Quando falamos em tentantes, imediatamente vem à nossa mente a imagem de uma mulher que está tentando engravidar, mas muitas vezes esquecemos que o homem também faz parte desse processo. E como essa é uma aventura que se faz acompanhado, é necessário também falar das condições que envolvem o marido tentante, dos principais problemas que podem surgir nesse sentido e de qual é o papel do homem ao lado de sua mulher na hora de tentar ter um bebê.

E para entender essa distinção de papeis, é necessário entender o que se considera comum na sociedade e porque isso se tornou uma questão tão complexa.

A Fertilidade do Homem e a Responsabilidade

Pode-se dizer que fertilidade é um tabu no meio dos homens. Muitos não falam sobre o assunto e outros tantos não admitem que não conseguiram engravidar suas parceiras. Essa prática acabou se tornando um problema, pois, ao longo do tempo, criou-se uma cultura de que a mulher é a maior responsável pela fertilização, diminuindo a responsabilidade que o homem tem nesse processo.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Especialistas afirmar que em 40% dos casos de infertilidade de um casal, o problema está no homem, em outros 40% o problema está na mulher e 20% dos casos é simplesmente incompatibilidade genética, ou seja, “culpa” dos dois.

É claro que mulheres acabam sofrendo mais com esse tipo de problema por conta das questões que surgem com a idade. Um homem, na teoria, pode ser fértil por toda sua vida adulta até a morte, já uma mulher sofre com diversas transformações que vão fazendo com que ela tenha cada vez mais dificuldades de engravidar com o passar dos anos.

Porém, deixando a questão biológica de lado, o que deve haver entre o casal é companheirismo. A responsabilidade deve ser dividida, assim como os momentos bons e ruins que tanto as mulheres quanto os maridos tentantes passam normalmente.

A Importância do Companheirismo

Quando um casal decide ter um filho, eles também estão decidindo dar um passo além em sua vida juntos, criar uma nova vida e gerar uma família de verdade. E por mais que as responsabilidades pareçam recair muito sobre a mulher – isso por conta de questões sociais e culturais – a verdade é que os dois têm um papel importante e fundamental para que isso dê certo e não se trata apenas da parte da fertilidade.

O ser humano não é um dos animais mais férteis, o que significa que frustrações podem ocorrer na hora de ter um filho. E a frustração pode ser muito maior para a mulher, não apenas por conta das questões sociais que já citamos, mas também porque é ela quem carrega a criança e, qualquer acidente que possa ocorrer pode fazer com que ela se sinta culpada por não ter tido sucesso na tentativa.

Nesse sentido, o papel de um marido tentante é de demonstrar o verdadeiro companheirismo, já que é um momento bastante delicado e difícil para os dois. O casal deve encontrar soluções juntos, seja a ajuda de um médico para ajudar nesse sentido ou algum tipo de método alternativo.

O mais importante é que o casal se mantenha unido e que um apoie o outro emocionalmente, porque essa fase pode ser dolorida, mas a alegria sempre acaba aparecendo.

Ajuda do Marido Tentante na Prática

Já que a fertilidade de uma mulher é muito mais complexa que a de um homem, dependendo de alguns recursos para calcular o seu período fértil, por exemplo, o marido pode ajudar a mulher de outras formas.

Não é incomum, por exemplo, ver o marido fazendo a tabelinha da esposa, o que pode ser uma ótima ideia. Hoje em dia existem diversos aplicativos que ajudam a mulher a entender melhor quais são os melhores dias para a fecundação e até mesmo os horários.

Existem diversas outras maneiras que os maridos podem auxiliar, seja ajudando a medir a temperatura basal da mulher todos os dias ou simplesmente a acompanhando nas consultas com o ginecologista e tirando suas dúvidas com ele também.

Visitas ao Médico – O Homem e a Mulher

Apesar de possuírem funções diferentes e complementares, tanto o homem quanto a mulher podem apresentar problemas de fertilidade e dificuldade para ter filhos. E exatamente por isso os dois devem sempre manter os exames em dia, principalmente quando percebem algum problema para ter um bebê.

Por mais que os dois desempenhem funções diferentes e até mesmo desproporcionais na hora de gerar um bebê, se existe algum problema com o homem, é necessário que este seja tratado o mais rápido possível para que o casal consiga continuar tentando ter um bebê.

Se apenas a mulher se preocupar em tratar de sua fertilidade e esperar apenas o apoio do marido, o problema pode nunca ser resolvido. E um casal precisa estar muito bem conversado também nesse sentido.

O companheirismo e o respeito mútuo são palavras-chave na relação entre uma mulher e um marido tentante. E é nessas palavras que uma relação deve se basear para que o processo de tentar ser um filho seja uma fase prazerosa e que por mais que problemas apareçam, que eles possam ser resolvidos de forma tranquila e harmoniosa.

É importante lembrar que o ambiente precisa estar tranquilo, já que o estresse também é um fator que pode atrapalhar tanto na hora de tentar ter o bebê, quanto na gravidez. Por isso, é sempre bom ter em mente de que ter um filho vai ser uma experiência maravilhosa e única e não deixar que isso vire algo que estresse o casal ou que cause algum tipo de conflito.
E a vida precisa seguir assim, com um ajudando o outro em todos os momentos desde a gestação e por toda a criação do filho ou filha.

Veja Também: Marido de Tentante – Como Segurar a Barra dos Treinos?
Foto: Min Na