Desde que o mundo é mundo o cuidado com o umbigo do bebê logo após o nascimento é motivo de grande cautela e preocupação. Antigamente se enrolava a região do umbigo com uma faixa umbilical que fazia a região ficar firme e protegida de possíveis bactérias e infecções, porém com a atualização e pesquisas relacionadas a esse assunto, os cuidados também foram atualizados. Mas após o coto secar e cair, você nota uma pequena saliência na região. Será culpa dos maus cuidados? Surgiu uma hérnia umbilical devido à falta de higiene ou de cuidados corretos com a área?

Hernia Umbilical é Falta de Cuidados?

Não papais, a hérnia umbilical nada tem a ver com seus cuidados com o umbigo. A hérnia umbilical se trata de uma saliência considerada anormal encontrada na região do umbigo e pode surgir logo após cair o coto umbilical, assim como tempos depois.

A protuberância é tão notável que pode ser vista e sentida através dos dedos, ao apalpar e isso ocorre porque um pedaço do intestino ou algum fluido interno do abdômen se deslocou para a parte superior do músculo, destacando-se no abdômen ou sendo mais precisa na área umbilical.

A hérnia umbilical é um fato comum em ocorrer e não é considerado grave, mesmo trazendo muita preocupação para os papais quando a notam, mas merece cuidados para que não surjam complicações mais graves. É apontada como um problema que atinge cerca de 10 a 20% das crianças em sua primeira fase da vida e possui maiores chances de desenvolvimento em bebês prematuros ou com baixo peso.

Os principais sintomas da hérnia umbilical além-claro da saliência notável é a sensibilidade na área umbilical, além de pequenos caroços que surgem quando de pé e desaparecem quando se deita. Náuseas e vômitos também podem começar a acontecer quando surgir à hérnia.

Bebês podem nascer com hérnia?

Alguns bebês já podem nascer com a hérnia umbilical outros só apresentar os primeiros sinais após cair o coto ou até mesmo surgir ao decorrer dos meses. O coto umbilical após cair tem em torno de 1 mês para cicatrizar totalmente e ficar com a aparência de umbigo normal, caso seja notado uma saliência ou o umbigo não fique como o esperado o pediatra deve ser consultado para avaliação.

Causa da Hérnia Umbilical

A causa do aparecimento da Hérnia Umbilical é devido ao mau fechamento do músculo na região do abdômen. Como o cordão umbilical é ligado a músculos e tecido local e o anel umbilical se fecha antes do nascimento do bebê, o que pode ocorrer é que com o mau fechamento a parede do intestino se desloque por esse espaço, causando a saliência.

Cirúrgia de Hérnia Umbilical

Qual pai e mãe não ficam preocupados em escutar a palavra cirurgia? Ainda mais quando se trata de um bebê que praticamente acabou de nascer. Mas o tratamento da hérnia umbilical consiste simplesmente na cirurgia de reparação que pode ser realizada através da incisão na barriga ou um método mais atualizado que é a laparoscopia que é um procedimento menos invasivo.

Ambos os procedimentos são considerados tranquilos e de fácil recuperação e alcançam 100% de eficácia na solução do problema. A recuperação recomendada é de 2 a 3 semanas, sendo necessário repouso absoluto e com o mínimo de esforço possível.

Uma solicitação um pouco complicada para bebês já maiores e que já andam, mas de extrema necessidade para a recuperação devida. Existem casos que a hérnia umbilical desaparece naturalmente ao passar do tempo, isso nos casos de bebês que nascem com o problema. Alguns pediatras podem até colocar a saliência de volta para seu devido lugar com as mãos durante o exame físico, mas caso não for possível realmente à cirurgia de reparação é necessária.

Riscos se não tratar a Hernia umbilical

Caso o tratamento adequado não seja realizado, complicações mais graves podem acontecer como quando a cavidade abdominal se fecha e a saliência fica para fora impossibilitando seu retorno. Quando isso acontece, o fluxo de sangue para o intestino reduz e pode ocorrer a morte do tecido ou gangrena da região. Esse fato oferece grandes riscos de infecção na área que pode se alastrar por toda região abdominal e apresentar risco de morte.

Veja também: Cuidados com o Umbigo do Bebê

Foto: tresross

_

Caixa de Informações Chave:

  1. Antigamente se enrolava a região do umbigo com uma faixa umbilical que fazia a região ficar firme e protegida de possíveis bactérias e infecções.
  2.  Hérnia umbilical nada tem a ver com seus cuidados com o umbigo. A hérnia umbilical se trata de uma saliência considerada anormal encontrada na região do umbigo e pode surgir logo após cair o coto.
  3. A protuberância é tão notável que pode ser vista e sentida através dos dedos, ao apalpar e isso ocorre porque um pedaço do intestino ou algum fluido interno do abdômen se deslocou para a parte superior do músculo.
  4. Alguns bebês já podem nascer com a hérnia umbilical outros só apresentar os primeiros sinais após cair o coto ou até mesmo surgir ao decorrer dos meses.
  5. recuperação recomendada é de 2 a 3 semanas, sendo necessário repouso absoluto e com o mínimo de esforço possível.