O Que é Mãe do Corpo?

Sentir o bebê mexer mesmo depois do parto pode ter uma explicação bem simples: é a mãe do corpo! Várias mulheres de mais idade falam dessa condição que pode até mesmo assustar várias parturientes, pois, se trata de uma crença muito grande em povos mais antigos.

mãe do corpo

A mãe do corpo é explicada cientificamente pela volta dos órgãos ao seus lugares originais.

A mãe do corpo teoricamente seria um ser que vive dentro do corpo durante a gravidez e após o parto, ficará procurando a criança. Sem encontrar o seu bebê, ela fica impaciente e persiste na busca. Isso explicaria sentir aqueles movimentos que costumamos sentir de barriga tremendo após o parto até mesmo por longos períodos.

Essa crença vem muito forte da região Amazônica, onde ainda é muito forte a questão das parteiras. Aliás, digo que é uma crença antiga pois, era sabida e cuidada por parteiras que faziam o parto de nossas avós, bisavós há alguns anos. Onde a cultura das parteiras é muito forte, essa é uma lei respeitada em absoluto. O ritual para acalmar a mãe do corpo é indispensável após o parto. Esse se trata de colocar a placenta em cima do ventre da mulher que acabou de dar a luz, óleo de andiroba para massagear o baixo ventre. Após fazer esse ritual, ainda dizer algumas palavras para acalmar a mãe do corpo e devolver a paz a ela e a mulher que acabou de dar a luz.

A verdade é que a mãe do corpo proporcionaria a essa mulher, sentir movimentos ainda de como se estivesse grávida. Mulheres com a mãe do corpo ativa podem sentir como se os movimentos estivessem sendo feitos pelo bebê, mas isso após o parto acontecer. A mãe do corpo mexe muito até anos após o parto, isso seria motivo de curiosidade e preocupação para diversas mulheres, que se perguntam o que pode estar havendo? A mãe do corpo pela crença também pode sair do lugar. Ela causaria dores no abdômen se fora do lugar, esse deslocamento seria causado por força errada da mulher na hora do parto, pegar peso após o parto e também quedas bruscas no resguardo. Quando a mãe do corpo sai do lugar, ela causaria dores. Além de sentir essas dores, a mulher que acabou de dar a luz também sentiria incômodos e fisgadas.

Explicação Científica Para a Mãe do Corpo

Na gravidez vários órgãos se realocam dentro do corpo. O estômago, o intestino, o coração e principalmente o útero sofrem alterações imensas nesse processo de gerar uma nova vida. Além disso, a mulher passa a sentir por alguns meses movimentos intensos do seu bebê em formação. A volta dos órgãos e os reflexos que a gravidez traz após o parto seriam uma boa explicação para os movimentos involuntários que a mulher que acabou de dar a luz sente. Apesar de ser normal, causa estranheza e desconforto. Algumas vezes também pode causar mal estar, tamanha a atividade dos órgãos internos se realocando. Imagine que eles levaram meses para se realocar e tudo lentamente. Após a gravidez os movimentos ficam intensos, já que o corpo volta ao normal em até 6 meses do nascimento.

E quando os movimentos são sentidos ainda após algum tempo, por exemplo 1 ano após o parto? Isso seria explicado pela atividade das trompas e também pelo movimento do útero dentro da cavidade abdominal. Agora, depois de uma gestação, ele tem maior tamanho e também pode ter mais espaço dentro do abdome.

O fato é que a mãe do corpo é uma crença muito forte, respeitada ao extremo pelos antigos e ainda nos dias de hoje é levada como tradição em algumas culturas. Não acho que seja totalmente uma crença, é a forma que as pessoas que lidam com a mãe do corpo diariamente para explicar o que acontece com o organismo depois do parto. Na duvida não custa nada tentar acalmar a mãe do corpo, mas no ponto de vista científico e contemporâneo, isso seria facilmente explicado se levar em consideração o tanto que o organismo muda durante a gravidez. Como diz a minha mãe: “Não acredito em bruxas, mas que elas existe, ah existem!”

Veja também: Menstruação Pós-Parto – Quando Volta ao Normal e Riscos de Engravidar

Foto: Inspired Photography CT