Certo dia conversando com Deus, me veio a mente um pedido que fiz a ele, me mostrasse se estava grávida realmente. Estava já alguns dias me sentindo muito quente e diferente, com as mãos suando muito e os pés pegando fogo. Foi aí que eu pedi a ele que me mostrasse se estava com uma nova vida dentro de mim… Sempre fui muito sensitiva com essas coisas de sonhos e sentimentos. Meu sexto sentido é muito apurado e sempre que peço para Deus me mostrar algo, ele atende com muita rapidez. Eu me deitei e adormeci em meio a oração, e naquela noite me surpreendi com um sonho muito lindo…

Estava andando em uma rua arborizada, sentia cheiro de mato mesmo, cheiro misturado com grama cortada e de poeira quando chove. Eram muitas casas parecidas, muitas delas amarelinhas de janelas brancas e portas muito amplas, a maioria tinham um jardim pequeno na frete. Parei em frente a uma delas olhei para dentro da casa e ouvi um choro de recém-nascido e fiquei muito curiosa com isso. Cheguei na porta da frente da casa e bati, mas sem resposta e ouvindo o bebê chorando eu entrei. Fui seguindo o choro e fui subindo umas escadas. Lá em cima no segundo andar da casa, já era nítido de onde estava vindo o choro do bebê. Na porta do cômodo vi que se tratava de um quarto rosa, cheio de bichinhos de pelúcia e cortinas amarelinhas. Móveis brancos e um kit de berço rosa clarinho, um mosquiteiro tampava a visão então decidi chegar pertinho para ver. Já na beiradinha do berço, afastei o mosquiteiro e vi um bebezinho bem pequeno. Acho de de dias de vida, me lembro de ter achado linda a menininha que estava lá dentro do berço. Pensei: onde será que está a mãe dessa criança? A deixou sozinha e como pode isso!

A Emoção de Comunicar Familiares Que Já se Foram

Nesse momento senti uma mão tocar meu ombro direito e quando me virei bem calmamente vi meu avô Pedro, pai do meu pai. Ele com olhar de alegria me disse: leva filha! Pega tua filha, ela é sua! E eu sem entender nadinha, disse: não Vô, como vou levar embora, e a mãe dela? Vai ficar procurando preocupada! Então mais calmamente ainda ele me explicou: filha, eu já cuidei dela o tempo que deveria, agora a missão é sua! Cuide dela porque ela já é sua… Nesse momento vi que atrás dele tinha uma pessoa, e olhando melhor era minha Vó, mãe de minha mãe.

Ela me olhava com carinho e balançava a cabeça positivamente, como quem dizia que o que ele estava falando era verdade. Então eu ainda receosa dizia que não era possível, que a mãe dela ia ficar procurando. Então meu avô delicadamente pegou a menina do berço, a colocou em meus braços e com lágrimas nos olhos disse: filha ele é sua carne, pode ficar despreocupada.

Então eu meio assustada fui saindo da casa e levando a criança comigo… Foi o sonho mais lindo que me lembro, e o mais esclarecedor também. No dia seguinte comentei o sonho com minha mãe e irmã, e as duas já ficaram encucadas assim como eu. Cinco dias depois eu fiz o teste de gravidez que deu positivo. Pra minha surpresa era mesmo uma menina, a Melissa era idêntica a criança do sonho, mas eu já tinha sido avisada no sonho mais lindo que eu já tive…

Veja também: Como Cuidar de Um Bebê – Soluço e Posição Para Dormir

Foto: mimathology