Ganho de Peso Ideal na Gravidez

A gestação é momento de cuidado redobrado, alimentação adequada e acompanhamento médico mensal. Dentre os principais cuidados para garantir uma boa gestação e também a saúde da gestante e do bebê, o ganho de peso na gravidez é um dos pontos mais focados durante o pré-natal. Ganhar peso na fase gestacional é inevitável, já que todo o corpo da mulher está em plena mudança para acompanhar o desenvolvimento do bebê dentro do seu ventre, mas o controle desse ganho é essencial. Utilize nossa calculadora de ganho de peso para saber se seu corpo está evoluindo como esperado:

Calculadora de Ganho de Peso na Gravidez

Identifique sua faixa de peso de acordo com a fase

kg

kg

cm

Resultados

  • Seu peso pré-gravidez: (IMC: )
  • Sua faixa de ganho de peso:

Esse gráfico mostra se você está a caminho de ter um peso normal e saudável no final da gestação. O ponto laranja indica seu peso atual. Se estiver dentro da área azul, você está dentro do esperado. Se estiver acima dessa área, você está ganhando peso demais. Se estiver abaixo da área azul, está ganhando muito pouco.

Recalcular


Como Utilizar a Calculadora de Ganho de Peso

O cálculo é simples, basta informar nos campos: o seu peso pré-gravidez, depois o seu peso atual, no próximo a idade gestacional que se encontra e também se é uma gravidez gemelar ou não. Clique no botão calcular e o seu resultado aparecerá no campo de resultados abaixo.

Além do resultado apontar se você está no índice de peso adequado, abaixo ou dentro da obesidade, será informado seu índice de massa corporal e a estimativa do seu ganho de peso ideal.

Abaixo do resultado é apresentado um gráfico que indicará se está dentro do esperado. O ponto laranja indica o seu peso atual e se estiver dentro do campo azul significa que está dentro do ganho de peso esperado. Se acima do campo azul, você está ganhando mais do que deveria e se tiver abaixo, está ganhando menos do que deveria. Caso tiver dúvidas sobre o resultado, utilize o botão abaixo para recalcular.

Ganho de Peso Ideal na Gravidez

Porém, o ganho de peso na gravidez não está diretamente relacionado somente a alimentação em si, mas também envolve diversos outros fatores como genética, altura, idade e até mesmo o peso que a mulher já está antes mesmo de engravidar. O ganho de peso ideal na gravidez pode variar de gestante para gestante e irá depender do peso e altura de cada uma e de quanto já está pesando antes da gestação. Quando acima do peso já no início, é recomendado que ganhe o mínimo possível.
Através do cálculo de IMC é possível indicar qual o peso indicado para a gestante ganhar ao longo dos 9 meses gestacionais. Esse cálculo pode ser realizado através de algumas ferramentas ou até mesmo pelo obstetra no início do pré-natal.

Ganho de Peso X IMC

  • IMC até 18,5 – Quando o resultado do cálculo de IMC da gestante logo no início da gestação, se encontra no valor até 18,5, significa que está dentro do peso e o ganho de peso ideal é de 13 a 18 kg.
  • IMC 18,5 até 25 – Quando o resultado do cálculo de IMC da gestante logo no início da gestação, se encontra no valor de 18,5 até 25, o ganho de peso ideal indicado é de 11,5 a 16 kg.
  • IMC 25 até 30 – Quando o resultado do cálculo de IMC da gestante logo no início da gestação, se encontra no valor de 25 até 30, o ganho de peso na gravidez ideal é de 7 a 11,5 kg.
  • IMC superior a 30 – Quando o resultado do cálculo de IMC da gestante logo no início da gestação se encontra no valor superior a 30, significa que a gestante terá que ter mais cuidado com seus hábitos alimentares e rotineiros, já que está acima do peso. O ganho de peso ideal será de 5 a 9 kg.

Aonde São Distribuídos o Peso Extra

Logo quando pensamos em engordar e na quantidade de quilos que ganharemos ao longo da gestação, logo vem o questionamento depara aonde que irá tudo isso e se ao final gestacional estará “enorme”. Mas, o ganho de peso na gravidez não é o peso convencional que ganhamos quando perdemos o controle e deixamos de ter uma rotina saudável.
Mas pensando pela lógica, se um bebê normalmente nasce pesando em torno de 3 kg, deveria ser só esse peso a ter que ganhar, não é? Mas o corpo feminino para gerar de forma saudável, se adapta a esse novo momento e com isso sofre diversas alterações para se adequar e se estruturar para que uma nova vida cresça dentro de seu ventre.

O ganho de peso na gravidez é distribuído entre:

  • Peso do bebê;
  • Peso da placenta;
  • Peso do útero;
  • Retenção de líquidos;
  • Líquido amniótico;
  • Aumento das mamas;
  • Aumento do volume sanguíneo;
  • Aumento de reservas de gordura.

São tantas transformações que o corpo feminino sofre neste período e tantas necessidades e sobrecarga, que o corpo tem que estar mais forte e preparado para suportar os 9 meses gestacionais.

Veja também: Fome na Gravidez – Dicas para Ter Saciedade e Manter o Peso

___

Sabe-se que o ganho de peso na gravidez é um dos pesadelos de várias mulheres, em sua grande maioria para maior. Ficar muito acima do peso é a preocupação de muitas e, algumas vezes o terrorismo que é gerado em torno desse fator na vida da mulher durante a gestação, pode ser determinante para a aceitação do seu corpo e de uma série de fatores.

Segundo a medicina, o ganho ideal de peso para uma gestante é pela distribuição proporcional ao desenvolvimento dos órgãos que estão em crescimento nesta fase, ou seja, o quanto toda a gestação pode proporcionar de mudanças, tanto no corpo dela quanto à geração do novo ser. O peso ideal pode ser distribuído da seguinte forma:

O bebê > Cerca de 3,100kg pelo peso do bebê. Algumas vezes muito mais, existem inúmeras gestações em que o bebê chega até mais de 4kg e tudo saudavelmente como um bebê de 2,500kg. Na verdade o que determina a saúde do bebê não é somente o peso, porém se o seu bebê teoricamente não está em um peso ideal, não se preocupe. Mas na gestação, considera-se o ganho de peso do bebê para avaliar a saúde da mãe. Então, uma mulher que gera um filho com 3kg e ganha 20kg de peso durante a gestação, teria um excesso de 17kg sem descontar o restante dos fatores consideráveis.

A Placenta > Ela pesa cerca de 1,100kg! Muito grande não é? Ela é extremamente necessária para que o bebê esteja corretamente nutrido e também oxigenado. Uma placenta saudável é fundamental!

A quantidade de liquido amniótico > O liquido amniótico na gestação pesa cerca de 1,200kg! Isso porque o peso é proporcional à quantidade de litros que ele tem em volume. Neste caso 1,200 ml por 1,200kg. Se há presença de mais liquido, mais peso terá, mas o normal sem ser considerado excesso de liquido é até 1,300 ml.

O Útero > Com o crescimento do útero, obviamente há um ganho adicional na gestação. Como se trata de músculos, o útero pode pesar bastante! Pode chegar até 1,600 kg do peso de uma gestante.

Gordura reserva (tecido adiposo): Todas as pessoas tem uma reserva mínima de gordura por baixo da pele. A gordura pode ser mínima para algumas mulheres, mas para outras pode chegar à 4kg! Por isso, deve-se considerar o biotipo, mas é perfeitamente normal que a gestante tenha esta quantidade de tecido adiposo por baixo da pele!

Sangue > O volume de sangue no corpo da mulher aumenta consideravelmente! Isso porque para ajudar na boa circulação pelo corpo da mãe e do bebê, o sangue ficará mais fluido. Cerca de 30% mais água no sangue produzido pela mãe ou seja, 1,700kg a mais de ganho de peso na gestação. Isso também explicaria a retenção de líquidos na gravidez e os inchaços!

Liquido Corporal > Cerca de 1,100kg do ganho de peso na gravidez, são adquiridos somente pela quantidade de líquido hormonal presente no corpo. Liquido extracelular de hormônios da placenta que fazem retenção dos líquidos através de contenção de sódio no organismo. Então cuidado com a pressão arterial e com os inchaços!

Qual o Ganho de Peso ideal na Gravidez?

Cerca de 14,500kg! Um pouco mais dos 11, 12 kg ditos por alguns médicos. Porém o ganho de peso na gravidez é relativo para todas as mulheres. Essa é uma estimativa racional da medicina, mas o biotipo de cada mulher certamente será levado em consideração, além de claro, o biotipo do bebê e do pai da criança. O tamanho do bebê irá influenciar bastante neste ganho de peso, porém não é muito relevante. É possível que a mulher ganhe pouco peso durante a gestação.

Aconteceu comigo, na primeira gestação tive um ganho razoável de 12kg com um bebê de 2930kg. Já na segunda ganhei cerca de 7kg com um bebê de 3800kg, na terceira vez tive um ganho de peso de 5kg com um bebê de 3450kg. O que fez o ganho de pouco peso nas duas ultimas gestações, foi meu metabolismo, que para algumas mulheres desacelera bastante, por isso o ganho de peso excessivo, no meu caso a aceleração devido a presença do HCG, fez pouco ganho de peso para mim, mas um bom ganho de peso para as crianças. Como disse meu obstetra, sou uma aberração da natureza fico magra durante a gravidez e engordo depois (fazer o que?)

Alguns médicos fazem um terrorismo absurdo com o ganho de peso, porém esquecem-se de levar em consideração que cada corpo é um, e o padrão não pode virar regra. É claro que um ganho de peso saudável é essencial, para isso uma boa (e saudável) dieta deve ser adotada mesmo antes de engravidar, mas é preciso levar diversos fatores em relevância para poder determinar um sobrepeso e riscos na gestação. Converse direitinho com seu obstetra e aproveite a gestação sem se preocupar muito com o ganho de peso, se o bebê estiver saudável e você também, o peso perde-se após a gestação com a ajuda da amamentação, dietas e exercícios.

Uma novidade para nossas leitoras gestantes, é que a Famivita em parceria com a Patricia Amorim desenvolveu um polivitaminico gestacional pensando nas necessidades e também nas dificuldades das gestantes. Com todas as vitaminas e minerais importantes para o desenvolvimento fetal e para a saúde da mãe, a vitamina FamiGesta tem um diferencial, que é o tamanho da cápsula que facilita muito engolir durante as fases de constante enjoo e náuseas. Você pode adquirir sua vitamina aqui em nossa loja virtual.

Veja também: Como Fica o Colo do Útero na Gravidez?

Fotos: Katsoulis Photography