A sobrancelha é uma das partes do corpo com a qual as mulheres mais se preocupam. Há uma questão histórica e social, mas também é normal em diversas culturas, que as mulheres queiram que a região perto dos olhos seja a mais bonita possível já que é praticamente uma moldura do olhar.

É por isso que hoje em dia vemos tantas clínicas, spas de sobrancelhas e lugares especializados em realizar procedimentos e tratamentos estéticos exclusivamente nas sobrancelhas das mulheres como é o caso da micropigmentação de sobrancelhas.

Tratamentos para crescimento e técnicas de design de sobrancelhas são coisas comuns hoje em dia e que qualquer tipo de mulher pode fazer, mas será que micropigmentação de sobrancelhas na gravidez é recomendado?

Cuidados na Gravidez

Durante a gravidez, as mulheres normalmente precisam tomar certos cuidados com a pele devido às constantes mudanças hormonais que ocorrem eu seus corpos, fazendo com que muitas coisas também mudam externamente.

Para isso, já existem diversos produtos e tratamentos específicos para as mulheres grávidas, mas também há contraindicações de procedimentos, como é o caso da micropigmentação de sobrancelhas.

Como é Feito o Tratamento de Micropigmentação de Sobrancelhas

É um processo muito parecido com fazer uma tatuagem, pois também envolve agulha e tintas. A micropigmentação das sobrancelhas faz com que os espaços vazios entre os pelos das mulheres sejam preenchidos e que elas possam aumentar ou desenhar um tipo de sobrancelha sem com esses “pelos artificiais”.

É um tipo comum de tratamento, mas que demanda certo cuidado e por isso diversas dúvidas sobre ele acabam surgindo, principalmente se for desejado fazer a micropigmentação de sobrancelhas na gravidez.

É permitido Fazer Micropigmentação de Sobrancelhas na Gravidez?

A recomendação geral dos médicos é que as mulheres não façam esse tipo de tratamento de micropigmentação de sobrancelhas na gravidez e nem outros tratamentos estéticos desse tipo durante a fase gestacional.

Há diversos motivos para isso, mas o principal dele é o risco que corre tanto a saúde da mãe quanto a saúde do bebê. O que acontece é que a micropigmentação é feita com agulha e, assim como a tatuagem, as tintas que são utilizadas nesse processo podem levar chumbo, o que pode prejudicar a saúde da mãe e do bebê. Além disso, ainda há o risco de se contaminar com doenças como o vírus HIV e os vírus que causam hepatite B e C.

Também devemos levar em conta que a imunidade das mulheres grávidas é reduzida, o que aumenta o risco de qualquer tipo infecção, tanto pela demora da cicatrização quanto pela sensibilidade da pele da mulher.

Outros Riscos para as Gestantes

Há também os motivos estéticos para que uma mulher não faça a micropigmentação de sobrancelhas na gravidez. O primeiro deles é que a pele da mulher durante essa fase fica mais sensível, o que pode causar desde alergias até uma vermelhidão intensa, que faça com que a cor escolhida para a sobrancelha se modifique e não fique do jeito desejado pela mulher.

Além disso, o processo de cicatrização da mulher grávida é diferente, também devido à baixa imunidade, o que pode fazer com que a pele fique muito marcada e o resultado do tratamento seja ruim.

Alternativas à Micropigmentação de Sobrancelhas na Gravidez

É certo que os tratamentos de micropigmentação de sobrancelhas na gravidez são prejudiciais à mãe e ao bebê, mas existem alternativas para que a mulher possa se sentir bem com seu corpo e sua sobrancelha sem precisar correr riscos.

A maquiagem é a alternativa mais usada e menos nociva quando uma mulher quer fazer algum tipo de tratamento na sobrancelha durante a gravidez. Uma boa profissional de estética vai saber o que fazer corretamente para atingir resultados muito parecidos com os da micropigmentação da sobrancelha, mas sem prejudicar nenhum aspecto da saúde da mulher.

É claro que o efeito não vai ser tão duradouro quanto o outro tipo de tratamento, mas mesmo assim é uma ótima alternativa e vale a pena.

Importante: Estamos falando de maquiagem convencional e não da chamada “maquiagem definitiva”, esta também não é indicada para mulheres grávidas, pois também contém produtos nocivos ao bebê e à gestante.

Como pudemos observar, existem diversos tipos de tratamentos estéticos que podem ser feitos em sobrancelhas e que não prejudicam as gestantes de nenhuma maneira. E ainda que seja um processo que muitas consideram bonito e eficaz, a micropigmentação de sobrancelhas na gravidez é algo que pode trazer muito prejuízo e consequências tanto para a mãe quanto para o bebê.

Por essa razão, é recomendável considerar alternativas ou até mesmo esperar o período de gestação para poder realizar o tratamento sem causar maiores danos ao bebê. Lembre-se sempre de verificar quais são as contraindicações pós-parto e que podem atrapalhar em coisas como a amamentação, por exemplo. A estética é algo importante, mas a sua saúde e a do seu bebê precisam vir em primeiro lugar.

Veja Também: Grávida Pode Pintar o Cabelo? Saiba o Que Usar na Gestação
Foto: Creative Commons