Infertilidade Feminina – Quais são as Causas?

É natural toda mulher sonhar em ter filhos e constituir sua família e mais normal ainda é ocorrer à infertilidade feminina. Estudos comprovam que a infertilidade ocorre em torno de 15% dos casais e mudando os pensamentos antigos, o problema nem sempre é da mulher. Hoje em dia é comprovado ate mesmo pela alta procura de especialistas, que grande parte da infertilidade dos casais parte também do homem e só pode ser descartado após exames avaliatórios da qualidade do espermatozoide.

Sistema reprodutivo feminino

Sistema reprodutivo feminino

Normalmente especialistas solicitam que o casal aguarde e continue mantendo relações sexuais no prazo médio de 12 meses, dispensando o uso de preservativos e qualquer outro método anticoncepcional para verificar se a gravidez não ocorre naturalmente, dispensando a hipótese de infertilidade feminina e a masculina. No caso de mulheres com idade superior a 35 anos de idade o prazo é reduzido para seis meses de espera, e caso não ocorra à gestação nesse período solicitado pelo especialista, serão solicitados os exames primeiramente para verificar os possíveis motivos da infertilidade feminina.

Obviamente existem mulheres que já possuem problemas evidentes ou que já tem conhecimento, alguns que enfrentam desde a adolescência como, por exemplo, a endometriose e por isso tendem a ter uma dificuldade maior para engravidar normalmente. Nesse caso um medico especialista deve ser procurado, e ser iniciado tratamento para reversão da infertilidade feminina que pode ocorrer às vezes em poucos meses.

Principais Causas da Infertilidade Feminina

Para que uma mulher consiga engravidar e gerar uma criança de forma saudável, é necessário que todo seu sistema reprodutivo esteja em perfeito funcionamento, obviamente que do parceiro também. Os principais fatores da infertilidade feminina são problemas no útero e ligados a ele, como:

Existem outras situações também como uma possível alteração no muco cervical que impossibilita a passagem de espermatozoides e o fator idade também, que podem atrapalhar a realização desse sonho. Outro problema apontado pelos médicos é quanto ao hábito de fumar, que pode causar infertilidade feminina quanto à masculina. O tabaco além de causar tantos outros problemas na saúde, pode diminuir a fertilidade da mulher, interferindo na fertilização e ate mesmo no processo de implantação do óvulo recebido.

Por isso é aconselhado que mulheres fumantes que parem de fumar pelo menos 2 meses antes de iniciar os treinos para engravidar, dessa forma terá sua fertilidade normalizada e poderá gerar um bebê saudável. Dentre todos esses fatores da infertilidade feminina, existe um ponto conhecido como falha diagnóstica e que pode ocorrer em alguns casos, conhecido como ISCA ou também como infertilidade sem causa aparente. Após analise de todos os exames solicitados pelo medico não é conseguida dar nenhuma resposta e causa para a infertilidade feminina da paciente.

Pode ocorrer um diagnóstico de infertilidade sem causa aparente, em casos de exames realizados inadequadamente ou até mesmo por analise incorreta do especialista, portanto é aconselhada a repetição dos exames para uma comprovação do diagnóstico. Caso não seja solicitado ou o especialista não ache necessário, procure outro que poderá repetir os exames e ate mesmo fazer uma investigação mais profunda e possivelmente encontrando à causa para a infertilidade feminina e iniciando o tratamento adequado para o problema encontrado.

Veja também: Trompas Obstruídas ou com Aderência – é Possível Engravidar Assim?

Foto: NCSSM