A gravidez foi muito comemorada, porém os enjoos que vieram posteriormente ao positivo foi realmente o grande incômodo. Não só enjoo, mas uma moleza muito grande, que não tinha sentido tão forte nas gestações anteriores e acho que praticamente tudo se acumulou nessa gestação. Que pena que não conhecia ainda as pulseiras anti enjoo para me salvar!!

Na gravidez da minha filha mais velha, eu não tinha muito sono, apenas um enjoo que era controlado com medicação já na gravidez do meu filho, era apenas sono, não sentia nada! Nem parecia que estava esperando um bebê, até fiquei duvidando que pudesse realmente estar grávida.

Eu não conseguia comer praticamente nada, o que eu conseguia comer era uvas de qualquer tipo, kiwi, e carne mal passada com sal e alho, e tinha que ser feito pela minha mãe, porque eu não conseguia nem passar perto da cozinha.

Passei 8 semanas com esse enjoo muito forte e maior parte do tempo eu estava sonada, parecia que quanto mais eu dormia, mais queria dormir. Comecei a fazer um pré natal mas com uma médica que me deu a notícia de cara que não faria o parto por menos de 4 mil reais e bla bla bla…

Gente, na hora meu coração ficou apertado, e agora? Teria que ganhar bebê pelo SUS? Chorei muito com isso, e acabei ligando na central do meu plano de saúde, e lá eles me orientaram a marcar uma consulta com um médico que me acompanharia no pré natal e faria meu parto pelo plano de saúde.

Mas confesso que trocar de médico logo na fase mais importante da vida de uma mulher, não é fácil, fiquei apreensiva com a situação, e no dia da consulta fomos eu e meu marido ao consultório e chegando lá, notamos que estava completamente lotado! Muitas mulheres grávidas esperando para ser atendidas, e o período de espera era absurdo, cheguei as 2 da tarde para uma consulta que deveria ser as 2:15 e sai de lá as 6:30 da tarde! Mas agora já sabia o porque de tantas mulheres lá, mesmo com tanto tempo de espera: O médico é excelente! Muito atencioso e um jeito muito calmo, seguro e carinhoso de tratar as clientes. Dr Roberto Nogui que atende pela Greenline São Paulo foi um anjo que Deus colocou no meu caminho!

Com 12 semanas e alguns dias, já me sentia melhor das náuseas porém o sono persistia, mas agora um pouco menos que antes. Agora com 14 semanas comecei a me sentir estranha, e no dia da consulta pré natal minha pressão estava alta! 16X10!

Alarme vermelho! Agora ia começar a tomar remédio para controlar pressão, e ele me dava muito, mas muito mais sono que no começo da gravidez!

Veja também: Gravidez da Melissa Parte 2