Durante a infância é comum que algumas crianças apareçam com nódulos na região da virilha. Esse nódulo pode ser uma hérnia inguinal, e seu aparecimento é mais comum entre crianças do que em adultos, pois de cada 20 crianças que nascem pelo menos uma terá predisposição a ter esse tipo de hérnia, principalmente os meninos e prematuros.

O que é a Hérnia Inguinal?

A hérnia inguinal é uma saliência de consistência mole localizada na virilha em consequência de uma abertura incomum na parede abdominal. A musculatura da parede do abdômen é frágil e a hérnia empurra o intestino que por sua vez faz pressão na parede do abdômen, acarretando assim no seu deslocamento até o canal inguinal.

A hérnia inguinal fica localizada na virilha como um nódulo, como já foi dito, e nessa região fica certa protuberância, principalmente se a criança ficar de pé ou fazer algum esforço físico.

Seu aparecimento é mais comum entre as crianças devido a uma má formação, e por isso que é importante e essencial que as mães fiquem atentas a qualquer coisa que apareça nos pequenos. Procurar um médico é a primeira coisa que se deve fazer ao notar algo de estranho nos corpos dos pequenos.

IMPORTANTE: Durante as trocas de fraldas, banhos e demais cuidados com as crianças a hérnia inguinal é facilmente visualizada, portanto os pais devem sempre estar atentos a sinais no corpo da criança.

Causas da Hérnia Inguinal nas Crianças

Durante a gestação o intestino do bebê não é formado e desenvolvido dentro dele. Até os primeiros três meses da gestação da mulher o intestino do bebê é desenvolvido individualmente, ou seja, do lado de fora do seu corpo, e só depois o próprio organismo dá um jeito de colocá-lo para dentro.

Nos meninos além desse fato sobre o intestino, os testículos são formados dentro do abdômen. É através do canal inguinal que os testículos descem depois de desenvolvidos. Por isso o aparecimento da hérnia inguinal neles é mais frequente, pois os testículos se desenvolvem até o sétimo mês durante a gestação, e logo após o nascimento do bebê o canal inguinal por onde passaram os testículos se fecha ficando somente uma pequena abertura para que o cordão espermático passe, esse orifício é chamado de anel inguinal.

No entanto, o que acaba causando o aparecimento da hérnia inguinal é a abertura inadequada que surge na parede muscular do abdômen, visto que o canal inguinal da parede abdominal é muito frágil. Essa abertura que é a responsável pelo aparecimento dessa hérnia, pois permite que parte do intestino passe por ela, formando assim um nódulo de consistência mole na região da virilha.

Já nas meninas é o ligamento redondo que passa por esse canal, o surgimento dessa hérnia nelas pode não ser tão comum quanto nos meninos, mas isso não quer dizer que elas estejam isentas de não as terem também.

O canal inguinal não se fecha corretamente em alguns casos, pois a área ao redor do anel inguinal é vulnerável. Com isso parte do intestino encontra passagem e se aloja na virilha, e em alguns casos mais seletivos, no caso dos meninos, a hérnia inguinal poderá surgir na própria bolsa escrotal.

Tipos de Hérnia Inguinal

São dois os tipos de hérnias inguinais que mais ocorrem: hérnia inguinal indireta e hérnia inguinal direta. Porém vai depender do seu tamanho, a hérnia inguinal infantil poderá provocar, além de desconfortos, sérias complicações nas crianças. Geralmente quando empurrada com o dedo a hérnia inguinal volta para a região do abdômen ou até mesmo quando a criança se deita.

Entretanto, é importante ficar atento a estes sinais, pois mesmo fazendo isso e ainda assim a hérnia ficar irredutível, isso quer dizer que poderá ser uma hérnia inguinal encarcerada ou estrangulada.

Hérnia Inguinal Indireta

A hérnia inguinal indireta é mais comum entre os homens, principalmente em bebês e os nascidos prematuros. E o que acaba acarretando o aparecimento da hérnia inguinal é a passagem da alça intestinal para o interior do saco escrotal, por intermédio do anel herniário que encontra uma abertura devido a uma fraqueza da musculatura da parede do abdômen.

Hérnia Inguinal Direta

A hérnia inguinal direta se forma na própria parede abdominal enfraquecida e só aparece em pessoas do sexo masculino, essa hérnia surge ao longo da vida. Através da abertura (irregular) na parede do abdômen, parte do intestino que encontra passagem por esse orifício se aloja na bolsa escrotal. A hérnia inguinal é um caso simples de ser tratado e o seu único tratamento é a cirurgia, que geralmente é bastante eficaz.

Hérnia Encarcerada

A hérnia encarcerada ocorre quando um fragmento do intestino ou a própria gordura do interior do abdômen fica irredutível, ou seja, não se move e fica presa na virilha mesmo que o médico tente empurrá-la para que volte para o lugar.

Hérnia Estrangulada

Já a hérnia estrangulada, além de parte do intestino não voltar para o lugar por está imóvel, o tecido daquela região pode ficar comprometido, podendo acarretar danos irreversíveis. Pois o sangue fica bloqueado e não consegue chegar até o local, como consequência o sangue pode gangrenar afetando o tecido daquela região que, se já não estiver morto poderá ser só uma questão de tempo para que isso ocorra.

Por isso que nesses dois últimos casos é necessária uma cirurgia de urgência para a retirada da hérnia inguinal, e principalmente se as complicações chegarem a este último, da hérnia estrangulada, que é ainda mais grave.

Portanto, se suspeitar que o seu filho esteja com uma hérnia inguinal, e esta hérnia se encontra nas condições citadas acima é importante que não hesite em momento algum em procurar um pediatra. A vida da criança poderá está correndo sérios riscos se nada for feito.

Hernia Inguinal

Sintomas

É importante que as mamães prestem bastante atenção em alguns sintomas que podem ser percebidos nas crianças com suspeitas de hérnia inguinal:

  • Saliência de consistência mole na região inguinal;
  • Torna-se visível ao tossir, chorar, pegar peso, fazer força ao evacuar, ou qualquer outro esforço físico;
  • Dor e desconforto na região, principalmente ao fazer algum esforço;
  • Sensação de fraqueza ou pressão na virilha

Portanto ao notar um nódulo saliente na virilha da criança procure logo por um pediatra, pois pode ser uma hérnia inguinal. O único tratamento eficaz é por meio de uma intervenção cirúrgica.

Entretanto, a depender do caso essa cirurgia não deve demorar a ser feita, ainda mais se for uma hérnia inguinal encarcerada ou estrangulada, pois poderá causar danos irreversíveis e comprometer o tecido muscular da região. Logo, assim que diagnosticada, uma cirurgia deverá ser marcada imediatamente para a sua retirada e bem-estar da criança.

Veja Também: Hérnia Umbilical – Por Que Ocorre?

Foto: White77, Agaricpro