De repente você verifica que suas unhas estão com aspecto amarelado, descascando, ou quando tira o sapato sente uma fisgada embaixo de algum dedo e quando vai olhar vê que está machucado. Tudo isso é consequência de algo bem comum: Fungos, o responsável pela micose.

Esses bichinhos que são invisíveis a olho nu, podem estar em diversos lugares, como na piscina, nos animais de estimação, na praia, ou em outros objetos que são compartilhados, e se proliferam com maior facilidade no verão, período mais quente e úmido do ano, época mais suscetível a micose.

O que é Micose?

A micose é uma doença comum da pele, também conhecida como tinea ou dermatofitose. É causada por mais de 100 espécies de fungos que podem viver na pele, superfícies como vestiários e itens domésticos como toalhas, roupa de cama e roupas.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Grávida após 4 anos! Faça como Alyne
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Clique no play e conheça meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Conhecer FamiGel!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!

Causas da Micose

Embora o mundo esteja cheio de micro-organismos, apenas alguns causam problemas de pele. Os fungos da micose são conhecidos como dermatófitos, micro-organismos que se alimentam dos tecidos mortos da pele, cabelo e unhas. Os dermatófitos causam infecções na superfície da pele.

A Micose pode ser difundida das seguintes maneiras:

  • Humano a humano – A micose costuma se espalhar por contato direto com a pele com uma pessoa infectada.
  • Animal para humano – É possível contrair a micose tocando em um animal com micose. Principalmente cachorros ou gatos, mas também é bastante comum em vacas.
  • Objeto para humano – A micose pode se espalhar pelo contato com objetos ou superfícies que uma pessoa ou animal infectado tocou ou
    esfregou recentemente, como roupas, toalhas, roupas de cama e lençóis, pentes e escovas.
  • Solo para o ser humano – Em casos raros, a micose pode ser transmitida aos seres humanos pelo contato com solo infectado. A infecção provavelmente ocorreria apenas por contato prolongado com solo altamente infectado.

Sintomas da Micose

A micose geralmente começa como uma área escamosa plana e avermelhada na pele que pode coçar bastante. Esta área desenvolve uma borda levemente elevada que se expande para fora à medida que cresce, formando manchas circulares (conhecidas como impinge). Os contornos dessas manchas podem ser bastante irregulares.

O interior da mancha pode ser claro, escamoso ou marcado com uma dispersão de pontos vermelhos. Em algumas pessoas, várias manchas se desenvolvem ao mesmo tempo e podem se sobrepor.

Tipos de Micose

É importante entender que os vários tipos de micose não se referem a espécies diferentes de fungos, mas de espécies que causa diferentes formas da micose. Embora existam múltiplas formas, as mais comuns afetam:

  • Pele
  • Couro cabeludo
  • Pés
  • Virilha
  • Unhas
  • Rosto
  • Mãos
  • Barba

Micose de Corpo (Tinea Corporis)

Esse tipo refere-se à micose do tronco, pernas ou braços. Embora as crianças sejam especialmente suscetíveis ao desenvolvimento de micose, ela também pode afetar os adultos.

Micose Aguda e Crônica do Corpo

A micose do corpo pode ser aguda ou crônica. Quando aguda, o fungo provoca repentinamente, manchas vermelhas que podem ser preenchidas com pus e espalhadas rapidamente.

Quando crônica, a micose se espalha lentamente e tendem a aparecer nas dobras. A micose crônica é mais difícil tratar e é mais provável que reapareça com o tempo. Com tratamento, geralmente desaparece dentro de quatro semanas. É bom evitar arranhões, pois podem levar à infecção da pele.

Micose de Unha (Tinea Unguium)

A micose de unha é geralmente causada por um dos dois fungos: Trichophyton rubrum ou T. interdigitale. Embora possa se referir a infecção fúngica das unhas em geral, as dos pés são muito mais propensas a contrair esta doença.

Os mais suscetíveis à micose das unhas incluem homens, adultos mais velhos, diabéticos, pessoas com doença vascular periférica ou qualquer pessoa com sistema imunológico comprometido.

Alguns dos sintomas da micose de unha incluem:

  • Unhas amarelas, castanhas ou de outra forma descoloridas,
  • Unhas duras
  • Unhas quebradiças,
  • Unhas grossas

Sem tratamento adequado, uma unha infectada com esta infecção por fungos corre o risco de cair.

Micose do Couro Cabeludo (Tinea Capitis)

Esse tipo de micose é mais comum em crianças entre as idades de 3 e 7 anos, e menos comum em adultos. O próprio cabelo pode ser infectado por vários fungos de micose, que podem ser espalhados por gado, cavalos, porcos, cães e gatos (especialmente gatos).

Alguns dos sintomas da micose no couro cabeludo incluem:

  • Escamação semelhante à caspa que acompanha a perda de cabelo
  • Crostas amarelas e cabelos emaranhados
  • Glândulas linfáticas inchadas no pescoço
  • Local liso onde o cabelo caiu
  • Massa intensamente inflamada semelhante a um abscesso.

Micose do Pé (Tinea Pedis, pé de atleta)

Esta é a forma mais comum de micose em seres humanos e também a mais difícil de tratar. A micose do pé é mais comum em homens e pode aparecer com vários tipos diferentes de sintomas, incluindo:

  • Escamação nas solas dos pés,
  • Bolhas nos lados dos pés,
  • Manchas redondas e secas no peito do pé,
  • Solas secas que não estão inflamadas
  • Umidade e escamação da pele entre os dedos (pé de atleta)

O pé de atleta pode causar uma ruptura dolorosa na pele (conhecida como frieira), e pode provocar um cheiro desagradável. Os sintomas do pé de atleta podem não ser causados por micose. Eles também podem ser causados por:

  • Infecções bacterianas,
  • Infecções de mofo
  • Condições de pele como psoríase e eczema,
  • Lesão
  • Atrito devido aos dedos pressionando uns contra os outros.

Os atletas são mais propensos a obter esse tipo de micose porque estão em muitas categorias de risco para esta infecção, incluindo:

  • Sapatos com pouca ventilação,
  • Suor excessivo
  • Pés molhados por longos períodos
  • Caminhar por áreas comuns como vestiários e chuveiros.

Como a Micose é Diagnosticada?

Algumas formas de micose são mais fáceis de detectar do que outras. Os sinais reveladores são os anéis vermelhos e em relevo que podem alertar o médico para a infecção, o que torna o diagnóstico simples.

Em outras ocasiões, no entanto, a micose pode ser difícil de diagnosticar. Certos tipos de micose são particularmente resistentes ao diagnóstico, como a micose do rosto e das mãos.

Nestes casos, o fungo pode causar infecções que se assemelham a muitas outras doenças comuns da pele. Se um dermatologista tiver problemas para diagnosticar a micose, geralmente é feita uma pequena raspagem da pele. Essa amostra pode então ser analisada em laboratório para confirmar o que causou a infecção em primeiro lugar.

Tratamento Para Micose

As doenças por fungos como a micose são mais difíceis de tratar do que a infecção bacteriana. Isso porque os fungos têm células mais complicadas e mais parecidas com as nossas. Isso dificulta o desenvolvimento de drogas antifúngicas que possam matar o fungo sem prejudicar a saúde do paciente.

Como resultado, tratamentos tópicos e orais de longo prazo são necessários, e podem não ser 100% efetivos. Mesmo após a infecção parecer ter desaparecido, uma vez que a micose aparece, é mais provável que se repita.

Para tratar a micose, pode-se utilizar cremes, pomadas ou loções de uso tópico e, em alguns casos, o uso de medicamentos orais, quando receitados pelo médico.

O tempo de tratamento pode variar de 30 a 60 dias (nas mãos) e de aproximadamente 1 ano nos pés, e é importante que o paciente não abandone o tratamento antes da liberação do médico, pois é normal que os sintomas desapareçam antes da completa remissão da doença.

Como é Feita a Prevenção da Micose?

A micose é bastante difícil de prevenir pois o fungo causador é comum e contagioso. É possível reduzir seu risco tomando as seguintes precauções:

  • Eduque-se – Saiba do risco de contrair micose de pessoas infectadas ou animais de estimação. Informe seus filhos sobre a micose, o que observar e como evitar a infecção.
  • Mantenha a higiene – Lave bem as mãos para evitar a propagação da infecção. Mantenha as áreas comuns ou compartilhadas limpas, especialmente nas escolas, nas creches, nos ginásios e nos vestiários.
  • Fique fresco e seco – Não use roupas grossas por longos períodos em clima quente e úmido. Evite a transpiração excessiva.
  • Evite animais infectados – No animal, a infecção geralmente parece um pedaço de pele onde falta pelo. Em alguns casos, porém, não é possível notar nenhum sinal da doença. Peça ao veterinário para verificar se seus animais de estimação possuem micose.
  • Não compartilhe itens pessoais – Não deixe que os outros usem sua roupa, toalhas, escovas de cabelo ou outros itens pessoais. Abster-se de pedir empréstimos desses e outros produtos também.

Veja Também: Cuidados com a Pele Negra
Fotos: PHIL_2938_lores, pepsyrock