O desenvolvimento de uma criança requer influência de diversos fatores que vão além de fatores genéticos. E é comprovado que podemos controlar algumas delas e ajudar no desenvolvimento de bebês e crianças positivamente. Quando falamos em músicas para o bebê, por exemplo, falamos de algo que ajuda no desenvolvimento e que estimula o seu filho a desenvolver certas habilidades.

Importância da Música Para o Bebê

O contato musical de bebês e crianças pode o ajudar em diversos sentidos na sua vida. É claro que a primeira coisa que nos vem em mente é o desenvolvimento cognitivo, de coordenação motora e de falar, mas as vantagens das músicas para o bebê podem ir muito além disso, sendo um verdadeiro diferencial para que a criança possa crescer entendendo melhor o mundo ao seu redor. Podemos dividir essa importância em três pontos:

  • Música Instrumental
  • Música Cantada
  • Música e Educação

Música Instrumental

O primeiro som que um recém-nascido reconhece é a voz de sua própria mãe. Aos poucos, ele consegue distinguir diferentes sons e, obviamente, existirão aqueles que agradam mais e os que agradam menos e até mesmo incomodam.

Como podemos imaginar, sons altos, muito agudos ou muito graves não são bons para os bebês e podem acabar os estressando. Portanto, no início da vida, prefira que os bebês ouçam músicas mais suaves.

As músicas instrumentais os ajudam muito por serem músicas com instrumentos diferentes e que possuem ritmos diferentes dentro da mesma canção, o que ajuda o bebê a se acostumar com sons distintos de forma suave. É claro que não podemos deixar de lado as músicas feitas especialmente para bebês e que podem ser ouvidas por eles e que, normalmente, os agradam muito

Música Cantada

Além disso, há também outros fatores que aparecem ao longo da vida. Se em um primeiro momento, identificar instrumentos, sons e mudanças sonoras os ajuda, mais para frente as letras das músicas podem ser de muita importância e utilidade para as crianças aprenderem a falar.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!

Essas músicas para o bebê não apresentam simplesmente novas palavras, mas também fazem com que a criança saiba construir frases e se desenvolva melhor em sua fala. Mais uma vez, as músicas infantis são de muita importância, mas nada impede que as crianças ouçam outras coisas também.

Música e Educação

Um outro fator que também devemos levar em conta é o desenvolvimento posterior da criança no que diz respeito à educação. A música traz diversos benefícios, começando pela linguagem, já citada, mas também em matemática, por exemplo, já que uma pessoa que tem a música em seu dia a dia também precisa aprender a contar ritmos.

Além desses tipos de desenvolvimento, também há o benefício de a criança aprender mais facilmente uma língua estrangeira ouvindo músicas nessa língua, já que ela já está acostumada com músicas.

Instrumentos para Bebês

No início da vida os bebês normalmente ficam atraídos por chocalhos e instrumentos que produzem sons diferentes. É um dos primeiros contatos que eles têm com instrumentos musicais e um tipo de iniciação deles para a música.
Um pouco mais velhos, brinquedos que simulam instrumentos de percussão, como tambores, por exemplo, também costumam fazer sucesso com as crianças, além de estimular a coordenação motora.

Entre os 2 e os 6 anos, as aulas de música de uma criança possuem muito mais a função de acostumar a crianças com o universo musical do que com aprender um instrumento de fato. Isso só acontece a partir dos 6, onde uma criança pode começar a ter aulas de um instrumento.

De início, a flauta doce é um dos mais recomendados tanto pela facilidade quanto pela base que ela pode dar a outros tipos de instrumentos. Mas é claro que a vontade da criança e dos pais de que ela aprenda determinado instrumento pode contar na hora das aulas de músicas.

Músicas Para o Bebê Dormir

Como já dissemos anteriormente, muitas músicas acalmam e fazem com que um bebê fique menos estressado. É o caso das músicas instrumentais que contam com pianos, violinos e flautas que tocam melodias suaves. Essa calma que elas trazem para o bebê fazem com que ele durma com mais facilidade.

Entender qual é a importância da música para o bebê e para das diferentes fases do desenvolvimento de uma criança é fundamental para sabermos como podemos apoiar nossos filhos em atividades que são divertidas, educativas e que ajudam em todos esses pontos citados aqui.

A importância da música vai muito além do simples fato de tocar um instrumento ou desenvolver coordenação motora, mas ajuda a criança a se expressar, a desenvolver gosto pela escrita, matemática e até mesmo por outras línguas.

Com tantos benefícios, não importa qual seja o tipo de música que a criança irá gostar mais, o mais importante é que ela esteja inserida nesse contexto que vai muito além da educação e a ajuda para toda a vida.

Veja Também: Devo me Preocupar Com o Sono do Bebê?
Foto: White77