menstruação com pedaços de pele

A menstruação é um fator natural na vida das mulheres. Algumas encaram numa boa e já outras como um verdadeiro martírio mensal. Assim como tudo na vida não existe uma regra, o fluxo menstrual também não é diferente. Cada mulher tem seu fluxo diferente da outra devido ao trabalhar do seu corpo e dos seus níveis hormonais, que pode resultar em um fluxo regulado ou em alguns casos um fluxo intenso menstrual.

Vemos muitos casos de mulheres que menstruam 2 a 3 dias bem pouco e já outras que passam 6 a 8 dias de sangramento intenso. E o questionamento é automático. Porque isso acontece? E a resposta pode ter diversas razões, como a quantidade de hormônios que o corpo esta produzindo, da condição da saúde da mulher e até mesmo a fase de vida que esta passando. Assim como problemas como miomas que aumentam o fluxo, pólipos e a endometriose. Por isso, quando notado alteração na quantidade do fluxo menstrual um ginecologista deve ser procurado e informado para avaliação do quadro. Exames devem ser solicitados para averiguação e indicação de tratamento.

Durante a fase da adolescência e próximo a menopausa é muito comum a menstruação ter um fluxo menstrual intenso. Porém, o que muitas mulheres podem não concordar com as indicativas da medicina é que um fluxo menstrual que tem duração de 3 a 8 dias com troca de em média 6 absorventes por dia é considerado normal. Assustador não é? Mas realmente e verdade! Um ciclo menstrual que tem duração de 5 e 8 dias contando do primeiro dia até o finalzinho que desce quase nada com um sangue escuro esta totalmente dentro da normalidade.

O fluxo intenso menstrual esta relacionado a mulheres que sangram em quantidade abundante e são acompanhadas de cólicas intensas e normalmente que tem um ciclo irregular ou muito longo, com mais de 35 dias. Neste caso, a grande preocupação nem é só o desconforto que esses dias “intensos” pode causar na mulher, mas sim o que pode gerar em sua saúde. O excesso de sangramento menstrual pode ocasionar anemia por deficiência de ferro.

Como Conviver com o Fluxo Intenso Menstrual

Realmente não é uma situação muito fácil, além do desconforto, as cólicas fortes ainda ter que se preocupar com as “manchas” e escapes na roupa. Mas com algumas dicas e truques é possível driblar esses dias sem maiores preocupações e stress. Para aquelas que ficam tão incomodadas com o absorvente intimo e se sentem molhadas e “sujas” o tempo todo, existe as opções de absorvente interno e agora o coletor menstrual.

coletor menstrualO absorvente interno dá segurança e mantém a mulher limpa e seca por algumas horas, sendo necessário “checar” sempre que necessário para evitar acidentes. Algumas mulheres não conseguem se adaptar pelo fato do absorvente interno aumentar de tamanho com o passar dos minutos de utilização e isso se tornar algo incomodo, além dos riscos de infecção que ele oferece. A outra opção que é o coletor menstrual, para aquelas que gostam de praticidade pode ser a solução. Depois de introduzido, o coletor pode ficar por até 12 horas, em caso de fluxo intenso menstrual até 6 horas e ser esvaziado e introduzido novamente e é anti alérgico e não tem riscos de infecções se usado corretamente.

É natural a mulher se sentir insegura nas primeiras vezes de utilização e até se assegurar utilizando um absorvente intimo para garantir que não suje a roupa. Mas após algumas vezes de utilização, garantirá não só segurança, como praticidade e total higiene. Obviamente, nem todas as mulheres conseguem se adaptar ao coletor menstrual , mas vale a pena tentar você pode se surpreender!

Caso não se adapte as modernidades e opções acima, opte por absorventes íntimos de maior durabilidade como é o caso dos noturnos ou indicados para fluxo intenso. Leve sempre alguns absorventes na bolsa para troca e também uma calcinha para troca se necessário. Vá ao banheiro pelo menos a cada duas horas para conferir e não deixe de conversar com seu ginecologista sobre qualquer aumento do fluxo menstrual além da normalidade.

Veja Também: Alergia a Absorvente – O que Fazer?

Fotos: xusenru, eatmorechips, acervo pessoal TF