Vamos iniciar esse artigo com uma frase bem clichê, dizendo que “a vida é um sopro”. E iniciamos assim, para lembrar da importância em cuidarmos da nossa saúde para que nossa vida seja vivida da melhor maneira possível e claro, com qualidade. Algumas intercorrências na saúde acabam sendo inevitáveis, já outras podem ser evitadas e também asa que ocorrem mas podem ser controladas proporcionando uma vida normal, como é o caso da hipertensão.

O que é Hipertensão?

Hipertensão ou pressão alta como é popularmente conhecida é uma doença crônica caracterizada pelo aumento constante da pressão sanguínea nas artérias. Essa elevação da pressão faz com que o coração tenha que se esforçar mais que o normal para que a distribuição do sangue por todo corpo seja feita adequadamente. Ela é sinalizada quando os valores da pressão máxima e mínima ficam iguais ou ultrapassam os valores de 140/90 mmHG (14 X 9).

A elevação da pressão arterial é um dos principais fatores de risco para ocorrências gravíssimas como AVC (acidente vascular cerebral), aneurisma arterial, enfarte, insuficiência renal e cardíaca. Por isso quando o paciente recebe o diagnóstico de hipertensão, deve seguir rigorosamente as instruções médicas de mudanças de hábitos e tratamento adequado. As taxas de mortalidade por hipertensão vêm sido acompanhada anualmente, e vem crescendo de forma assustadora, devido à falta de imprudência dos pacientes diagnosticado com a doença.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Principais Causas da Hipertensão

Normalmente a hipertensão é adquirida em 90% dos casos por herança familiar, mas também não podemos descartar as más influencias nas rotinas agitadas e desregradas, proporcionando péssimos hábitos alimentares e de saúde como:

  • Cigarro;
  • Consumo de bebidas alcoólicas;
  • Falta de atividade física;
  • Obesidade;
  • Consumo excessivo de sal;
  • Estresse;
  • Níveis elevados de colesterol.

Além dos fatores de risco descritos acima, são incluídos na lista risco de maior incidência da doença em pessoas negras, diabéticos e idosos em geral.

Sintomas de Hipertensão

Os sintomas de hipertensão podem ser confundidos com outras ocorrências na saúde e só aparecem quando a pressão se eleva muito, por isso é considerada uma doença silenciosa. Sintomas como forte dor de cabeça, dores no peito, tonturas, zumbido no ouvido, sangramento nasal, visão embaçada e fraqueza ocorrem quando a pressão já está alterada.

Como não existe nenhum exame para prever que ela está prestes a ocorrer, em todas as consultas medicas é indicado que a pressão seja verificada através de um aparelho chamado esfigmomanômetro ou em caso dos sintomas informados acima, um pronto atendimento seja procurado para verificação. A verificação também pode ser feita em casa através de aparelhos portáteis para aferir a pressão, que são comercializados em farmácias.

Diagnóstico da Hipertensão

Normalmente os médicos a darem diagnóstico de hipertensão são: Clinico geral, cardiologista e cirurgião vascular. Através de sintomas descritos pelo paciente e de informações que serão solicitadas durante a consulta e claro, da verificação da pressão no ato da consulta. Para facilitar o diagnóstico, esteja preparada para os seguintes questionamentos:

  • Quais os sintomas e quando eles começaram;
  • Histórico medico e tratamentos que já foram realizados;
  • Histórico de doenças na família;
  • Hábitos alimentares;
  • Vícios;
  • Qual foi a última medição da pressão arterial?

O diagnóstico pode ser fechado através da medição e sintomas relatados, mas pode ser indicado um exame mais especifico para confirmação que tem o nome de MAPA (monitorização ambulatorial de pressão arterial), que é o acompanhamento da pressão arterial pelo período de 24 horas ou através do MRPA (monitorização residencial da pressão arterial), que é feita através do aparelho portátil que o paciente já tem em casa.

Como Medir a Pressão Arterial em Casa Corretamente?

Durante a consulta medica ou na visita a algum pronto atendimento, o profissional da saúde saberá instruir o método adequado para a realização do procedimento, mas e em casa? Como medir a pressão de forma correta?

  • Esteja em repouso em pelo menos 5 minutos;
  • Fique sentada;
  • De preferência para medir em um momento que não esteja ansiosa ou agitada;
  • Posicione o braço na altura do coração, de preferência apoiando o braço;
  • Evite falar sobre a medição;
  • Meça duas vezes com intervalo de 5 minutos, para confirmar a medida.

Tratamento da Hipertensão

Infelizmente ainda não foi encontrada a cura da hipertensão, mas é possível através de tratamento controla-la. Somente o médico que está acompanhando a saúde do paciente pode indicar o melhor método para o caso do paciente, que inclui em mudanças de hábitos e estilo de vida até o uso de medicamentos. Vamos listar algumas das recomendações indispensáveis aos pacientes hipertensos:

  • Manter o peso ideal;
  • Reduzir o consumo de sal;
  • Praticar exercício físico;
  • Parar de fumar;
  • Reduzir o consumo de álcool;
  • Evitar alimentos gordurosos;
  • Ter momentos de lazer e relaxamento.

Quanto ao uso de medicamentos, existem diversas classes de medicamentos focados para o tratamento da hipertensão, mas o tratamento é individualizado e por isso cada caso é indicado um tipo diferente. E é necessário ressaltar, que mesmo quando a pressão for estabilizada pelo tratamento indicado pelo especialista, isso não indica que o tratamento deve ser encerrado. Uma vez hipertenso, sempre hipertenso e o paciente deve seguir as mudanças de hábitos e tratamento o resto da vida. No caso de suspensão do tratamento, e a pressão arterial se elevar subitamente, o paciente está sujeito a riscos graves que podem levar a morte.

Complicações da Hipertensão

As principais complicações da hipertensão estão no risco de AVC, infarto, atrofia do musculo do coração que provoca a arritmia cardíaca. Mas além de todas essas complicações gravíssimas, podem ocorrer danos a fertilidade masculina e feminina, que é muito preocupante em pessoas ainda jovens e que sonham em ter filhos.

Na verdade, a hipertensão e a fertilidade não possui uma ligação direta, mas as complicações geradas pela hipertensão sim podem afetar a fertilidade, como é o caso da obesidade e do vício do tabagismo. No caso dos homens, problemas recorrentes com o aumento da pressão arterial e até o uso de alguns medicamentos podem interferir na fertilidade e causar impotência, além de interferir na qualidade dos espermatozoides, por isso o acompanhamento médico é fundamental.

Uma dica para os homens que estão tentando ter um bebê, é utilizar vitaminas da fertilidade como o ViriFerti. Que são vitaminas naturais potencializadoras da fertilidade masculina, que além de suprir todas as necessidades vitamínicas do corpo, ainda fortalece a qualidade seminal, melhorando o DNA. Você pode adquiri-la aqui em nossa loja virtual.

É importante também destacarmos que a hipertensão na gestação também apresenta riscos a mãe e ao bebê e por isso deve ter um acompanhamento diferenciado nesse caso. Logo no início do pré-natal, deve ser informado ao ginecologista obstetra sobre a hipertensão, para que as providencias necessárias para o acompanhamento adequado seja feito.

Foto: Stevepb