No mundo de modernidades e de total independência feminina que vivemos atualmente, cada dia mais mães deixam a maternidade de lado para seguir suas carreiras e construir seu sonho de realização profissional. Muitas deixam o sonho de ser mãe como segundo plano e as que já possuem seus filhos buscam alternativas para conseguir dar sequencia a sua vida profissional.

As opções antigamente eram basicamente creches, babás, escolinhas, vovôs ou até mesmo algum familiar que havia disponibilidade para esta missão de tanta responsabilidade. Porém, para as mães nunca as crianças eram cuidadas da sua maneira ou da forma que gostariam. O desejo de estar acompanhando cada passo e nova descoberta da vida do pequeno também é um maçante pensamento que todos os dias dói ao deixa-lo para ir trabalhar. Graças a modernidade, o home office foi criado para a alegria das mães preocupadas e das empresas que não gostariam de perder suas boas funcionarias, tão dedicadas e competentes na sua área. No inicio, somente empresas ligadas a Tecnologia da Informação e informática disponibilizavam vagas de home office para seus funcionários, garantindo um atendimento de qualidade com o funcionário dentro de sua própria casa. Mas este tipo de serviço se expandiu para alegria das mulheres e, outras áreas foram se adaptando para esta nova modalidade de trabalho.

Atualmente o home office se adapta ao trabalho de pessoas que decidiram trabalhar por conta ou para aqueles que continuam vinculados a empresa o qual foi contratado. Preparando um local de trabalho confortável e que possa atendê-lo em todas suas necessidades. Mas e quando a decisão é tomada por uma mãe com filhos? Como trabalhar e se dedicar ao mesmo tempo para as crianças? Será mesmo possível se concentrar no trabalho e estar cuidando das crianças? E a resposta é clara e objetiva: sim, mas com muita paciência! Rs Quem dizer para você que é fácil e tranquilo esta mentindo, pode acreditar. Conciliar a atenção ao trabalho com as solicitações constantes das crianças, com o barulho da tv, o desejo de comer algo e com as idas ao banheiro, não é nada fácil. E quando você precisa atender uma ligação de um cliente e seu filho de forma escandalosa te chama para limpa-lo no banheiro? Tudo isso faz parte do home office de uma mãe, porém saber que estão ali na sua vista, sob seus cuidados não tem valor que pague!

Como Conciliar o Home Office com os Cuidados com os Filhos?

Fazer home office requer muita determinação e muita organização, mesmo para aqueles que não possuem filhos. Se você não souber dividir o seu tempo e o seu espaço, tudo irá por água abaixo. Contar com a colaboração de todos da casa é fundamental para conseguir trabalhar sem enlouquecer e conversar com seu companheiro e com seus filhos é o primeiro passo. Deixar claro que não é porque esta em casa que esta disponível 100% e que não poderá sair, passear e fazer o que quiserem quando solicitada. Você tem horários, regras, serviço a ser cumprido e precisa cumprir todas elas para continuar empregada. No começo é mais difícil até que todos se sintam adaptados à nova situação e consigam entender que não é porque a mãe esta em casa que pode ser solicitada a cada 5 minutos e fazer tudo que os filhos pedem.

Para as mães de bebês, a dica é preparar um local confortável ao lado do seu espaço de trabalho. Onde possa trabalhar e ficar de olho enquanto ele brinca, se diverte ou até mesmo quando tira um cochilo. Liste suas prioridades o qual necessita de mais concentração e de silencio e coloque-as em prática durante o período do sono do seu filho. Tente deixar as tarefas menos complicadas e mais fáceis de resolver para o tempo que ele estiver em disputa com sua atenção.

Para os maiorzinhos conversar e explicar que a mamãe esta trabalhando irá ajudar!! Quem sabe montar um mini escritório para ele ao seu lado equipado com bloco de papel, giz de cera e um telefone de brinquedo para ele te imitar? Esta é uma boa saída e que irá garantir boa diversão além de distração por um período. Já para os filhos que tem consciência, já maiores uma boa conversa e uma explicação da nova realidade fará toda diferença. Contar com a ajuda no silêncio da casa como até mesmo na organização da mesma e quem sabe auxilia-la no trabalho e aprender novas funções? Fazer home office com filhos definitivamente não é nada fácil, mas nada que uma mulher não possa enfrentar. Trabalhar, ganhar seu próprio dinheiro e estar perto cuidando e zelando dos seus filhos não tem prêmio melhor, não existe pagamento melhor! Todo esforço, stress e cansaço acaba compensando no final!

Relato de uma Home Office Enlouquecida

Faz uns 4 anos que passei a me dedicar a um projeto que é como um filho para mim. O TF surgiu de um desejo de compartilhar minhas experiências e, aos poucos acabou se tornando meu trabalho. Como o mais fácil neste momento é trabalhar em casa, me tornei uma home office dedicada e de coração!  Quando falo para pessoas que trabalho no conforto do meu lar, ouço sempre muitas coisas, coisas boas e também coisas que mais soam como: Nossa como você é folgada ne? Trabalhar em casa é para quem pode!

O que me passa pela cabeça? As pessoas acham que, por eu trabalhar em casa, simplesmente durmo a tarde toda ou, fico vendo novela o dia todo enquanto brinco de blogar. O que mal sabem é a dedicação extrema que se tem que ter quando fazemos um trabalho home office! Imagine você, ter 3 criaturas de férias em casa te solicitando a todo momento? Não é como o ambiente de uma empresa em que todos que estão alí, tem um proposito em comum, trabalhar. Ser home office é cruel amiga, não se engane! O trabalho que levaria cerca de 30 minutos para ser feito em ambiente do escritório, se torna extensivo à no mínimo 2 horas com tantas interrupções! Costumo comparar o trabalho home office com crianças em casa, com um dia cheio de interrupções no escritório. Fornecedores, telefone, chefe, cliente… A diferença é que todas essas interrupções são feitas pelos filhos ou mesmo por pessoas que pensam que só porque trabalho em casa estou à disposição deles com TEMPO para fazer o que eles julgam não ter só por trabalhar fora de casa.

Há dias em que me pergunto se é a melhor opção trabalhar em casa. Botando na balança para mim neste momento é a melhor coisa que poderia acontecer. Consigo acompanhar meus filhos no dia a dia, educar e aconselhar. Me dedicar quando estão doentes e ao mesmo tempo trabalhar quando há uma folga. Porém algumas vezes o stress de não ter horário para entrar nem para sair me consome. No final, mesmo enlouquecida, eu amo o que faço e procuro me dedicar cada dia mais. Conforme as crianças crescem, se torna muito mais fácil trabalhar em casa, porém as interrupções não terminam nunca…

Patricia Amorim, 35 anos, mãe de 3 filhos de sangue e 3 filhos de 4 patas, home office há 4 anos e enlouquecida neste mesmo tempo.

Veja Também: Profissão? Mãe em Tempo Integral Sim Senhor!

Fotos: Lea Latumahina, Acervo Pessoal TF