Antigamente, o papel dos pais era determinado socialmente com seus papeis bem definidos. A mãe se dedicava aos cuidados da casa e da criação dos filhos, enquanto isso o pai, o homem da casa ia em busca do sustento e de prover todas as necessidades financeiras da família. Com o passar dos anos e das conquistas femininas, as mulheres deixaram o avental da cozinha para conquistar o mundo e sua vida financeira. Com isso, a inversão de papéis está se tornando cada dia mais comum, onde mulheres saem para trabalhar e o pai fica em casa com os filhos.

As responsabilidades financeiras já se tornaram obrigação de maioria dos casais, que dividem despesas, finanças e sonhos. Como o salário do homem normalmente é o maior, a renda da esposa sempre vem para complementar as finanças da família. Porém, esse quadro também tem sido alterado na atualidade e muitas mulheres têm conquistado crescimento profissional e altos salários, que ultrapassam os de seus maridos.

Colocando na balança as contas, necessidades, responsabilidades e até mesmo gastos para manter os dois na rua trabalhando e escola integral ou alguém para cuidar dos filhos. Muitos casais chegam à conclusão que gastariam menos com um dos dois em casa. Até a atenção com os filhos é colocado em discussão, já que com os dois trabalhando integralmente e se dedicando 100% ao trabalho fica bem difícil acompanhar o crescimento dos filhos e dar a atenção que eles precisam.

Antigamente, essa era uma decisão bem fácil de ser tomada! A mãe abria mão de sua carreira profissional e voltava a se dedicar a sua rotina de dona de casa e mãe 24 horas sem questionar. Mas se seus ganhos são iguais ou até ultrapassam os do marido, porque não trocar os papéis? E assim surgiu a inversão de papeis da atualidade, onde cada dia mais vemos homens abrindo mão de suas carreiras profissionais ou adaptando seu trabalho em home Office para acompanhar o desenvolvimento e educação dos filhos.

Como Adaptar-se a Essa Nova Rotina?

Quando pensamos em homens em casa, logo pensamos como ficará a arrumação, as refeições e os cuidados com as crianças? Apesar da boa fama de boas cozinheiras serem das mulheres, os maiores e mais conhecidos chefes de cozinha são homens, já perceberam? Homens podem até ter serem conhecidos como bagunceiros, mas quando se empenham em algo deixam as mulheres no chinelo, principalmente com os cuidados da casa. Se o casal sentou, conversou e entrou em acordo sobre a situação, porque não tentar não é mesmo?

Não é uma decisão fácil, ainda mais se o homem abrir mão de seu trabalho e a renda familiar cair. Mas quando é decidido, revela o quanto o casal está aberto a tentativas fora dos padrões colocados como tradicionais, visando à saúde e a qualidade de vida familiar. Se tanto a mãe, como o pai se sentem confortáveis com essa decisão existe grande chance de ter sucesso na nova rotina. Quanto às crianças, tudo é adaptável desde que os pais encarem e ajam de maneira natural.

No caso de decisão forçada como é em uma situação de desemprego do pai, a nova rotina temporária ou não pode ser um pouco mais complicada. Enquanto não consegue uma nova recolocação no mercado, a mãe toma a frente da situação e da casa e vai à luta enquanto o pai assume as responsabilidades que seriam dela dentro de casa. Alguns homens podem ficar bem incomodados com a situação, já outros pegar gosto pela nova função, observar a qualidade de vida que proporciona aos seus filhos e se tiver funcionando com a mãe, dar continuidade tranquilamente.

Se o pai não vai conseguir continuar com suas funções profissionais dentro de casa e sua renda reduzirá no orçamento familiar, falar abertamente sobre as novas condições com os filhos é uma maneira saudável de ensiná-los. Novas regras e nova rotina irão se iniciar, portanto as crianças precisam estar cientes e entrosadas na nova vida. É uma ótima maneira de ensinar aos filhos que estamos dispostos a mudanças a todo tempo e que às vezes é necessárias escolhas para que novas situações sejam vividas. Abrir mão de algo, para que venham novas coisas e novas histórias!

De outro lado, o casal, mas principalmente o homem terá que lidar com seu emocional e com os comentários alheios. Já que o homem ficar em casa não está dentro dos padrões exigidos e impostos pela sociedade. Não queira fazer o papel de mãe, seja O PAI afinal tem as mesmas responsabilidades e cuidados que a mãe tem. Se está disposta a quebrar regras e tem o apoio da sua família, viva o novo momento e mostre sendo feliz com sua família que sim é possível a inversão de papéis e o pai cuidar dos filhos enquanto a mãe trabalha fora.

Veja Também: O Que é Alienação Parental – Como Lidar com a Situação

Foto: miapowterr