O exame de urina na gravidez é indicado para que seja diagnosticado algum problema que possa vir afetar o sistema urinário e renal da paciente. É um procedimento indolor e de fácil coleta e que pode fornecer informações sobre doenças sérias, como problemas nos rins.

Tipos de Exame de Urina

São três tipos de exames que podem ser realizados através da urina não só na gravidez como em geral, sendo o de tipo 1, o de urocultura e o de 24 horas. Não sendo necessário nenhum tipo de preparo anteriormente como o jejum.

O mais convencional e solicitado pelos médicos é o de tipo 1 ou Urina EAS como é chamado nos laboratórios que consegue analisar os seguintes elementos.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
  • Glicose
  • Proteínas
  • Cetonas
  • Bilirrubina
  • Leucócitos
  • PH da urina

Além da densidade, do nitrito, resíduos de sangue, muco ou qualquer outra substância estranha encontrada na urina, resultará na indicação do problema da paciente. Acaso encontrado nitrito, leucócitos ou presença de sangue o exame apontará uma possível infecção urinária.

Que deverá ser comprovada através do exame de urocultura que é o único exame capaz de comprovar a existência da infecção. A coleta é indicada logo na primeira urina do dia, mas pode ser realizado também com a urina de qualquer horário do dia, dependendo do laboratório.

São necessários 40 a 50 ml que deve ser armazenado diretamente em um pote plástico próprio, descartando o primeiro jato que sai por conter impurezas no canal urinário.

É aconselhada a realização da coleta após higienização da genitália e em laboratório para que o material seja entregue na sequência. Caso realizado na residência, a urina deve ser entregue em um prazo de até duas horas, caso contrario deverá ser inutilizada para analise.

O exame de urina na Gravidez seguirá em duas etapas, sendo uma através de reação química e a segunda através de analise de gotas da urina no microscópio. Através de aparelho microscópio é possível detectar a presença das substâncias que apontarão se existe algo de errado.

Além da indicação do exame de urina para diagnostico de infecções e fazer parte dos exames rotineiros de pré-natal, a urina pode ser utilizada para detectar e confirmar uma possível gravidez.  Os exames convencionais como tipo 1 não confirmam gravidez, devendo ser realizado um especifico que verificará a quantidade de hormônios HCG na urina.

Para que o exame de urina consiga detectar e dar um resultado correto, é indicado que seja realizado com atraso menstrual mínimo de pelo menos sete dias. A cada dia que passa, a quantidade de HCG aumenta o que faz que o exame de urina consiga detectar a substância. Mas em caso de negativo com atraso o aconselhado é repetir o exame dentro de uma semana ou confirmar através de exame de sangue beta HCG.

Valores de Referência para Exame Urina tipo 1

Como já citamos acima, caso encontrado substâncias como leucócitos, nitritos e ate mesmo resíduos de sangue na urina é sinal de quadro infeccioso aparente, mas que devem ser investigados com exames complementares. As referencias servem para informar a normalidade e quando constatado valores superiores que realmente existe alguma infecção reagente.

  • Densidade entre 1,005 e 1,030
  • PH de 5,5 a 7,5
  • Ausência de proteína, cetonas, bilirrubina, leucócitos, glicose, nitrito e sangue.

Densidade

A densidade é comparada a valores de referencia da água, que sendo pura equivale a 1000. Portanto se no resultado dá 1,008 a urina esta bem diluída sendo considerada saudável. Caso seja próximo ao máximo 1,030 a urina esta muito concentrada e pode indicar desidratação.

PH

O PH mede a acidez da urina, já que o rim é que faz o trabalho de eliminação dos ácidos do corpo. A referência de normalidade do PH é de 5,5 a 7,0, quando constatado valor inferior à normalidade pode ser indicação de problema nos túbulos renais.

Quando verificado superior a referencia, pode ser indicação da existência de uma bactéria que esta alcalinizando a urina ou até mesmo da ingestão de alimentos ácidos e alguns medicamentos. Devendo ser investigado com exames complementares e analise medica.

Glicose

A glicose normalmente é filtrada pelos rins e devolvida para o sangue, portanto quando encontrada na urina pode ser sinais de problemas nos túbulos renais ou trata-se de pessoa diabética que normalmente perde glicose na urina. A presença da substância indica excesso de glicose no sangue ou mau funcionamento nos rins.

Quando encontrado alguma substância na urina, o medico solicitará exames complementares para a confirmação do diagnostico. O tratamento será indicado para o problema especifico, não sendo recomendada a utilização de medicamentos por conta própria.

Veja também: Infecção Urinária Durante a Gravidez – e Agora?

Foto: ken fager, Bethany Brown