Parto Cesárea – Eu Fiz!

Então, sei que o assunto é um tanto polêmico pois há quem defenda arduamente o parto normal, mas vamos falar um pouco do parto cesárea. O parto cesárea é o mais utilizado de uns bons anos pra cá, alguns por necessidade e outros por comodidade. Esse tipo de parto é um pouco discutível em se tratando da ocasião em que ele se aplica, mas venhamos e convenhamos que há muitas situações em que ele é mais que válido, há mamães que o fizeram por medo de sentir dores, outras porque não conseguiriam ter seus filhos por parto normal por algum outro motivo, e saiba que o parto cesárea salva muitas vidas em um momento de emergência.

Mas o intuito do artigo não é polemizar e sim esclarecer para as mamães que ainda tem um certo medo ou nunca passaram por uma cesárea. Meus 3 filhos nasceram de parto cesárea, a primeira por emergência em por caso de sofrimento fetal, o segundo por ser um bebê enorme e já ter tido uma cesárea anterior e a última por querer fazer uma laqueadura.

Nas 3 vezes o procedimento foi igual vou descrever mais ou menos: Primeiro é aplicado o acesso, um cateter de gel na veia preferencialmente na mão para facilitar a locomoção da mamãe pós cirurgia, é por ele que entra todo o soro junto com a medicação na hora do procedimento. Após o acesso aplicado a anestesia, e não se engane com a dor, a dor é relativa a mão que aplica, e a tolerância da dor da paciente, em meus 3 partos foi muito diferente uma aplicação anestésica da outra, na primeira não senti nada, na segunda senti um peso muito grande da mão do médico e na terceira foi como tomar uma injeção normal.

Depois da anestesia começa de verdade o parto, o médico Obstetra começa a cortar as 7 camadas que existem no corpo da gente e quando chega ao útero, ele com maior cuidado e destreza puxa a fina pele do útero e corta delicadamente para poder tirar o bebê. Após o nascimento, o útero é limpo e todo o resíduo do parto é retirado e na veia aplicado uma medicação já para o útero contrair e expulsar tudo que ficou, esse é o sangue do pós parto. A sutura das 7 camadas demora uns 30 minutos mais ou menos, dependendo da experiência do médico e do auxiliar pode ser em menos tempo.

Claro é um procedimento invasivo, é uma cirurgia como outra qualquer, mas se a mamãe está bem e se ela fez o pré natal direitinho e todos os exames não tem porque ter medo pois não se sente absolutamente nada!! Tecnicamente é assim, mas nós mamães vemos esse momento com muita magia, ali nasce uma criança e com ela uma mamãe, por mais filhos que a gente tenha cada gravidez e cada nascimento é único!

Bem, o pós operatório também foi distinto para as 3 cirurgias que fiz, na primeira foi tranquilo, na segunda sentia apenas um incômodo maior mas a 3ª foi mais complicada, mas pelo fato de ter feito laqueadura e o médico ter dado uma aparada na pele que estava excedente, vamos dizer que ele aproveitou a anestesia e fez uma redução da pochete que me incomodava tanto. Tomando os remédios foi muito suave, nas 3 vezes tomei cefalexina ( antibiótico) como prevenção, mas isso depende muito do médico que faz o parto, se vê ou não a necessidade de prescrevê-la. Normalmente faz-se uso de anti-inflamatórios e analgésicos pós cirúrgicos como o lisador, que não interfere na amamentação.

Ultimamente sabe-se que a mamãe pode e deve ter acompanhante na hora do parto, os papais que estiverem dispostos e tiverem estômago rsrs, nunca mais esquecerão desse momento tão único e mágico e se a maternidade se recusar está na lei ‘Lei Federal nº 11.108  faça valer o direito!  Lembre-se que independente do tipo de parto que você escolha, ou da necessidade que houver no momento o importante é o bem estar da mamãe e do bebê, ocorrendo tudo bem com ambos é o que mais importa.

A seguir um vídeo do passo a passo e se você tem medo de sangue, ou se impressiona facilmente aconselho a não ver ok?

Agora o vídeo do parto da minha filha Melissa, foi tudo muito tranquilo.

Veja também: Como é o Pós-Parto Cesariana?