Engravidar é o sonho da vida de muitas mulheres. Porém, enquanto algumas conseguem esse feito rapidamente, outras não podem ou não tem essa oportunidade durante muitos anos. Uma gravidez aos 40 anos de idade, por exemplo, é sempre sinônimo de surpresa, curiosidade e, principalmente, de dúvidas. Não importa qual seja a razão da mulher para engravidar mais tarde do que o convencional, esse é sempre um assunto que gera muitas questões. É realmente possível engravidar aos 40? Quais são os riscos? Quais são os cuidados necessários? Vamos responder essas e muitas outras perguntas no texto de hoje. Confira!

É possível engravidar aos 40?

A primeira questão que precisamos abordar aqui é se é realmente possível engravidar aos 40 ou mesmo após essa idade. Muitas pessoas acreditam que nessa idade as mulheres já estão entrando na menopausa e, por essa razão, tal gravidez seria impossível. Porém, apesar de algumas mulheres já apresentarem alguns sinais da menopausa aos 40 anos, esse período só costuma ocorrer entre os 45 e 50, o que significa que a resposta para essa pergunta é sim. Se uma mulher está com a saúde em perfeitas condições, ela pode ter uma gestação bastante tranquila mesmo com essa idade.

Entretanto, é necessário frisar que uma gravidez após os 40 anos é mais difícil de ocorrer. Isso ocorre porque, a partir dos 30 anos, o corpo da mulher já começa a diminuir a produção de hormônios, incluindo alguns essenciais para que a gravidez ocorra, como a progesterona, por exemplo. Isso significa que, quanto mais velha uma mulher for, menos chances ela terá de engravidar e mais riscos ela terá se a gravidez ocorrer.

Nos últimos anos acompanhamos um número cada vez maior de mulheres engravidando mais tarde, seja por escolher focar primeiro em sua carreira ou mesmo por tomar essa decisão anos depois do que é considerado comum. E isso acabou sendo benéfico, já que a medicina avançou bastante nesse sentido e hoje em dia os riscos que uma mulher corre ao engravidar após os 40 anos de idade são consideravelmente menores do que os que existiam há 20 ou 30 anos atrás.

gravida e o urso

Quais são os Riscos de Gravidez depois dos 40?

Como já deixamos claro, uma gravidez depois dos 40 pode implicar em alguns riscos, tanto para a mão quanto para o bebê. Vamos falar um pouco mais profundamente sobre esses dois tipos de riscos separadamente para que você entenda melhor por que eles existem e o que fazer para evitar que eles se tornem um problema.

Riscos para a Mãe

Um dos principais riscos da gravidez depois dos 40 que uma mulher pode ter tem a ver com o fato de seu corpo ser menos adaptável às mudanças que a gravidez faz com que ele passe. Isso significa que uma mulher mais velha pode sofrer um pouco mais do que o comum com o aumento de peso, aumento da pressão e, principalmente, pela verdadeira manifestação de hormônios que se apresenta no corpo de uma grávida.

Essas dificuldades fazem com que doenças como a hipertensão, diabetes gestacional e préeclâmpsia, por exemplo, tenham mais riscos de surgir e complicar a gravidez. Por esses motivos, uma gravidez aos 40 é considerada uma gravidez de risco.

Riscos para o Bebê

Uma gravidez aos 40 pode também trazer certos riscos ao bebê. Primeiramente porque, nessa idade, os óvulos da mulher considerados os “mais saudáveis” já foram todos liberados, o que aumenta as chances de a mulher possuir óvulos com alterações cromossômicas ou algum defeito genético. Por isso, a chance de um bebê possuir alguma síndrome é quase 10 vezes maior do que em uma gestação considerada comum.

Além disso, é muito mais comum surgirem complicações na gravidez após os 40 e as chances de ocorrer um aborto ou um parto prematuro são também consideralvmente maiores.

Outra coisa que também deve ser citada é que a possibilidade de a mulher ter gêmeos em qualquer gravidez após os 30 anos é maior. Isso ocorre porque os hormônios da mulher começam a se modificar, o que acaba causando uma confusão no ciclo menstrual da mulher que, por sua vez, pode acabar liberando mais de um óvulo no mesmo mês. Apesar de não ser algo negativo, é também um risco que se corre.

Cuidados necessários para ter uma Gravidez Saudável

Apesar de a gravidez depois dos 40 anos ter seus riscos, tomar certos cuidados ajuda muito a impedir que qualquer tipo de problema ocorra e faz com que uma gestação desse tipo possa ser bastante tranquila e única para a mãe, como qualquer gravidez deve ser. Alguns dos cuidados necessários são:

  • Consultar um Médico antes de engravidar
  • Fazer um Pré-Natal Diferenciado
  • Estar ciente dos Riscos e Desafios
    • Vamos falar um pouco mais sobre cada um desses cuidados e sobre como eles podem te ajudar.

      Consultar um Médico antes de engravidar

      Apesar de existirem todos esses riscos que já comentamos aqui, é só depois de uma consulta com seu médico e de fazer todos os exames necessários que você vai saber exatamente quais são as condições do seu corpo para ter um bebê. É importante lembrar que a idade é apenas um dos fatores para que uma gestação não tenha riscos e os hábitos de vida de uma mulher contribuem muito para que a gravidez seja um sucesso. Portanto, consulte o seu médico e converse sobre a sua vontade de engravidar antes. Dessa forma, sua visão sobre o assunto com certeza será muito mais rica e consciente.

      Fazer um Pré-Natal Diferenciado

      Quando uma mulher está grávida após os 40 anos de idade, o pré-natal é feito de uma maneira diferenciada, já que a atenção dada a certas questões, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento do bebê, deve ser muito maior. Isso significa que as consultas ao médico devem ser feitas em intervalos menores do que o comum. Além disso, o monitoramento de todo o desenvolvimento do bebê deve ser feito de forma mais rigorosa, acompanhando cada passo da gravidez e cada transformação para que você e seu médico possam se certificar que está tudo bem.

      Estar ciente dos Riscos e Desafios

      Outro cuidado necessário quando falamos em uma gravidez após os 40 anos é que tanto a mulher quanto seu parceiro precisam estar cientes de que se trata de uma gravidez de risco. Isso significa que eles precisam estar psicologicamente preparados para todos os possíveis riscos e os desafios que uma gravidez desse tipo traz. Isso é essencial para que não haja nenhuma surpresa e para que os dois possam lidar com qualquer tipo de decepção que possa vir a ocorrer.

      Vantagens de engravidar aos 40

      Engravidar após os 40 anos de idade não traz apenas riscos. Esse tipo de gestação tem também seus benefícios e é necessário falarmos sobre eles também. Uma das principais é que uma mulher com essa idade tem mais maturidade e paciência para lidar com questões comuns à bebês e que podem ser verdadeiros problemas para mulheres mais jovens.

      Além disso, é mais comum que mulheres nessa idade tenham uma vida profissional e, portanto, financeira, mais bem resolvida. Isso significa que ela não irá precisar se preocupar tanto com problemas que envolvem sua vida profissional e dar mais atenção ao seu bebê. Isso é algo extremamente positivo para o crescimento da criança e par a satisfação da mãe também.

      Gerar uma vida é carregar também uma responsabilidade, por isso muitas pessoas refletem por anos antes de decidir ter ou não um bebê. E engravidar aos 40 pode ser uma opção da mulher. Por falta de oportunidade ou mesmo por escolha, é sempre algo válido a se considerar. É claro que, como deixamos claro no texto, trata-se de uma gravidez de risco, que pode sofrer complicações com mais facilidade e que exige um cuidado maior do que o normal, mas isso não significa – de maneira nenhuma – que uma mulher não possa ter um filho após os 40 anos de idade. Se esse é o seu sonho e se você tem essa oportunidade ainda que um pouco mais velha, é importante se informar de todos os riscos e tomar as precauções necessárias, mas, acima de tudo, ter a consciência de que esse sonho pode ser realizado.