Quando se escuta que uma mãe não quer visitas após o nascimento de seu filho, muitas pessoas a julgam como “chata”, “enjoada” e até outros títulos que não convém repeti-los. Porém, o que pouca gente sabe é que esse comportamento é chamado de lua de leite e é altamente benéfico para mãe e bebê.

O Que é Lua de Leite?

Lua de leite, assim como a lua de mel, é um tempo em que mãe e bebês ficam juntos sem interferência de visitas e pessoas demais. Depois de 9 meses de espera é hora de mãe e filho se conhecerem.

Para o bebê é um mundo completamente novo daquele que conhecia dentro do ventre materno. Sons, cheiros, luzes, que o assusta, o faz ficar confuso. Para a mãe, sensações novas, dores, amamentação, os cuidados com o bebê.

A lua de leite é o momento em que ambos se conhecem, se tocam, estão pele a pele. Sentindo o novo, o desconhecido e aprendendo juntos. A última coisa é pensar nas visitas, na casa arrumada ou até mesmo no cabelo penteado.

Quanto Tempo Dura a Lua de Leite?

Não existe tempo definido para a lua de leite, porque isso varia muito de uma mãe para outra, podendo variar de um a três meses. Sabendo disso, é sempre interessante pedir para a mãe avisar quando estiver mais adaptada e preparada para receber visitas.

Benefícios da Lua de Leite

Os benefícios da lua de leite são muitos, tanto para o bebê quanto para a mamãe, já que é um momento em que ambos se conhecem e aprendem um com o outro.

O contato pele a pele é indispensável no fortalecimento do vínculo entre mãe e bebê e que ocorre com muita intensidade no primeiro mês de vida do filho, principalmente quando se trata da amamentação, por isso o nome lua de leite foi dado à essa fase.

Com apenas um mês o bebê também está na exterogestação, fase em que ele se sente muito confortável ao lembrar o estágio na barriga da mamãe. Sendo assim, o toque da mamãe fará com que o filho se sinta mais acalentado e seguro para viver fora do útero materno.

O Que Posso Fazer na Lua de Leite?

  • Nas primeiras semanas, uma mãe precisa ser dispensada de todas as responsabilidades além de alimentar o bebê e cuidar de si mesma. Não hesite em aceitar a ajuda durante essa fase. o período pós-parto, o papai pode preparar refeições, anotar recados, ou ajudar a cuidar de outras crianças.
  • Tenha o máximo de sono possível. O bebê pode acordar a cada duas a três horas para se alimentar. Durma quando o bebê dorme. Isso pode ser apenas alguns minutos de repouso várias vezes ao dia, mas esses minutos podem se somar.
  • Tenha a cama do bebê perto da sua para o alimentar a noite. As vezes algumas mães na lua de leite aderem a cama compartilhada, mas é preciso lembrar que os cuidados devem ser redobrados caso essa pratica seja a escolhida. Muitos bebes podem sofrer SIDS (Sudden Infant Death Syndrom) ou Síndrome da Morte Súbita Infantil.
  • Manter uma dieta saudável para se recuperar mais rápido e de quebra aumentar a produção de leite. Aumente a ingestão de grãos integrais, vegetais, frutas e proteínas. Também deve aumentar a ingestão de líquidos, especialmente se estiver amamentando.
  • Passe todo o tempo possível com o bebê, afinal é para isso que serve a lua de leite. Observe cada detalhe, cada gesto que ele fizer. Conhecer o bebê é fundamental para perceber qualquer problema que venha a ocorrer e agir de maneira rápida.

Lua de Leite é o Mesmo Que Quarentena?

Olhando pelo lado prático, não dá para definir onde começa uma e onde termina a outra. Teoricamente a lua de leite é o momento de criar vínculo com o bebê e ficar o máximo de tempo com ele, mas nesse entremeio há todo o cuidado que é necessário para uma boa recuperação e conhecimento tanto para a mãe como para o bebê (quarentena).
Então, é bastante difícil perceber essa tênue mudança a não ser pelos termos utilizados.

Quarentena

Em definição, quarentena, resguardo ou puerpério são as designações atribuídas ao período que decorre entre a expulsão da placenta (3ª fase do trabalho de parto) e as primeiras seis a oito semanas pós-parto.

Assim como na lua de leite, além dos cuidados ao bebê, a mãe precisa de cuidar de si própria. Em breve, o seu corpo vai retomar à forma anterior à gravidez, a produção hormonal estabiliza, as dores vão passar e ela vai se sentir com mais energia.

A quarentena é um momento de mudanças, de volta ao normal. Essas mudanças produzidas durante a gravidez, especialmente as físicas, são principalmente transitórias, portanto, as mulheres que durante a gravidez mantêm uma dieta balanceada e não engordam muito sabem que depois do parto podem recuperar sua vitalidade e seu físico de antes.

Um dos aspectos positivos da quarentena é a involução do corpo. O corpo retorna à sua forma natural em pouco tempo, uma vez que deu à luz ao bebê. O útero, por exemplo, retorna às suas medidas naturais (6,5 cm e 60 gramas de peso) quando durante a gravidez mede aproximadamente 32 centímetros e pesa cerca de 1000 gramas.

Isso faz com que haja a retomada da vida intestinal correta. Antes do bebê, durante a gravidez, a maioria das mulheres tem perdas de urina porque o bebê pressiona a bexiga e também constipação intestinal pois os hormônios deixam o trato intestinal mais lento.

Além disso, o retorno da secreção vaginal permite que a mulher tenha sexo de forma mais eficaz e sem dor. É importante saber que durante a quarentena também há chances de engravidar.

A quarentena, apesar de ser um período necessário e obrigatório para a mulher após o parto, também supõe algumas consequências negativas que tornam essas semanas difíceis para a nova mãe.

Durante esse período, a mulher às vezes atravessa a chamada depressão pósparto. Este sentimento de tristeza vem depois de sentir que ela não tem mais o bebê dentro da barriga, e ver que seu corpo não é mais o mesmo.

Algumas dessas alterações mais significativas são, o aumento de peso, o tamanho dos seios, as rachaduras nos mamilos resultantes da amamentação, a pele com estrias e flácida depois de ter barriga esticada.

Essas mudanças fazem a mulher não se sentir bem, nem bonita, muito menos segura. Em muitos casos, após o parto, ela adota uma atitude negativa em relação a essa nova situação e pensa ser impossível retornar à aparência que tinha antes da maternidade.

A lua de leite e a quarentena são períodos extremamente importantes para a nova mãe, portanto, não deixe que críticas que sejam construtivas tornem esse momento de descobertas e recuperação negativo.

Veja Também: Dificuldades Iniciais e Soluções para o Aleitamento Materno
Fotos: Petr Kratochvil