses fatores, ou seja, não dá para saber se uma criança vai ser muito alta ou muito baixa simplesmente por sua genética, ainda que esse fator seja um dos que mais influência. E como você pôde perceber, existem condições de saúde que também podem afetar esse crescimento. Mas quais são essas doenças?

Doenças que Podem Afetar o Crescimento

Algumas das principais doenças que podem afetar o estirão em crianças são:

  • Distúrbio do Crescimento
  • Anemia
  • Problemas no Coração

Vamos falar sobre cada uma delas para você entender melhor como elas podem afetar o desenvolvimento de uma criança.

Distúrbio do Crescimento

O distúrbio do crescimento, como o próprio nome diz, é uma doença que afeta diretamente na altura de uma criança. Ela ocorre por conta de um problema em um hormônio chamado GH, que é um dos principais responsáveis pelo crescimento. Seu tratamento é feito com reposição desse hormônio

Anemia

A anemia é causada normalmente por falta de ferro no organismo de uma criança, o que prejudica diretamente seu crescimento, já que o organismo precisa desse nutriente para o seu desenvolvimento. O tratamento precisa ser uma combinação de alimentação com ingestão de medicamentos para que o problema seja resolvido e não afete tanto o crescimento da criança.

Problemas no Coração

Problemas como inchaço no coração, por exemplo, podem fazer com que o desenvolvimento de uma criança fique prejudicado. Esse é o mais importante músculo do corpo e, por esse motivo, existem diversas doenças que podem provocar esse efeito colateral, além de diversas formas de trata-las.

Como Estimular o Crescimento de uma Criança?

Se uma mãe ou um pai deseja estimular o crescimento de seus filhos, é necessário pensar em todos os fatores que influenciam no estirão em crianças, como sua alimentação, seu sono e os esportes que praticam.

A melhor forma de garantir que seu filho tenha um crescimento saudável é fazer com que ele tenha uma vida saudável, com boa alimentação e bons hábitos. Isso não só ajuda no crescimento, como também ajuda a prevenir as doenças que podem prejudicar o desenvolvimento da criança.

Como você pôde perceber, existem diversos fatores que influenciam não só no tamanho de uma criança, mas também em como ela vai crescer e em que fase da vida isso ocorre. Não é incomum que pais fiquem preocupados com a velocidade com que seus filhos crescem, mas é sempre importante lembrar que cada pessoa possui sua própria velocidade de desenvolvimento tanto físico quanto intelectual e cognitivo.

Por isso, na maioria das vezes isso não precisa ser motivo de preocupação. É claro que existem certos problemas, como citamos aqui, mas em casos específicos deve-se procurar ajuda de um médico para indicar o melhor tratamento.

A infância é uma fase com muitas mudanças e o estirão em crianças é só mais uma delas. Seu filho ainda vai passar por muitas outras fases em que você terá dúvidas. Disso você pode ter certeza.

Veja Também: Desnutrição Infantil – Causas, Sintomas e Tratamento
Foto: pxhere