Gravidez Depois dos 40 – Riscos e Vantagens

Muitas mulheres no dia de hoje postergam a sua vida pessoal por várias razões. Uma delas e a mais recorrente é por conta da vida profissional, ou mesmo por ter encontrado o grande amor após os 35 anos. O fato é que a gravidez depois dos 40 tem acontecido com muita frequência e em particular a primeira gravidez.

gravidez depois dos 40As dificuldades na gravidez depois dos 40 se iniciam já nas tentativas de engravidar. Se a mulher ainda não engravidou, pode correr riscos maiores de infertilidade. O prazo de um ano estabelecido pelos médicos para uma gravidez concebida naturalmente é de um ano, porém, não se aplicam à mulheres já quarentonas. Nesta idade a chance de uma gravidez natural é menor do que aos 30 ou 20 anos e é literalmente uma corrida contra o tempo. As chances de uma mulher engravidar sem ajuda alguma da medicina após os 40 anos é de 12%, por tanto, vários profissionais indicam que este casal faça algum tipo de tratamento como fiv ou inseminação artificial para conseguir engravidar.

A maior preocupação dos médicos referente à gravidez depois dos 40 anos, é a qualidade dos gametas femininos, os óvulos. Como são formados ainda quando feto na barriga da sua mãe, a idade cronológica é a mesma da mulher, ou seja, são óvulos de 40 anos também. Esses óvulos podem carregar maiores chances de incidência de doenças cromossômicas como a síndrome de down por exemplo. A incidência de aborto também é um problema para mulheres acima dos 40 anos. A taxa de ocorrência de perder a gestação é 25% maior do que mulheres com 35 anos de idade.

Após conseguir a gravidez, os cuidados deverão ser redobrados no pré natal. Mesmo que a medicina esteja caminhando de mãos dadas com o avanço, a gravidez depois dos 40 anos, a mulher tem maior incidência de problemas como hipertensão e diabetes na gravidez. Não que todas tenham problemas, porém a gestação desta vez será considerada de risco. Para evitar problemas repentinos, a mulher deverá fazer uma bateria de exames que inclui análise cardíaca e da glicemia também.

Adotar uma rotina saudável mesmo antes de engravidar, colabora muito para evitar problemas. Abandonar vícios como cigarro e bebidas favorecerá tanto engravidar naturalmente, como uma gravidez saudável. Deixar os vícios significa em especial para a gravidez depois dos 40 uma saúde muito maior para mamãe e bebê. O uso do ácido fólico é muito importante em qualquer fase que a mulher tenta engravidar, porém em mulheres acima de 35 anos ainda mais. O uso deve iniciar três meses antes das tentativas começarem. O envelhecimento do corpo é consequência dos hábitos da mulher, portanto se manter saudável é muito importante!

Gravidez Depois dos 40 não Traz só Problemas!

A mulher madura se torna uma mãe muito mais paciente! A maturidade traz para esta nova fase da vida, uma dedicação sem igual pois, com todo o resto estabelecido, a mulher tem mais tempo para se dedicar ao seu bebê. A mulher madura eleva a gravidez há um nível diferente do que a maternidade aos 20 anos onde a pressa para que tudo aconteça é muito maior. A correria dos 20 e poucos não deixaria a mulher extrair tudo que deveria desta experiência única da vida do casal, ser estabilizado na vida traz esse benefício, aproveitar cada segundo e não perder nada!

A gravidez depois dos 40 anos é curtida até o último momento e muito mais consciente de que a pressa não é uma boa conselheira. O parto tende a ser mais tranquilo e os primeiros dias do bebê também. O risco de depressão pós-parto é muito menor em mulheres acima de 35 anos. Lidar com as mudanças no corpo também é melhor nesta fase. A gravidez traz com ela alterações que a mulher nunca sofreu antes e estas, podem ser mais bem aceitas após este período de 35, 40 anos. Mulheres maduras podem ser mães muito mais presentes! Aproveite seu momento e curta cada segundo!

Veja também: Gravidez Aos 40 – Celebridades Grávidas Após os 40 Anos

Foto: Telmah.hamlet