Fonoaudióloga – O que Faz e Quanto Ganha

A fonoaudióloga é uma profissional da saúde de nível superior que estuda todos os aspectos da comunicação humana, tais como fala, audição, linguagem escrita, entre outras coisas. O objetivo do trabalho de uma fonoaudióloga é prevenir, avaliar e tratar distúrbios relacionados à voz, linguagem, audição, deglutição e no aperfeiçoamento da linguagem.

Uma boa profissional de fonoaudiologia tem conhecimentos profundos em diversas áreas como medicina, psicologia, pedagogia, fonética, entre outras. A fonoaudióloga pode atuar de diversas maneiras dentro da área da saúde, seja em clínicas particulares, hospitais ou com atendimentos individuais.

A Mulher no Mercado da Fonoaudiologia

Segundo o CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), as mulheres são a grande maioria entre os fonoaudiólogos, representando mais de 94% dos profissionais da área. Como a fonoaudiologia é uma ciência relativamente nova, se vista como independente do curso de medicina, o espaço para as mulheres sempre foi bom e com grandes oportunidades em todo o Brasil.

Áreas de Trabalho para Fonoaudiólogos

Além dos empregos convencionais em hospitais e clínicas, muitas mulheres também encontram oportunidades para trabalhar como fonoaudiólogas em empresas de comunicação como em rádios e televisões, já que muitos profissionais ali dentro precisam de acompanhamento de técnicas de comunicação e, algumas vezes, de tratamento. Estúdios musicais muitas vezes também contratam fonoaudiólogas para tratar de cantores e cantoras.

Qual o Perfil de uma Fonoaudióloga?

Em primeiro lugar é preciso dizer que uma profissional de fonoaudiologia precisa gostar de comunicação, é o objeto de estudo e de trabalho desse tipo de profissional e, por isso, a coisa mais importante para uma fonoaudióloga.

Características da Profissional

O gosto pela área dasaúde e pelo contato direto com pacientes é outra aptidão comum às fonoaudiólogas. Organização e dedicação pelos estudos são outras características imprescindíveis para esse tipo de profissional.

Uma vez que a área da saúde está em constante evolução, com novos tratamentos e descobertas sendo feitas a todo momento, é muito importante que uma profissional de fonoaudiologia esteja sempre atualizada no que está acontecendo em sua área.

Não é raro vermos profissionais frustradas por não terem o perfil adequada para determinadas profissões. É claro que não existem regras fixas que ditam como deve ser sua personalidade para se tornar uma fonoaudióloga, mas é importante saber quais são as características comuns às profissionais bem-sucedidas e felizes com seu trabalho.

O Que Faz uma Fonoaudióloga?

O trabalho principal de uma fonoaudióloga envolve comunicação e linguagem. Seja trabalhando em hospitais, clínicas ou prestando serviços para empresas, é importante saber que o objeto de trabalho sempre será o corpo humano e suas formas de se comunicar com as outras pessoas. Existem diversos tipos de trabalha para as fonoaudiólogas, alguns dos mais atraentes são:

Principais Áreas de Trabalho

  • Audiologia
  • Trabalho em Clínicas e Hospitais
  • Fonoaudiologia na Beleza
  • Motricidade Orofacial
  • Ensino

Cada uma dessas áreas diz respeito à um tipo de trabalho realizado por profissionais de fonoaudiologia, cada uma com suas particularidades e formas diferentes de lidar com o público.

Audiologia

A profissional de audiologia é responsável por tratar de problemas relacionados ao equilíbrio, a perda de audição e estuda especificamente os sons ouvidos por nós.  Tudo que envolve o sistema auditivo do ser humano, também envolve o trabalho de uma audiologista.

Uma das grandes tarefas da audiologia é a reabilitação auditiva, um tratamento intenso feito a partir de exames para fazer com que seu paciente volte a ouvir ou ouça melhor os sons do dia a dia.

O tratamento é feito com a ajuda de softwares de alto nível e acompanhamento da fonoaudióloga audiologista de perto. No entanto, é preciso saber que esse tipo de tratamento não serve para todos os casos e é importante que os exames sejam feitos de maneira precisa.

A audiologia também é um dos caminhos de maior retorno financeiro para uma fonoaudióloga. Profissionais podem chegar a ganhar até R$ 20.000,00dependendo do trabalho que realizam.

Trabalho em Clínicas e Hospitais

Este é sem dúvidas o trabalho mais convencional e onde mais estamos acostumados a ver fonoaudiólogas atuarem. Profissionais que atuam nessa área lidam com diversos tipos de problemas, podendo lidar com todos os tipos de público também, desde crianças até idosos com dificuldades de fala.

Seja na UTI para casos mais graves ou em clínicas, encaminhados por médicos para tratamentos específicos, a fonoaudióloga deve estar preparada para lidar com problemas como dificuldade de fala e deglutição das crianças, além de também lidar com problemas como gagueira, dicção incorreta, alterações físicas que provocam problemas na comunicação, troca de letras na fala, entre muitas outras coisas.

A fonoaudióloga que optar por trabalhar em clínicas e hospitais deve ser paciente e gostar de lidar com todo tipo de público para que o trabalho seja feito de maneira tranquila e eficiente.

Fonoaudiologia na Beleza

Algumas fonoaudiólogas podem optar por trabalhar na área da estética, que tem oferecido cada vez mais oportunidades para os profissionais da área. Como a estética gira em torno do conceito do alinhamento entre beleza e saúde, uma fonoaudióloga pode ser de grande ajuda em clínicas de estética e SPAs.

Um bom exemplo dessa união é a estética facial, onde as fonoaudiólogas trabalham realizando exercícios de relaxamento muscular e auxiliam em tratamentos para quem deseja melhorar sua qualidade de vida.

Motricidade Orofacial

É uma das áreas mais procuradas pelas profissionais de fonoaudiologia e trata de problemas com alterações de determinados órgãos, músculos e articulações relacionados a atividades como respiração, deglutição, mastigação, fala, entre outras coisas.

A profissional que deseja seguir nessa área pode trabalhar em clínicas especializadas ou dentro de hospitais. Quem procura uma profissional especializada em motricidade orofacial, normalmente apresenta problemas como o de paralisia facial, disfunção temporomandibular, que causa dificuldades no movimento da mandíbula, entre outras diversas dificuldades de movimento da língua e bochechas.

Ensino

A área acadêmica é sempre uma opção para quem ama o que faz e deseja se aperfeiçoar dentro da área. Uma professora universitária de fonoaudiologia, além de passar seu conhecimento para alunos, também realiza pesquisas e ajuda no avanço da fonoaudiologia no Brasil e no mundo. Uma vez que a maioria das profissionais da área tem boa comunicação, muitas também apresentam vocação para lecionarem.

Graduação em Fonoaudiologia

Diversas universidades públicas e privadas oferecem o curso de Bacharelado em Fonoaudiologia em todo o Brasil.  A média de duração do curso é de 5 anos e as disciplinas ministradas são, em sua maioria, de ciências humanas como estudos clínicos, estudos de sociologia, psicologia, distúrbios vocais e de leitura, além de disciplinas que abordam o dia a dia das profissionais, bem como a ética das fonoaudiólogas como direitos humanos, por exemplo.

A mensalidade de um curso de fonoaudiologia pode variar dependendo da instituição e da região do país, variando desde R$ 600,00 e podendo chegar até R$ 2.300,00.

Principais Faculdades de Fonoaudiologia

  • Universidade Estácio de Sá – Rio de Janeiro (RJ)
  • Universidade Norte do Paraná – Londrina (PR)
  • Universidade Federal de Sergipe – São Cristóvão (SE)
  • Universidade Potiguar – Natal (RN)
  • PUC – São Paulo (SP)
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro – Rio de Janeiro (RJ)
  • Universidade Estadual do Centro-Oeste Chopinzinho (PR)
  • Faculdade Metropolitana de Manaus – Manaus (AM)
  • Universidade de São Paulo – São Paulo (SP)
  • Faculdade Unime – Lomanto (BA)

Especializações em Fonoaudiologia

A profissão de fonoaudióloga permite que você se especialize em diversas áreas, que podem abranger diferentes tipos de trabalhos e que te permitem trabalhar em nichos específicos da área da saúde. Algumas das principais especializações em fonoaudiologia são:

  • Saúde Coletiva
  • Especialização em Voz
  • Especialização em Disfagia
  • Fonoaudiologia Educacional

Cada uma dessas especializações diz respeito a um tipo de trabalho realizado por fonoaudiólogas e podem ser feitos tanto em cursos de extensão quanto em cursos de pós-graduação, claro que há diferenças entre os conteúdos do curso e o peso das disciplinas aplicadas em cada um deles.

Saúde Coletiva

O trabalho de uma fonoaudióloga em saúde coletiva é um tanto diferente dos demais. Enquanto a maioria dos trabalhos se preocupa em lidar com um paciente de cada vez, a fonoaudióloga que opta por trabalhar nessa área, lida com comunidades e grupos específicos.

São necessárias a criação de estratégias de políticas públicas para resolver problemas do campo fonoaudiológico, mas também para promover campanhas de prevenção contra doenças ou de conscientização da população. O trabalho de uma fonoaudióloga que atua em saúde coletiva pode ser feito tanto no setor privado quanto no público.

Especialização em Voz

O estudo da voz do ser humano é um dos campos mais procurados para fonoaudiólogas se especializarem.  Além de tratar e prevenir doenças relacionada a voz, essa profissional tem a oportunidade de atuar em diversas áreas, trabalhando com atores, apresentadores de programas de rádio e televisão, músicos, professores e todo tipo de profissão que usa a voz como uma ferramenta de trabalho.

Em um curso de especialização em voz, a fonoaudióloga irá aprender a maneira correta de se lidar com cada tipo de profissional, entendendo quais são suas maiores necessidades, os desafios de cada um e quais os problemas mais comuns. Por abranger locais de trabalho que vão muito além de clínicas e hospitais, essa área acaba atraindo muitas fonoaudiólogas que desejam uma mudança em suas carreiras.

Especialização em Disfagia

A disfagia se caracteriza pela dificuldade de deglutição de uma pessoa, ou seja, problemas para engolir alimentos sólidos ou líquidos. Estudos apontam que 6 a cada 10 pessoas no mundo sofrem com esse problema em algum nível. E isso explica por que tantas fonoaudiólogas resolvem se especializar em disfagia.

O trabalho pode ser feito em hospitais, UTIs enfermarias, mas também em clínicas particulares. A maioria dos pacientes com quem a fonoaudióloga irá lidar, serão pessoas idosas, já que essas são as mais afetadas por problemas de deglutição.

Dentro do curso, a fonoaudióloga irá aprender todos os aspectos da disfagia, desde os casos mais simples até os tratamentos mais complexos, além de contar com uma base ética e teórica sobre o assunto.

Fonoaudiologia Educacional

O curso de fonoaudiologia educacional visa expandir os conhecimentos de uma fonoaudióloga para que ela possa lidar principalmente com o público infantil. Uma fonoaudióloga educacional muitas vezes poderá trabalhar dentro de escolas, observando possíveis problemas dos alunos e propondo tratamentos para eles.

Outras atividades que uma profissional do tipo pode realizar são oficinas de linguagem, de escrita e de fala, sempre visando avaliar os alunos para observar os problemas a serem resolvidos.

A fonoaudióloga educacional também pode atuar em sua própria clínica particular, recebendo casos indicados por escolas ou pelos próprios pais da criança que notaram alguma deficiência em sua comunicação, seja na fala, na escrita ou na recepção de informações.

Quanto Ganha uma Fonoaudióloga?

Existem diversas funções e diversos níveis de carreira para uma fonoaudióloga atuar, então os salários de uma profissional da área podem ser variados, mas é possível ter noção da média geral para as colocações.

Quanto Ganha uma Fonoaudióloga em Início de Carreira?

No início da carreira, as funções a serem exercidas exigem menos responsabilidade e se baseiam em atendimentos básicos e triagem, por isso os salários podem ser menores.

  • Empresas Pequenas: R$ 1.567,00
  • Empresas Médias: R$ 2.037,00
  • Empresas Grandes: R$ 2.648,00

Quanto Ganha uma Fonoaudióloga em Nível Intermediário?

Com mais experiência e, consequentemente, mais responsabilidades, a fonoaudióloga realiza trabalhos mais específicos (dependendo de sua área de especialização) e os salários tendem a aumentarem consideravelmente.

  • Empresas Pequenas: R$ 2448,00
  • Empresas Médias: R$ 3.183,00
  • Empresas Grandes: R$ 4.138,00

Quanto Ganha uma Fonoaudióloga com Carreira Consolidada?

Em posições de liderança e com muito mais experiências, a fonoaudióloga pode ganhar muito mais. Para isso, não bastam apenas os anos de experiência na área, mas também muito estudo e dedicação dentro de cada função que a profissional deseja exercer.

  • Empresas Pequenas: R$ 3.825,00
  • Empresas Médias: R$ 4.973,00
  • Empresas Grandes: R$ 6.465,00

O trabalho de uma fonoaudióloga pode parecer difícil, mas é muito gratificante ver tratamentos, prevenções e campanhas fazendo efeito. Profissionais da saúde, em geral, gostam da ideia de ajudar as pessoas de alguma forma e as fonoaudiólogas conseguem ver essas mudanças de perto, com os resultados que obtém com cada paciente, seja na prevenção ou na cura de algum distúrbio.

Veja Também:Licença Maternidade – Perguntas e Respostas

Foto:Prefeitura de Olinda, Rafa Alves