Você já deve estar careca de saber quais são os sintomas de gravidez, certo? Mas sabia que os famosos sintomas tão frequentes podem pregar uma peça? Por isso, vamos desvendar o porquê dos sintomas de gravidez, sem ter a gravidez. Também aprender quando e como leva-los em consideração para não enlouquecer de ansiedade antes da hora.

Antes vamos lembrar que quase todos os sintomas de gravidez são causados pelo aumento considerável de progesterona no organismo. Assim que a ovulação acontece, os índices desse hormônio sobem às alturas devido à função do corpo lúteo. Aí minha amiga, esses danadinhos podem aparecer com tudo mesmo que você não esteja grávida.

A explicação está toda na progesterona. Se você tem aumento considerável dela, terá sintomas semelhantes aos de uma gestação mesmo sem ter gestação. O problema está em lidar com esses principais sintomas de gravidez mesmo que eles não sejam verdadeiramente de gravidez, como é o caso de uma dor de cabeça. Uma mulher que quer muito engravidar pode interpretar esses sintomas como uma esperança e ai criar expectativas falsas e em seguida a decepção acontece.

O contrário também existe. Várias mulheres que não desejam engravidar podem sentir todos esses sintomas após a ovulação, e, como não mantiveram relações seguras, pode-se preocupar sem que haja motivo para isso. Por isso manter a calma antes de qualquer conclusão e atraso menstrual é muito importante. Mas vamos ao que interessa…

Quais os Mais Famosos e Principais Sintomas de Gravidez?

Náuseas: Essas são as mais frequentes queixas de mulheres que desconfiam de uma gravidez, mas como todo sintoma, pode também enganar. O problema das náuseas é que ela também pode aparecer por outros motivos. Às vezes alguma coisa que comeu, por exemplo, ou mesmo por algum problema estomacal como refluxo ou gastrite. Claro que essa é um dos principais sintomas de gravidez, mas deve-se aguardar o momento exato para levar em consideração a possibilidade da gravidez.

Sono: Esse também é um dos sintomas campeões de audiência das tentantes. Basta um pouco mais de vontade de dormir que já vira sintomas de gravidez. O sono da gravida é algo fora do normal, acredite: se você estiver passando pela gravidez e tiver o sono como sintoma irá saber. Não é só um sono como se estivesse muito cansada, é algo que encosta ali para descansar e ferra no sono. Mas ele como sintoma de gravidez pode vir da progesterona também. Mas leva-lo em consideração apenas ele, não caracteriza gravidez. Ele deve vir acompanhado de outros sintomas como a ausência da menstruação por exemplo.

Barriga inchada: Também um dos possíveis principais sintomas de gravidez bastante comuns. Mas a explicação para este fenômeno é mais uma vez, os hormônios. O excesso de progesterona pode fazer com que seu abdômen fique distendido. E justamente na região da pochete (baixo ventre, 2 dedos abaixo da linha do umbigo). Esta região é onde fica o útero. É Importantíssimo saber que para ser considerado sintoma de gravidez, o hormônio HCG tem q ser detectado. Se não, é apenas um inchaço hormonal ou causado pela distensão do útero com o aumento do endométrio e até mesmo sintomas de retenção de líquidos pela TPM.

Cólicas e Pontadas: Essas são também uma unanimidade quando o assunto são os principais sintomas de gravidez, porém esses sintomas podem ser apenas sinais de que a ovulação já aconteceu. Normalmente grávidas no primeiro trimestre ou semanas, podem ter as cólicas como um dos principais sintomas de gravidez. Mas é importante lembrar que o corpo lúteo que resta da ovulação, também pode dar sintomas como cólicas e pontas em um dos lados ou em ambos. Nessa linha de pensamento, as cólicas e pontadas também podem vir de outros fatores como ovários policísticos e até mesmo endometriose (em casos de dores extremas). Por isso, é importante verificar a intensidade dessas cólicas e pontadas. Se ficarem insuportáveis, então melhor falar com um médico para investigar.

Resumindo: todos os sintomas de gravidez podem não ser de gravidez! É muito triste, mas nem todos os sintomas querem realmente dizer que são de gravidez, a maioria deles é apenas sinal de que tem hormônios em atividade e podem sinalizar até mesmo uma TPM. Importante saber que se os sintomas mesmo os mais intensos, devem ser suportados até o atraso menstrual. Se desaparecerem, provavelmente a menstruação chegará em breve. Se não sumirem então, está na hora de fazer um teste.

Pelo lado sentimental e de expectativa, saber desses detalhes pode ajudar a recuperar a paciência e frear a ansiedade. Se apegar a sintomas pode não ser a melhor opção. A melhor solução para mulheres que têm sintomas constantemente é aguardar o atraso. Se ele acontecer e os sintomas persistirem, então se aconselha fazer um teste de gravidez. Caso negativo ainda, sugere-se que repita em 1 semana. Se negativo ainda, melhor será procurar um médico para identificar as causas de tantos sintomas.

Veja também: Por Que Não Consigo Engravidar – 4 Coisas no Sexo Que Atrapalham a Fecundação

Foto: dollen, bradkeb