23 anos e uma gravidez, talvez a fase mais complicada da minha vida. Primeiro emprego com um bom salario e apenas 4 meses de registro e  planos de começar uma faculdade ou melhor ate a matricula já tinha feito. Estava em uma fase tão gostosa, saindo, me divertindo e curtindo muito minha juventude quando descobri, tinha tantos planos, mais quem disse que a vida segue de acordo com que desejamos. Existe alguém acima de nos que comanda tudo, e tudo no tempo dele e não no nosso! A minha cabeça com milhares de pensamentos sem entender o porquê comigo, porém em meu ventre já batia um coração e como eu já amava.

Nunca vou me esquecer do dia do positivo, 5 da manha primeiro xixi do dia e duas linhas e meu coração a mil. Não consegui pensar em nada só me lembro de ter pegado o celular e mandado um sms (na época era moda) para meu namorado, DEU POSITIVO E AGORA????

Somente quem já viveu uma gravidez sem um planejamento sabe o quanto é um baque, mesmo que seja um grande sonho, mas ali nasceu um amor, coisas que nem sabia que poderiam existir, um amor que nem em sonhos imaginei que um dia sentiria. A cada mudança em meu corpo, a cada sinal de que alguém estava ali comigo, meu amor só crescia, só explodia, só me fazia agradecer todos os dias em poder gerar ele.

Me  lembro do primeiro ultrassom dpp 29/09 dia de São Miguel Arcanjo, não poderia ter nome mais lindo e perfeito para meu anjo Miguel. Com 12 semanas ele estava formado e perfeito formadinho cada detalhe, sem duvida foi desenhado por Deus. E assim minha gestação foi, muito calma, tranquila, na família era o sucesso, a tempos não tínhamos um bebê , planejei cada detalhe do quarto as roupas foi uma gravidez serena.

Ate que um surto surgiu a Gripe A (gripe suína), tão preocupante, os médicos estavam à beira da loucura com poucas informações e nos mães arrasadas, sem saber para aonde correr. Infelizmente grávidas estavam entrando em óbito por conta dela, e com 39 semanas fui afastada do trabalho, estava tão disposta iria conseguir aguentar muito ainda, porém por motivo maior me afastei ai os dias ficaram longos, as horas não passavam a ansiedade chegou forte. Fiquei proibida de sair de casa por conta do surto, era de casa para o medico e vice versa.

Lembro-me tão bem da minha ultima consulta de pré-natal, dia 17/09 as  19:00 a espera estava tão ansiosa aquele dia e Miguel não parava de mexer parecia que estava sentindo que algo iria acontecer. Eu e meu noivo entramos e o medico escutou o coração do bebê e fez uma carinha diferente, pediu para deitar fez o toque, pediu para me sentar e explicou que o coração do Miguel estava mais devagar do que o esperado, e teríamos que fazer uma cesária de emergência. Pediu para chegar em casa comer algo leve e jejum a partir das 22:00 e no dia seguinte me internar as 7 da manha para as 9 realizar a cesária.

Eu não sei explicar o que senti um medo talvez, mais uma alegria imensa em saber que no dia seguinte estaria com meu príncipe tão amado nos braços. Chegando em casa fiz exatamente o que ele me pediu, e as 5 da manha estava de pé, ansiosa, porém em paz.

Fomos para a maternidade e às 9 horas em ponto entrei para o centro cirúrgico, 9:25 da manha do dia 18/09 nasceu meu amado Miguel, com 51cm e 3050 perfeito lindo, o bebê mais lindo que já vi em toda minha vida. Ele chorou e chorou, quando tocamos nossos rostos ele me encarou e parou como se tivesse pensado, Estou protegido! Sonhei tanto com meu menino, e ele era exatamente como nos meus sonhos. Hoje ele já tem 6 anos e meu companheiro, amoroso, e sem duvida o meu primeiro amor.

Veja Também: Parto Pelo SUS – Eu já Fiz!!

Fotos: Acervo Pessoal TF