A curva glicêmica é um exame de sangue acompanhado de um teste oral que mede a tolerância a glicose, normalmente utilizado para investigação de uma possível diabetes. O exame observa a capacidade do organismo de processar e avalia a quantidade de glicose no sangue após a ingestão de uma carga maior da substância.

tubos de sangueO exame deve sempre ser realizado em jejum de 8 a 14 horas e no período da manha. Nenhum exercício físico deve ser realizado antes da realização do exame, já que pode vir apresentar alterações no sangue. Alguns medicamentos não devem ser ingeridos no dia que antecede o exame e nem no dia da realização, como é o caso do laxante. Suas substâncias podem causar alterações não identificáveis no exame de curva glicêmica.

O procedimento do exame de curva glicêmica ocorre inicialmente com a coleta de sangue em jejum, logo após uma enfermeira trará um copo com um líquido açucarado parecido com um xarope de glicose que deve ser bebido imediatamente. Após um período uma nova coleta de sangue será realizada, os intervalos serão solicitados e indicados pelo próprio medico. Toda a realização do exame deve ser feito com o paciente deitado ou sentado de forma confortável já que esta de jejum num período elevado e pode vir sofrer tonturas e ficar nauseado devido à bebida ingerida.

Os valores de referência para um exame considerado normal de curva glicêmica são:

  • Em jejum: a glicose encontrada no sangue deve estar abaixo de 100 mg/Dl.
  • Coleta após 2 horas da ingestão da glicose: até 140 mg/dL

Para resultados alterados e superiores a 125 a 200 mg/dL já é considerado um quadro de diabetes e normalmente um novo exame é solicitado para confirmação e nova coleta.

Exame de Curva Glicêmica em Gestantes

Um dos exames de extrema importância durante o pré-natal é o exame de curva glicêmica em gestantes. O exame é solicitado para diagnosticar uma possível diabete tipo 2 ou diabete gestacional que existente durante o período gestacional pode apresentar grandes riscos para mãe e bebê. Assim como realizado em um paciente comum, a gestante deverá se apresentar em jejum de 8 horas. Será coletada uma quantidade de sangue e posteriormente uma dose de glicose deverá ser ingerida para realização de uma nova coleta de sangue. Em alguns casos o exame pode vir durar ate 4 horas e ser necessário 2 a 3 coletas de sangue para analise, devendo seguir a solicitação medica.

Curva Glicemica 1O exame deve ser realizado com a gestante deitada de forma confortável para evitar quedas e maus estares. Não deve ser ingerido nenhum alimento durante o período do exame, nem de água. Normalmente o exame é solicitado próximo das 24 a 28 semanas de gravidez (6 meses), podendo ser solicitado novamente caso o medico ache necessário ate o final gestacional.

O controle da glicose e uma possível diabetes gestacional são fundamentais para uma gravidez saudável, já que a elevação de glicose nesse período pode trazer sérios riscos à saúde do bebê. Aumentam o risco de parto prematuro, de romper a bolsa prematuramente e acabam crescendo mais do que o esperado. Os riscos de complicações durante o parto também aumentam assim como as chances do bebê vir apresentar problemas com hipoglicemia.

Os valores de referência para o exame de curva glicêmica gestacional são:

  • Considerado normal – inferior a 140 mg/dL
  • Tolerância diminuída a glicose – entre 140 e 199 mg/dL
  • Considerado diabetes – superior a 200 mg/dL

Quando os valores acabam apresentando alterações superiores ao esperado, é comum que o exame seja repetido após alguns dias para nova analise e confirmação exata. Um acompanhamento adequado será necessário e exames complementares podem ser necessários.

Veja também: Glicemia na Gravidez – Como Cuidar?

Foto: Elizabeth, Thirteen Of Clubs