Emoção Gemelar – Como Acontece, Vídeos e Relatos

O momento do parto já é um momento único e inexplicável, agora imagine essa emoção em dose dupla, vivenciando um parto gemelar. Quando descoberta a gravidez de gêmeos o susto é sempre grande, afinal a espera natural é que tenha um único bebê. Mas o susto durará minutos, talvez algumas horas e dará lugar para uma experiência única e mágica, de poder gerar dois bebês, trazer eles juntinhos ao mundo e se tornar mãe de dois anjos de uma só vez.

O trabalho será em dobro, o cansaço também, mas o amor, o carinho e o prazer que sentirá serão na mesma proporção. Não sou mãe de gêmeos, mas consigo imaginar a proporção e o sentimento de receber em seus braços duas preciosidades, e o tamanho do sentimento e da emoção de uma mulher que passa por essa experiência. Afinal gerar e ter um parto gemelar são para poucas, podemos dizer que são as premiadas.

Pois não se pode ter uma gravidez de gêmeos simplesmente porque quer ou por acidente, a mulher recebe de herança familiar. Se em tua família tem casos de gravidez de gêmeos, se prepare, pois você tem grande chance de trazer mais uma casalzinho para a família.

Vídeos de Parto Gemelar

A vida mais trabalhosa e corrida da mamãe de gêmeos se inicia já logo na gravidez, afinal a gestação gemelar requer mais cuidados do que uma de um único bebê. Cuidados com o peso, com a alimentação que deverá nutrir não só a mamãe mais dois bebezinhos, com o fluxo de sangue além dos riscos de parto prematuro que é tão comum neste tipo de gestação.

O corpo da mulher é preparado naturalmente para gerar e nutrir um único feto e quando ocorre a fecundação de dois ou mais seu corpo deverá trabalhar na mesma proporção para suprir todas as necessidades.

Bônus: Esse vídeo é simplesmente sensacional e emocionante, só comprova a ligação que gêmeos tem um com o outro desde o momento do nascimento. Esses bebês nasceram e mesmo durante o banho continuam abraçados, unidos como dentro do ventre de sua mãe. Simplesmente maravilhoso!

Gestação Gemelar – Como Acontece?

A concepção pode ser realizada de duas maneiras ou pela duplicação do mesmo embrião ou quando ocorre a fecundação de dois óvulos por dois espermatozoides. Essa é a razão por existir gêmeos idênticos e os diferentes e isso acontece devido a sua forma de concepção. Quando ocorre a duplicação do embrião são gerados dois bebês idênticos também conhecidos como univitelinos ou monozigóticos.

Quando fecundados em óvulos diferentes nascerão cada um com sua característica particular, já que podemos comparar como duas gestações em uma, esses são conhecidos como gêmeos fraternos ou bi vitelinos.

Um sinal muito comum na gestação gemelar que pode ser constatado logo nos primeiros dias é alta concentração de hormônio beta HCG que pode ser analisado no exame de sangue de gravidez, além dos enjoos mais fortes já que quanto maior a concentração do hormônio beta HCG no sangue maior os maus estares.Isso explica porque gestantes de gêmeos ou múltiplos sofrem ainda mais com enjoos e maus estares durante os 9 meses. Os cuidados na gestação de gêmeos também intensificam na questão dos exames de pré-natal, que devem ser realizados em maior número que o normal.

A quantidade de exames de ultrassom, de urina e de sangue ao longo dos 9 meses gestacionais é bem maior do que na gestação de um único bebê, afinal é necessário um acompanhamento maior para verificar o desenvolvimento dos fetos além de claro da saúde da mãe. Descartando assim problemas gestacionais, no desenvolvimento e evitando os riscos de parto prematuro.

Desenvolvimento Gemelar

A concepção dos gêmeos pode acontecer de duas formas e quanto gêmeos fraternos cada feto terá sua própria placenta, seu saco amniótico e suas membranas, diferente dos gêmeos univitelinos que compartilharão de tudo, inclusive o espaço dentro do saco amniótico.

Com 4 semanas de gestação os tubos neurais dos fetos são formados e os pequenos corações começam a aparecer. Ao chegar as 12 semanas gestacionais, seus principais órgãos do corpo já estão formados e conseguem responder a estímulos externos ainda imperceptíveis a mamãe.

Com 16 semanas seus rins estão funcionando e já produzem urina formada por engolirem o liquido amniótico. Através do exame de ultrassonografia já é possível verificar o sexo dos bebês, claro se colaborarem com os papais e o medico a realizar o procedimento. Com 24 semanas, já possuem sobrancelhas e os dentes já se encontram no local correto dentro das gengivas.

Nessa fase é comum terem soluço e a mamãe conseguir distinguir qual deles que esta soluçando. Ao atingir a 36º semana de gestação seus bebês podem nascer a qualquer momento, pois já estão completamente formados necessitando somente do melhor amadurecimento dos pulmões.

Normalmente 50% das gestações gemelares chegam ate as 36 e 37 semanas gestacionais, obviamente que com um bom acompanhamento medico e cuidados com a saúde da mãe e dos bebês pode-se chegar até mesmo as 40 semanas. Nem todos gêmeos necessitam de ficar na UTI Neonatal, principalmente se já atingiram a 34º semana da gestação.

A indicação para UTI mesmo que por algumas horas é mais para auxiliar os bebês em algum desconforto respiratório e tem alta assim que normalizado ou também por baixo peso, no caso de ter nascido com menos de 2 kgs.

Gêmeos das Famosas

Acho que a mais famosa das mamães de gêmeos é a atriz Angelina Jolie, ela é mamãe de 6 crianças, mas os gêmeos são o knox e a Vivienne. Outra internacional que é mamãe famosa de gêmeos é a cantora Mariah Carey, ela é mamãe de um casal lindo de gêmeos que tem nomes diferentes como os filhos da Jolie, Maroccan e Monroe.

Julia Roberts também foi mamãe de gêmeos com nomes diferentes, são os filhos dela Hazel e Phinnaeus. Em meio as mamães brasileiras estão várias famosas, entre elas a famosa que deu a luz a gêmeas é a atriz Natália Guimarães, ela é mamãe das fofas Maya e Kyara, junto com o cantor Leandro do grupo KLB.

Na época eles toparam fazer tipo um reality sobre a gravidez das gêmeas que foi transmitido no programa da tarde da record, deu pra acompanhar a compra do enxoval, ultrassons e até o chá de bebê das gêmeas. Suzy Rêgo que é casada com o ator Fernando Vieira também deu a luz a dois meninos, Mássimo e Marco.

Fernanda Lima é mamãe dos lindos e loirinhos João e Francisco, acho os dois a cara do papai Rodrigo Wilbert. Já Fátima Bernardes foi além! Rs ela é mamãe de trigêmeos agora já adolescentes. Eles são lindos e Beatriz, Laura e Vinicius já estão passando a mãe na altura! O cantor Luciano da dupla com Zezé de Camargo também é papai de gêmeas, na época foi confirmado que foi feito um tratamento de fertilidade pois Luciano já tinha feito uma vasectomia. Luciano e casado com a Flávia e tiveram juntos as lindas Helena e Isabella.

Relato de Gêmeos – Jemima e Kesia

Ao dar a luz a mãe de Jemima teve uma surpresa muito agradável! Acompanhe a história das gêmeas, Jemima e Kesia.

Em 9 de abril de 1969, mamãe foi surpreendida pelo médico na sala de parto. Sem esforço eu nasci e mamãe relaxou aliviada. Mas o médico avisou ‘Dona, não descansa não porque tem mais um aí dentro!’. Assim ela soube que esperava gêmeas, típico para uma época que nem ultrassom existia. Após ter compartilhado o útero, dividimos também os brinquedos, o quintal, o balanço pendurado no pé de jambo, o berço, a atenção de mamãe e o colo de papai. Apesar de termos sofrido as inevitáveis comparações, tivemos uma infância divertida.

Deus nos abençoou com a singularidade. Somos dois indivíduos com personalidades distintas. Cada qual com seus defeitos, virtudes, sonhos e escolhas. Na infância, brincávamos e brigávamos com a mesma frequência. Eu não gostava de me vestir igual a minha irmã, mas mamãe gostava de costurar roupinhas idênticas para suas gêmeas não idênticas. (sinto saudade do barulho da máquina).

(Mamãe NÃO amou todos os filhos da mesma maneira. Para cada filho, ela reservou um amor exclusivo, intenso e essencialmente verdadeiro. Não sei como ela conseguiu isso)

Separação de Gêmeos

Aos 16 anos minha irmã quis estudar no exterior e eu escolhi ficar no Brasil. Não sabia que este rompimento me afetaria. Em principio passei a usufruir os benefícios de ser filha caçula, mas com o passar do tempo assumi que não sabia lidar com a ausência dela e busquei ajuda na terapia. Com a maturidade pude compreender meus sentimentos e me tornei entusiasta do universo gemelar.

A experiência de ser gêmea é sublime. Em março de 2010, criei o http://www.vizinhosdeutero.com.br/, um site totalmente dedicado aos gêmeos adultos e familiares, com o propósito de reunir todo tipo de histórias de gêmeos, mães, pais e gestantes. E com o objetivo principal de encontrar gêmeos desaparecidos em todo o Brasil. Você é gêmeo ou tem gêmeos na família? Participe! Envie sua história para o e-mail: vizinhosdeutero@gmail.com.

Jemima Pompeu é autora e editora de um acervo online que disponibiliza informações, notícias, artigos, curiosidades e depoimentos, com atualização diária. Jemima é gêmea bivitelina (não idêntica) e mora na cidade de São Paulo. Sua irmã, Kesia Pompeu, vive nos Estados Unidos. As irmãs nasceram em abril de 1969 na capital de São Paulo.

Ser mãe de Gêmeos, Como é? – Relato de Thais Ujvari

Como será ter uma gravidez gemelar? E descobrir que será mãe de gêmeas idênticas? Leia o relato da leitora Thais Ujvari que é mamãe super orgulhosa das gêmeas idênticas Laura e Alicia, duas delicias de bebês!

gravidez gelemar 1

“Quando fiz 13 anos descobri que tinha síndrome do ovário policístico e comecei a tomar anticoncepcional para tentar amenizar as cólicas e espinhas que começaram a surgir na mesma época. Quando casei procurei minha médica para fazer exames em geral pois estava com 26 anos, e nunca parei com a pílula.

Ela foi bem clara em me dizer que quando eu quisesse engravidar teria que ter muita paciência, pois a síndrome, dificulta na maioria dos casos a mulher de engravidar, tem umas que não conseguem, mesmo com tratamentos, e ela ate citou que eu teria que fazer uma contagem de óvulos, algo assim… Apos um ano de casada eu e meu esposo decidimos que íamos começar as tentativas para engravidar. Eu fiquei morrendo de medo, fui à medica, ela me passou ômega 3 e acido fólico e falou pra mim tentar uns 6 meses e se acaso eu não conseguisse iríamos começar a bateria de exames.

A ultima pílula ingeri dia 23 de dezembro de 2012, e então eu e meu marido ficamos pensando positivo cada vez que namorávamos… Dia 23 de janeiro veio minha primeira menstruação, claro que em um mês eu não engravidaria, mas no fundo me chateou, e assim se foi mais um mês no dia 23 de fevereiro acordei, tinha tido muita cólica no dia anterior, já tinha ate dormido de absorvente, quando fui ao banheiro pela manha, não tinha sangue, resolvi que iria tentar fazer o teste de gravidez de farmácia e lá estavam duas linhas (o que indicava positivo).

Após uma semana fiz o primeiro ultra o que apresentou apenas um saco gestacional, e não tinha feto, o médico alertou dizendo que podia ser uma gravidez embrionária, sem embrião, indicou que eu voltasse dali umas semanas, e dia 22 de março lá estava eu de novo com o coração na mão… e para a nossa surpresa tinha sim um feto, alias dois…Minha reação??? a primeira foi um ataque de riso, depois um ataque de choro, não entrava na minha cabeça que existiam duas crianças dentro de mim… Escutei os dois corações, e quase parei de escutar o meu tamanho foi o susto!!!

Durante a gravidez tudo ocorreu muito bem, os fetos sempre estavam acima da média de tamanho, com 14 semanas descobri que seriam duas meninas e ali já comecei a chama-las pelos nomes Alicia e Laura, também descobrimos que iriam ser idênticas. Com 23 semanas fiz a ultrassom morfológica e ela alertou que meu colo do útero havia encurtado, o que colocava tudo em risco, as nenês podiam nascer a qualquer momento, então passei a ter repouso absoluto, levantava apenas para comer, ir no banheiro e ir pra cama.

Sempre quis que as nenês nascessem dia 15/10, pois foi o dia que meu esposo me pediu em namoro e depois me pediu em casamento no mesmo dia… e achei que a data seria especial… mas no dia 18/07 a medica me colocou de repouso absoluto e foi bem clara que as nenês não ficariam mais um mês dentro de mim, faltava tanto ainda, eu tive tanto medo, mas tive fé, agradecia a Deus quando ia deitar todos os dias, porque mais um dia tinha ido e elas não tinham nascido…

Chegamos em outubro nem nenhuma ameaça de trabalho de parto, em todas consultas a medica falava que não passava mais uma semana, mas passaram várias, e com 38 semanas exata fui para o hospital, e adivinham que dia era? Dia 15/10/2013… Nasceram cheias de saúde, a Alicia com 2,280gr e a Laura 2,160gr.

Tive todas as dificuldades de mãe de primeira viagem, as amamentei ate um mês e meio, meu leite acabou secando, foi muito cansativo, era 40 minutos cada uma em cada seio, e dai complementava com 30ml de leite artificial. Mesmo cansativo foi totalmente gratificante, é um momento seu e do bebe, então era muito especial, agora elas só mamam o leite artificial na mamadeira, e agora entrando no terceiro mês, já começaram tomar agua de coco e suco de laranja lima, cenoura e beterraba.

Não sei como é ser mãe de um bebe só. Cuido das minhas filhas sozinhas desde que elas tinham 20 dias. Se estou cansada? Muito! Porém, quando acordo de manha e vou pro berço pegar elas e recebo aquele sorriso banguelo tanto de uma quanto da outra percebo o quanto Deus foi maravilhoso comigo, pra quem achou que nem poderia engravidar, e tenho aqui duas princesas, elas são super quietinhas, tem horário pra tudo, so tenho a agradecer a Deus, por ter me dado esse presente, e essa missão de ser mãe de gemelar, e agradecer muito as amigas que fiz no youtube onde contei toda semana sobre minha gravidez, e fiz amiga que me deram e dão ate hoje muita força.”

Foto: Florian Guzek