Dentistas são profissionais que trabalham muitas vezes quando uma pessoa está sofrendo de dores fortes, o que, invevitalmvente, faz com que elas os associem a tais dores. A visita ao dentista com regularidade é extremamente importante para que você evite que esses problemas ocorram ou então que eles causem consequências ainda piores. Ainda assim, muitas pessoas possuem medo de dentista. Mas por que será que isso acontece? E como superar esse medo? Se essa é uma dúvida que você também possui, leia o texto até o fim e confira todas as informações que vamos trazer para você!

Por que pessoas têm medo de Dentista?

Medo é um tipo de sentimento que não é fácil de ser explicado. Ele pode ter suas origens em diversas fontes e em diversos momentos da vida de uma pessoa. Porém, quando falamos mais especificamente sobre medo de dentista, é muito comum ouvirmos histórias de traumas de dentista, de tratamentos que foram malsucedidos ou mesmo de associação de um momento de muita dor com esse profissional, como já dissemos.

Também é muito comum vermos pessoas que têm medo dos aparelhos que dentistas usam, como o alicate, o aplicador e os cortantes, por exemplo. Porém, é importante saber que o medo não é exatamente da consulta em si, mas do que ela pode te causar. O medo de arrancar um dente, por exemplo, é muito mais o medo da dor que esse processo pode te trazer do que do próprio alicate.

Se você possui fobia de dentista, é importante investigar e entender por que isso ocorre. Esse é o primeiro passo para que você possa superar esse medo e conseguir tratar seus dentes de uma boa maneira.

Como superar o Medo de Dentista?

Existem muitas técnicas de superação de medo que podem ser adotadas ou adaptadas a esse tipo específico de medo. Porém, como já comentamos no texto, é importante que você saiba qual é a origem da sua fobia e reflita sobre ela. Faça alguns questionamentos para si mesmo, como:

  • Do que eu realmente tenho medo? É da dor? É de ter o contato com esse tipo de profissional? É do incômodo que certos aparelhos me causam?
  • Será que eu realmente devo ter medo disso?
  • Quais são as consequências práticas que uma ida ao dentista pode fazer?

A recomendação geral é que, se esse medo for muito grande a ponto de impedir que você sequer tente ir ao dentista, você procure ajuda psicológica. Uma psicologia irá te ajudar a entender melhor sobre si mesmo, lidar com seus medos e frustrações e, junto com você, encontrar uma saída para esse problema.

Outra recomendação é bastante simples: Vá ao dentista. É claro, você não precisa ir diretamente aos processos “mais dolorosos” de uma vez, mas é importante que você se acostume com o ambiente e perceba que aquilo não representa nenhum perigo para você. Conversar com o dentista sobre seu medo é também sempre importante para que ele saiba qual é sua condição e possa lidar com você de uma maneira especial.

Em resumo, a ajuda de profissionais sempre é a melhor solução para que você possa superar esse problema sem que haja consequências mais sérias.

criança no dentista

Por que visitar um Dentista regularmente é tão importante?

Para que você entenda melhor por que superar o medo de dentista é tão importante, precisamos falar também sobre a importância de visitar um dentista. Por essa razão, separamos alguns tópicos que consideramos essenciais para que você entenda melhor sobre esse assunto, eles são:

  • Você previne Problemas
  • Você corrige Problemas ainda no início
  • Você identifica outras Necessidades Médicas

Vamos falar um pouco mais profundamente sobre cada uma delas para que você compreenda melhor a importância de visita rum dentista regularmente.

Você previne Problemas

Talvez o principal motivo pelo qual visitar um dentista regularmente é tão importante tem a ver com a prevenção de problemas. Cáries, tártaros e formações de placas bacterianas são apenas alguns dos exemplos de problemas que podem surgir quando uma limpeza não é feita da maneira correta. Com idas regulares ao dentista, é muito mais difícil de isso ocorrer.

Você corrige Problemas ainda no Início

Ainda que problemas como as cáries surjam, por exemplo, existem formas mais fáceis e mais difíceis de lidar com elas. E as mais fáceis ocorrem justamente quando elas ainda estão em sua fase inicial e, portanto, ainda não causaram tanto estrago. Essa lógica se aplica a praticamente todos os outros problemas que podem surgir na sua boca. Ficar sem visitar um dentista por um longo período de tempo pode proporcionar as condições perfeitas para que esse tipo de problema surja. E ninguém quer passar por um processo doloroso.

Você identifica outras Necessidades Médicas

É claro que a função de um dentista é sempre identificar possíveis problemas que ele mesmo possa corrigir. Entretanto, é bastante comum que esse tipo de profissional possa identificar outras doenças, como o câncer de boca ou o HPV, por exemplo. Nesses casos, o dentista irá te encaminhar para os especialistas nessas áreas para que você realize os exames necessários. E ter diagnósticos precoces dessas doenças é outro grande benefício de visitar regularmente um dentista.

Pode até parecer que não, mas ter medo de dentista é muito mais comum do que as pessoas imaginam. E mesmo que isso aconteça com você, o mais importante é ter consciência de que essa fobia existe e agir para que você a supere o quanto antes. Como já havíamos comentado, é de extrema importância que você visite um dentista, no mínimo, uma vez a cada 6 meses para se ver livre de qualquer problema que possa te causar consequências negativas no futuro. Tratar de suas fobias é também tratar de sua saúde mental. E isso sempre trará resultados positivos para a sua vida.