Você já ouviu falar de gravidez molar ou mola hidatiforme? É uma condição que muitas pessoas nem sabem que existe a possibilidade ou sabem mas não sabem o termo usado. Então, mas o que é gravidez molar ou mola hidatiforme? Depois da fecundação, o zigoto não recebe os cromossomos da mãe, apenas recebe os cromossomos do pai e essas células viram uma bagunça que meio que se forma atrapalhadamente dentro do útero da mãe. Essa bagunça toda é uma deficiência cromossômica, pois nós sabemos que para formar um indivíduo (bebê) é preciso de 23 pares de cromossomos, 23 vindos da mãe e 23 vindos do pai.

O zigoto deficiente dos cromossomos maternos é implantado normalmente, mas ele produz uma quantidade muito alta do hormônio HCG. Esse é um dos sintomas mais comuns da gravidez molar ou da mola hidatiforme. Inclusive a mulher pode perceber as mudanças e chegar a descobrir a “gravidez”. Resumindo, a gravidez molar é uma bolinha de células que carregam apenas os cromossomos paternos.

Quais os sintomas? Hormônio HCG altíssimo para a idade da gestação e algumas vezes pode até ocorrer sangramento.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Conhecer FamiGel!

Como diagnosticar? Uma ultrassom transvaginal e um exame de Beta HCG.

Qual o tratamento? Infelizmente não se tem o que fazer. Por volta da 8ª ou 9ª semana, a tendência é que o corpo da mulher elimine sozinho o embrião com deficiência cromossômica. Em alguns casos é necessário uma curetagem.

O que causa? Não se sabe ao certo, mas estudos a respeito dizem que pode ser que dois espermatozoides fecundem um único óvulo e assim produzem esse zigoto deficiente.

Infelizmente a gente não pode prever essas coisas, meninas. Mas saibam que a natureza é muito sábia. Ela seleciona muito bem antes de deixar a gravidez ir adiante. Nos casos de mola completa é necessário falar com o médico sobre a necessidade de tratar com quimioterapia já que algumas molas são invasoras e podem alastrar. Já no caso da mola parcial não há necessidade de quimioterapia. Com a curetagem feita, a vida pode-se voltar ao normal. Lembre-se que em caso de ter mola completa: não se preocupe a toa, fale com seu médico! Espero ter ajudado!

Veja também: Exame de Gravidez – Beta Quantitativo e Qualitativo Qual a Diferença?l

Foto: TipsTimesAdmin