Gravidez na Adolescência – Riscos e Suas Consequências

A adolescência em si já é uma fase bem complicada e conturbada para se passar e de lidar, ainda mais quando os hormônios começam a borbulhar, e ninguém consegue segurar. Portanto todo cuidado, precaução e aconselhamento são bem vindos para evitar uma indesejável gravidez na adolescência.

A gravidez na adolescência é considerada de risco ate os 21 anos de idade, pois o corpo da menina ainda esta em fase de amadurecimento e desenvolvimento ate esse período e quando ocorrem podem trazer muitas consequências para a vida dos adolescentes em questão, além do fator saúde.

No mundo de hoje, a gravidez precoce tem crescido de forma assustadora, mesmo existindo campanhas e mais campanhas de conscientização na rede pública de saúde e nas escolas em geral, além dos postos de saúde distribuir gratuitamente preservativos e o assunto ser abordado sobre tudo na gravidez na adolescência com tanta clareza.

O aconselhamento dos pais é primordial para essa fase, conversar sem medos e tabus pode ser a melhor forma de prevenir os jovens de acabarem antecipando suas vidas e tendo que encarar uma gravidez na adolescência. Deixando seus sonhos em segundo plano para ter que cuidar da vida que será responsável a partir daquele momento.

IMPORTANTE: Por mais que seja assumido o bebê pelo casal de adolescentes e que afirmem que não se arrependem da gestação. A gravidez na adolescência faz com que percam grandes oportunidades da vida.

Principais Riscos

Além da responsabilidade que terão que adquirir de forma bruta, a gravidez na adolescência tem riscos de saúde, como:

  • Bebê com baixo peso
  • Falta de ferro e anemia profunda
  • Pressão alta

E ainda existe o risco e a dificuldade durante o parto, por se tratar de uma estrutura óssea infantil e ainda não desenvolvida completamente, pode impossibilitar a passagem do bebê no canal vaginal, tendo que apelar para uma cesárea de emergência.

Em que Prejudica a Gravidez Precoce?

No geral os principais fatores que serão prejudicados na vida dos adolescentes é o dos estudos, do profissional e ate mesmo o de conhecer melhor a vida, novas pessoas. Quando ocorre a gravidez na adolescência, alguns deixam de estudar, outros acabam sendo forçados a ter um relacionamento mais serio devido à responsabilidade, outros já optam em abortar e alguns casos até em abandonar o bebê.

Mas 90% dos casos sobram para os avôs cuidarem e assumirem uma responsabilidade que não é deles, enquanto os pais adolescentes ainda querem curtir a vida e viver normalmente como se nada tivesse ocorrido.

Como Prevenir a Gravidez na Adolescência?

Essa é uma fase e um assunto bem complicado para alguns pais de se falar, mas o ideal é que seja feito todo tipo de esclarecimento de dúvidas dentro da própria casa. Se você já nota que sua filha ou filho esta numa fase de paquera, de conhecimento do corpo e com os hormônios transbordando, chegou o momento de convida-lo para se sentar e ter uma boa conversa sobre a vida sexual dele.

Como se cuidar para não pegar possíveis doenças e como se prevenir de uma gravidez na adolescência indesejável e tudo mais que achar pertinente. Muitos adolescentes, principalmente as meninas acabam engravidando por falta de conhecimento e muitas das vezes por ter uma vida sexual ativa escondida de seus pais. Nas escolas aprendem sobre preservativos, anticoncepcionais, mas na prática ficam muitas duvidas de como utiliza-los.

Métodos de Prevenção

Vamos citar alguns pontos importantes que devem ser explicados detalhadamente para os jovens que já tem vida sexual ativa ou que irão iniciar que seguindo com cuidado irão evitar a gravidez na adolescência.

Nos postos de saúde preservativos são distribuídos gratuitamente

Nos postos de saúde preservativos são distribuídos gratuitamente

  • Camisinha – Deve ser colocado do lado correto com cuidado para não entrar ar e evitar que estoure ou fure. Deve ser retirada logo no final do ato sexual e descartada em lixo. A camisinha além de evitar uma gravidez indesejada, evita doenças sexualmente transmissíveis.

  • Pílula anticoncepcional – existem vários tipos e marcas de anticoncepcionais no mercado, deve ser receitado por um ginecologista após consulta.  Deve ser tomada uma pílula todo dia no mesmo horário, não podendo ocorrer esquecimento e ao final da cartela, deixando uma semana de “descanso” para ocorrer à menstruação.

  • Espermicida – Produto vendido em farmácias, que é utilizado para matar os espermatozoides no ato sexual. Deve ser utilizado antes de iniciar a relação sexual e deve ser utilizado juntamente da camisinha

Muitas meninas utilizam o método da tabelinha, coito interrompido e ate mesmo da “duchinha”, mas é comprovado que não se trata de métodos confiáveis e que é possível ocorrer uma gravidez quando utilizados, portanto a utilização desses métodos deve ser como complemento de métodos seguros como os acima citados.

Existe também a pílula do dia seguinte, que deve ser tomada com cuidado e em situações de extrema emergência, como no caso de uma camisinha estourar no momento da ejaculação ou em casos de extrema importância como em um estupro. Mas a pílula deve ser tomada no prazo de ate 72 horas, quanto antes tomar maior será sua eficácia.

A pílula tomada 2 vezes ao mês poderá perder o efeito, assim como tomada com frequência podendo ocorrer uma gravidez normalmente, portanto não é aconselhado a utilização dessa forma. Se os adolescentes estiverem bem instruídos, aconselhados e conscientes dos riscos que correm, a chance de ocorrer uma gravidez na adolescência diminuirá possivelmente.

Pais o que Fazer?

No caso de mãe de meninas, se sentir segurança para isso, porque não visitar um ginecologista com sua filha e tirar todas as dúvidas dela de forma mais clara e segura? Um bom relacionamento de pais e filhos pode evitar grandes transtornos, por mais que o nascimento de um filho seja sempre uma dádiva de Deus. Uma gravidez de forma programada, após realização profissional e vida já estrutura financeiramente é e sempre será muito melhor.

Dúvidas das Leitoras:

Como encarar uma gravidez na adolescência?

A melhor forma de encarar uma gravidez na adolescência é assumindo sua responsabilidade e principalmente comunicar aos seus pais para que seja iniciado o quanto antes o pré-natal. Cada família tem sua forma de reagir mas os cuidados na gestação são fundamentais, então jamais fuja ou adie a noticia da gravidez

Como os pais lidam com a gravidez na adolescência?

Para os pais realmente é uma situação bem complicada, já que os sonhos e planos para seu filho está fugindo do “cronograma esperado”. Cada pai e mãe tem sua forma particular de lidar com a situação. Alguns podem reagir de forma agressiva, outros de ficar sem reação e outros de dar apoio imediato. O ideal é não esperar muito no começo já que qualquer família vai precisar que “caia a ficha” da situação no  começo.

Qual a faixa etária de maior risco de uma gravidez na adolescência?

É considerada gravidez na adolescência gestações em meninas na faixa etária de 10 a 19 anos, sendo de maior risco na idade de 10 a 14 anos devido a falta de preparo do corpo além da estrutura ainda não preparada para desenvolver um bebê. Dos 14 aos 19 anos existem riscos menores porém é a faixa etária de maiores casos de gestação.

Veja também: Namoro na adolescência – Como Lidar com essa Fase?

Foto: austintatious, Shawn Latta