Dar ou não mamadeira de madrugada – essa é a questão. Os especialistas concordam que, se o bebê tiver menos de 6 meses de idade, é preciso alimentálo sempre que acordar à noite.

Mas, uma vez que tenha passado a marca dos 6 meses, o ideal é não associar a alimentação do bebê com ele indo dormir. O objetivo é separar a alimentação do sono, de modo que, se o bebê acordar, ele não precisará do peito nem de uma mamadeira de madrugada para voltar a dormir.

A esta idade, tanto o bebê que é amamentado no peito, quanto o que recebe fórmula já começou com a introdução alimentar, portanto sua nutrição durante o dia é suficiente para que ele não precise se alimentar à noite.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Grávida após 4 anos! Faça como Alyne
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Clique no play e conheça meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Conhecer FamiGel!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!

A Mamadeira de Madrugada Atrapalha o Sono?

Vários problemas na rotina do sono serão mais prováveis se a mãe continuar a amamentar ou dar uma mamadeira quando a criança acorda durante a noite.

Se a criança tem dificuldade em adormecer ou acorda muito à noite, é fácil adotar o hábito de usar comida ou uma mamadeira de madrugada para tranquilizá-la, mas nessa idade, as crianças não precisam de uma sobrealimentação durante a noite, então a prática não é aconselhável.

Como Parar com a Mamadeira de Madrugada? (h2)

Qualquer pai que testemunhou o caso de amor entre seu bebê e a mamadeira sabe que a segurança é o principal apelo para que ele peça uma. Os pediatras recomendam deixar a mamadeira completamente ao longo do primeiro ano, ou
no máximo até 18 meses. Assim que a criança aprenda a tomar em um copo, ela não precisará mais usar uma.

No entanto, não estamos falando do desmame definitivo, o bebê é capaz de diferenciar a rotina do dia e da noite, por isso não é preciso desmamá-lo por completo para que ele deixe de solicitar a mamadeira de madrugada, uma vez que por causa dela exista uma enorme diferença na qualidade do sono da criança e consequentemente de seus pais.

Principais Dicas

O primeiro passo para que se tenha êxito nessa tarefa é:

Capriche na alimentação do dia – Quando o bebê mama à noite, naturalmente ele ingere menos calorias durante o dia. Isso é um ciclo vicioso, porque faz com que sinta fome durante a madrugada. Para tirar a mamadeira de madrugada é importante se certificar de que o bebê está bem alimentado, assim, os pais ficarão mais tranquilos quando ele solicitar o leite e não for dado.

Mas então como quebrar esse ciclo? Uma boa opção é diluir a mamadeira que ele toma quando acorda, por algumas semanas. Coloca-se cada vez mais água e menos leite, dessa forma, o bebê continua mamando o mesmo volume de líquido, mas ingerindo uma quantidade menor de calorias à noite, o que fará com que ele coma melhor durante o dia.

Tente fazer o bebê relaxar ao máximo antes de dormir – dê um banho gostoso, faça uma massagem, mantenha a rotina. Isso pode fazer com que naturalmente a criança deixe de acordar durante a noite, o que acabe com a mamadeira de madrugada.

Troque o objeto de conforto – para os menores, pode ser apenas um paninho de boca; para os maiores, um bichinho de pano. Ter um objeto que dê segurança ao bebê ajuda na retirada da mamadeira de madrugada, porque ele consegue se acalmar mais facilmente sem o peito ou a mamadeira.

Remova gradualmente a mamadeira – Eliminar as mamadeiras menos importantes pode facilitar o processo. Geralmente retira-se as do meio do dia primeiro, logo após a mamadeira de madrugada e por último a mamadeira da manhã, pois essa acaba fazendo parte do café da manhã.

Mesmo que a criança peça uma mamadeira e pareça tomá-la com sede, a mamadeira de madrugada é uma maneira de se sentir segura e não porque está de fato com fome.

Aceite o ritmo da criança – Para uma criança fortemente ligada à sua mamadeira como um objeto de conforto, uma abordagem gradual pode ser muito agonizante, pois ela já pode ter associado a mamadeira de madrugada com a volta do sono. Uma retirada súbita pode ser dolorosa para todos, mas pode ser o método mais eficaz.

Alguns especialistas em educação e comportamento infantil dizem que, se a criança chora apenas por um curto período de tempo, deixe-a chorar até que ela adormeça. Depois de algumas noites, é provável que esqueça completamente da mamadeira de madrugada, mas, se depois dessa experiência a criança não se acalmar é importante conversar com o pediatra e verificar os hábitos de sono da criança.

Não há nenhum problema em dar à criança uma bebida ou algo para comer antes de dormir. Na verdade, isso pode ajudá-la a adormecer. Se ainda possuir uma mamadeira, os pais poderão substituí-la por um copo de transição nesta fase.

A mamadeira de madrugada pode ter suas vantagens como acalmar a criança na hora mais delicada da noite, mas existem desvantagens também, não permitindo que a criança aprenda a adormecer por conta própria.

Cuidado com os dentinhos – Outra desvantagem da mamadeira de madrugada são as cáries. No entanto, não serão um problema para crianças com menos de um ano de idade, quando o bebê só tem alguns dentes (aproximadamente oito dentes aparecem entre seis e doze meses, quatro dentes da frente superior e quatro dentes da frente inferiores, que são os mais fáceis de escovar).

A maior parte das cáries dentárias apelidadas de “cárie de mamadeira” ocorrem em crianças entre um e dois anos de idade que se recusam a desistir de sua mamadeira de madrugada.

É também nessa idade que os pais precisam ser mais vigilantes sobre higiene dental. Aos dois anos de idade, o bebê terá aproximadamente 18 dentes e aos dois anos e meio terá o conjunto completo de 24 dentes.

Tirar o seu filho da mamadeira de madrugada geralmente envolve erros e acertos, e muitas vezes às lágrimas. Mas aqui está a boa notícia: uma vez que decidir sobre um plano e insistir nele, você obterá resultados.

Importante: O conteúdo aqui, deve ser considerado apenas como opinião. É necessário buscar o conselho direto de seu próprio médico em relação a quaisquer questões ou problemas que possa envolver sua própria saúde ou a saúde de outros.

Veja Também: Dar Chupeta ou Não – Eis a Questão
Fotos: SofiLayla