Todos sabemos que até os 6 meses os bebês se alimentam exclusivamente do leite materno e que, após esse período, outros tipos de alimentos começam a ser introduzidos aos poucos em sua dieta.

E um dos alimentos que mais geram dúvidas é o mingau para bebê. Com que idade ele pode ser introduzido à dieta do bebê? É melhor fazer ou comprar mingais industrializados? Existe alguma receita que faz mal ao bebê?

Todas essas dúvidas são pertinentes e são as de muitas pessoas. Por isso hoje discutiremos não só quais são os tipos de mingau para bebê, mas também sobre os efeitos desses alimentos nos pequenos e qual é a melhor forma de dar para o seu bebê.

Mingau Caseiro ou Industrializado?

Para muitas, essa pergunta pode parecer meio óbvia, mas é necessário entender direito porque o mingau caseiro faz mais bem para o seu bebê do que o mingau industrializado. Primeiramente é necessário pensar na questão dos conservantes e em todo o processo de industrialização dos alimentos, que fazem com que eles percam diversos nutrientes.

Outro problema muito comum dos alimentos industrializados é o tipo de ingrediente usado nas receitas. Normalmente para fazer com que ele dure mais tempo, muitas receitas de mingau levam ingredientes como farinha, que pode ser um excesso de carboidrato para o bebê.

Em outras palavras, esse tipo de produto não vai alimentar o seu filho direito e o mais recomendado é que você evite ao máximo não só os mingaus, mas qualquer tipo de alimentos industrializados. O mingau caseiro é sem dúvidas mais nutritivo e também há o ponto positivo de que você pode variar bastante nas receitas.

Grávida após 3 anos!
"Após 3 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." Lidyane, grávida de 3 meses
Saiba mais!

Com que Idade Começar a dar Mingau Para o Bebê?

Como já dissemos anteriormente, até os 6 meses de idade a alimentação do bebê deve ser exclusivamente de leite materno. Porém, depois disso, alguns outros alimentos podem ser incluídos aos poucos em sua alimentação.

O mingau é uma ótima opção para esse início de alimentação sólida, porém, é importante ressaltar que ele sozinho não vai garantir a alimentação do seu bebê, ou seja, ele não substitui uma refeição.

O ideal é que o mingau seja uma alternativa para um lanchinho ou até mesmo um café da manhã para o bebê, porque eles são bastante nutritivos e saborosos, o que faz com que os bebês quase nunca tenham problemas em aceitar esse tipo de alimento.

Engrossante na Mamadeira Faz Bem?

Outra dúvida que é a de muitas mães é sobre a questão dos engrossantes na mamadeira. O que se costuma ouvir sobre eles é que deixam o bebê melhor alimentado e fazem com que ele não sinta fome por muito mais tempo. Mas será que isso é mesmo verdade?

Bom, a verdade é que engrossar o leite não faz com que o bebê se alimente melhor e nem garante que ele tenha mais nutrientes. Na verdade, os engrossantes normalmente possuem açúcar, o que pode acabar não sendo tão positivo, já que o açúcar, além de ser viciante, pode fazer com que a rotina alimentar do bebê fique desregulada. Portanto, o mais recomendável é dar a mamadeira com leite comum para o bebê.

Os engrossantes normalmente são feitos com base na maizena, que é muito utilizada para fazer mingaus também. Porém, o ideal é que esse tipo de mingau seja dado apenas quando o bebê estiver um pouco mais velho, depois do seu primeiro ano de vida e com uma alimentação um pouco mais equilibrada.

O engrossante pode acabar engordado o bebê e causando uma série de problemas de saúde que ele não precisa ter tão novo.

Ingredientes Para Fazer um Mingau Para Bebê

Existem diversas receitas que podem ser feitas para quem um mingau para seu bebê seja nutritivo e saboroso ao mesmo tempo. Podemos citar alguns dos principais ingredientes e falar sobre como cada um deles pode fazer bem para o seu bebê. Esses ingredientes são:

  • Aveia
  • Frutas

Aveia

Nessa fase onde os bebês começam a ingerir alimentos sólidos, a aveia é um dos principais ingredientes recomendados por pediatras e nutricionistas. Primeiramente porque não se trata de um alimento muito pesado, que pode ser muito nutritivo e é facilmente misturado com o leite.

Todos esses elementos fazem com que a aveia seja um dos principais alimentos do início da vida de muitos bebês. É sempre bom lembrar que tudo em excesso pode fazer mal, então é necessário moderar na quantidade de aveia que o bebê ingere.

Frutas

Principalmente a maça, a banana e a pera são essências na dieta de um bebê. Primeiramente por serem alimentos que proporcionam diversos nutrientes, além de também serem saborosos, o que faz com que o paladar do bebê se acostume rapidamente com essas frutas.

Apesar de não serem um elemento principal, as frutas desempenham um papel muito importante nessa fase de transição da alimentação do bebê do leite materno para alimentos sólidos.

Alimentos Importantes para Bebês

Além dos mingaus, podemos citar outros alimentos que podem começar a ser introduzidos aos bebês depois dos 6 meses de idade. Vale lembrar que esse é um processo que vai acontecendo aos poucos para que o bebê se acostume e também para que o seu corpo possa assimilar todos esses novos alimentos que estão aparecendo. Eles são:

  • Cenoura
  • Batata
  • Feijão
  • Ovo
  • Peixe
  • Lentilha
  • Carne cozida

Vale lembrar que, por mais que o bebê já possa comer tudo isso, ele ainda não possui dentes fortes o suficiente para comer tudo isso normalmente, portanto é sempre bom dar essa comida um pouco amassada, para facilitar a ingestão dos alimentos e fazer com que ele se acostume.

Aos poucos e conforme os dentes do bebê se desenvolvem, você pode ir amassando menos e deixando que ele coma até que se acostume completamente com todos esses alimentos.

Dar mingau para bebê pode ser uma opção nutritiva e gostosa para suprir algumas necessidades do seu filho, mas é sempre importante ter em mente que o mingua sozinho não pode compor toda a dieta dos pequenos.

Existem diversos alimentos que precisam ir sendo introduzidos aos poucos em sua alimentação, para que o bebê se acostume a comer e para que você não tenha problemas maiores no futuro. Ainda assim, comer um mingau de vez em quando não faz mal a ninguém, além de ser muito gostoso e nutritivo.

É possível balancear a dieta e fazer com que o seu bebê coma de tudo e coma bem, é só ter paciência e perseverança que tudo acaba dando certo.

Veja Também: Laxante Natural para o Bebê – Alivio da Prisão De Ventre
Foto: yalehealth