Os pais geralmente se assustam quando se deparam com um quadro médico desconhecido, ainda mais com um nome tão esquisito. Isso é o que acontece quando se tem um diagnóstico de hemangiomas em recém-nascidos.

O que é Hemangioma?

O hemangioma é uma mancha que aparece na pele do bebê após poucas semanas do nascimento e tem coloração avermelhada. Os hemangiomas em recém-nascidos geralmente são do tipo plano e considerados congênitos.

Até o primeiro ano de vida, os hemangiomas em recém-nascidos, tendem a aumentar de tamanho. Conforme a criança vai ficando mais velha pode diminuir e até desaparecer e para tranquilidade dos pais é uma doença sem grandes riscos para a saúde da criança.

Características e Aspecto dos Hemangiomas

É comum os pais chegarem ao consultório questionando o especialista, sobre a mancha que o filho apresenta em determinada parte do corpo. Mas afinal o que é hemangioma?

E a resposta é: trata-se de um tumor benigno e faz parte das anomalias vasculares, são manchas de cor vermelha e de aspecto plano, com o tempo sua característica pode mudar, aumentando de tamanho e engrossando.

Evolução do Hemangioma

Assim como aparecem, também desaparecem com o passar do tempo, em média surgem após algumas semanas do nascimento da criança e continuam a crescer até um ano de idade. Nesta fase ficam inativos, na última fase eles começam a encolher por si só. Quando a criança completa cinco anos a probabilidade é que o hemangioma tenha desaparecido.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!

Os hemangioma em recém-nascidos se apresentam na pele no formato de manchas avermelhadas ou arroxeadas, com aspecto de um tumor compacto, sólido, apresentando uma pequena saliência na pele.

Além da pele, pode ser encontrado também nos órgãos internos, sendo mais comuns no fígado, rins e coluna. Nestes casos é recomendado realizar uma ressonância magnética para acompanhar o problema e confirmar o diagnóstico.

Este Tipo de Tumor Provoca Sintomas?

Este tipo de anomalia na pele, não apresenta sintomas e o diagnóstico é realizado no próprio consultório do pediatra. Geralmente se apresenta em várias partes do corpo, mas são mais acentuados na região do pescoço ou da cabeça.

Causas

As causas do surgimento do hemangioma ainda estão em estudo sendo investigadas pela ciência, mesmo sabendo que tem características genéticas ela tem origem do mau
funcionamento das células, ocorrendo um desequilíbrio na formação do sistema vascular nas primeiras semanas de gestação.

O que acontece é que a célula embrionária se divide antes do tempo, assim os vasos sanguíneos capilares se alastram na superfície da pele, dando características a lesão. Geralmente a lesão não se apresenta logo após o nascimento, mas se apresenta no primeiro mês após o nascimento, o quadro costuma piorar até o primeiro ano de vida e depois melhora sozinho ao longo da infância.

Ainda não há relatos no Brasil exatos de casos sobre o hemangiomas em recém-nascidos, mas estudos relatam que estes casos ficam entre três a dez crianças em cada cem. Também consta nos estudos que este tipo de tumor atinge mais meninas e os bebês prematuros.

Declaram ainda, que as meninas estejam mais predispostas à anomalia que os meninos. O motivo está em terem maior quantidade de hormônios no corpo, que possibilita com maior incidência a falha na divisão das células.

Quanto aos bebês prematuros, a formação vascular é interrompida pelo nascimento precoce e desta maneira o processo natural é interrompido dando oportunidade para o surgimento dos tumores de forma plana.

Riscos à Saúde da Criança?

Não há riscos para a saúde da criança por ser um tumor benigno e também não há possibilidades em virar um câncer no futuro. Mas alguns casos, onde os hemangiomas em recém nascidos exigem cuidados especiais dependendo da localidade do mesmo.

Alguns hemangiomas, dependendo da local em que se encontra chegam a sangrar incapacitando a realização de certas atividades, outro problema é quando a lesão se dá na região dos olhos e acaba prejudicando a visão, ou na região do nariz dificultando a respiração da criança.

Tratamento de Hemangioma

O mais indicado tratamento de hemangioma é tratar o quanto antes desde o primeiro mês de vida, para que no futuro, a criança não sofra com possíveis danos que possam surgir. Geralmente no caso de lesões na fase inicial o tratamento se faz com medicações no local da lesão.

Em estágios mais avançados de grande crescimento é indicado o tratamento com corticóides ou propranolol, estes medicamentos são usados geralmente para diminuir as lesões que cresceram muito e controlar outras para que fiquem inativas inibindo seu crescimento. Se houver necessidade de um processo mais invasivo é indicado o tratamento a laser ou cirurgia.

Casos Mais Delicados

Nos casos mais graves de hemangiomas em recém-nascidos é indicada a cirurgia como tratamento, principalmente quando há complicações quando a lesão dificulta a passagem de ar prejudicando as vias respiratórias ou quando tampa a visão dificultando enxergar ou ainda quando atrapalha a audição. Outra região bem problemática é a região das fraldas, por causa da fricção da mesma as lesões sangram com freqüência.

O importante é não medicar a criança por conta própria, peça orientação do pediatra para que ele indique um especialista para acompanhar a criança. Só o médico especializado pode analisar e diagnosticar corretamente a lesão e orientar sobre o melhor medicamento para o caso.

Geralmente o hemangioma tem cura e o tratamento é recomendado com o crescimento excessivo do tumor, a aparência pode assustar e até representar algo de grave, mas lembre que é uma anomalia congênita e que não tem riscos para a saúde de sua criança. E o melhor não há probabilidade de tal lesão progredir para um câncer de pele.

Veja Também: Doenças de Pele mais Comuns em Mulheres

Foto: wendymathews