O sistema imunológico do ser humano é algo delicado e que pode nos surpreender muitas vezes. Apesar de ser um sistema totalmente voltado para nos proteger, ele pode apresentar falhas e nos causas diversos transtornos muitas vezes. Não são desconhecidas as doenças autoimunes e que podem trazem algum malefício para nós que vão desde simples manchas na pele como o vitiligo até problemas mais sérios como a psoríase, o lúpus e até mesmo a esclerose múltipla.

Dentre essas, talvez o lúpus se destaque como uma das mais conhecidas e também temidas. Mas quais são as verdadeiras consequências que essa doença pode nos trazer? Quais são as suas causas e os sintomas?

O que é Lúpus?

Lúpus é uma doença crônica e autoimune, ou seja, uma doença que não tem cura e que tem origens no próprio corpo. Apesar de não ter nenhuma causa conhecida e evidenciada, o lúpus aparece muito mais em mulheres jovens e em pessoas negras ou mestiças.

A doença é caracterizada pelo excesso de produção de anticorpos pelo corpo, fazendo com que esses anticorpos acabem resultando em um mau funcionamento do sistema imunológico, já que esse excesso acaba sendo considerado um perigo pelo nosso organismo, que ataca os próprios anticorpos.

Isso pode resultar em problemas em diversas partes do corpo, mas acabam atingindo na maioria das vezes os rins, as articulações, o cérebro e a pele da pessoa que sofre da doença.

Tipos de Lúpus

Existem três formas que a doença pode se manifestar, são elas:

  • Lúpus Eritematoso Sistêmico
  • Lúpus Induzido por Medicamentos
  • Lúpus Discoide

Vamos falar mais profundamente sobre cada um desse tipos e quais são as principais diferenças entre eles.

Lúpus Eritematoso Sistêmico

Esse tipo de lúpus normalmente provoca a infecção de vários órgãos do corpo. Os sintomas dessa forma de manifestação da doença vão depender dos órgãos que estão sendo atacados, podendo ser o coração, os rins, o cérebro a pele, as juntas ou alguma combinação desses órgãos citados.

Lúpus Induzido por Medicamentos

Alguns tipos de medicamentos ou até mesmo drogas podem provocar inflamações muito parecidas com a que o lúpus causa. Embora seja preocupante, esse tipo é simples e acaba sendo curado com o simples fim do uso do medicamento que está causando a inflamação.

Lúpus Discoide

Esse tipo de lúpus causa inflamações apenas na pele, não afetando outros órgãos. Ainda assim, existem casos onde esse tipo de doença pode evoluir para o lúpus eritematoso sistêmico e atingir outros órgãos do corpo humano.

Principais Causas de Lúpus

Apesar de não podermos evidenciar nada concreto que cause o lúpus, é sabido que é uma doença autoimune causada por mutações genéticas. A causa dessas mutações é que é desconhecida e por isso se diz que não há muitas formas de prevenir que a doença se manifeste.

Essas mutações ocorrem normalmente ainda dentro da barriga da mãe e por isso é comum que algumas pessoas apresentem sinais da doença ainda crianças. Mesmo assim também é possível nascer sem essa mutação e a desenvolver ao longo da vida, mas as causas dessa mutação ainda são muito desconhecidas para nós.

Sintomas de Lúpus

Os sintomas de lúpus podem variar dependendo do tipo da doença e da gravidade em que ela se encontra. Ainda assim, podemos indicar alguns como os principais sintomas da doença como:

  • Manchas vermelhas no rosto em formato de asas de borboleta
  • Falta de ar
  • Pequenas feridas na pele
  • Perda de memória
  • Problemas de concentração
  • Febre muito alta
  • Sensibilidade à luz do sol
  • Fadiga
  • Inchaços
  • Queda de cabelo
  • Feridas na boca

É importante lembrar que não é porque alguém apresenta um ou dois desses sintomas que a pessoa desenvolveu lúpus, mas quando eles aparecem é importante procurar um médico para ter certeza de que se trata da doença ou não.

Como é Feito o Diagnóstico de Lúpus?

Por apresentar sintomas tão distintos e que podem variar de pessoa para pessoa, além de também se confundirem com sintomas de possíveis outras doenças, o diagnóstico do lúpus não é fácil de ser feito.

Um médico pode pedir uma série de exames que vão desde um hemograma até uma biópsia renal, passando por radiografias e exames de anticorpos para verificar a existência ou não da doença.

Tratamento Para Lúpus

O tratamento para lúpus pode ser feito de diferentes formas e precisa ser constante, uma vez que não existe cura para lúpus. O tratamento serve para que a pessoa possa viver uma vida comum e tranquila mesmo com a doença, além de também aliviar os sintomas. Algumas da principais formas de tratamento da doença são:

  • Anti-inflamatórios.
  • Corticoide para as lesões cutâneas.
  • Imunossupressores.
  • Medicamentos que bloqueiam o crescimento celular, esses usados apenas em casos mais graves.

Apesar de parecer algo muito difícil de ser enfrentado, há tratamento para lúpus e uma pessoa pode viver bem convivendo com a doença. É claro que, como qualquer outra doença, existem as limitações e diversos cuidados que precisam ser tomados por essas pessoas, mas nada que as impeça de viver uma vida plena e também nada que limite demais as atividades cotidianas delas.

Doenças como o lúpus podem aparecer em todo tipo de pessoa, apesar de existirem os grupos de risco e nós precisamos estar atentos para tratar da doença o mais rápido possível, para que as consequências que a doença traz sejam as menores possíveis.

Veja Também: Síndrome de Hellp – Causas, Sintomas e Tratamento
Foto: Doktorinternet