Dentre as milhares de preocupações que uma mãe precisa ter logo após o nascimento do seu filho, uma das principais da lista está a alimentação do bebê que, nos primeiros meses, se resume basicamente ao leite materno. E essa é outra preocupação que diversas mães têm ao começar a amamentar. Afinal, qual é a pega correta na amamentação?

No que a pega correta na amamentação interfere na alimentação? Como melhorar? Todas essas perguntas são comuns às mulheres que estão prestes a começar a amamentar e é por isso que precisamos esclarecer alguns pontos.

A Importância da Amamentação

Amamentar um bebê vai muito além de apenas fornecer os nutrientes necessários para que ele cresça saudável nos primeiros meses de vida. Amamentar é um ato de amor, um ato de extrema ligação entre mãe e filho e muito especial para a vida de uma mulher.

Amamentação cria uma conexão entre duas vidas, inclusive ajuda a prevenir a depressão pósparto. Também temos que levar em conta o desenvolvimento emocional não só do bebê, mas também da mãe nesse momento, que precisa desse contato com o seu filho para que essa relação se torne ainda mais fortalecida.

Amamentar é muito mais do que apenas alimentar o bebê, os diversos efeitos psicológicos positivos provam que é um ato de extrema importância tanto para a mãe quanto para o bebê.

Posições de Amamentar

A mãe deve guiar o bebê até o peito e existem diversas posições diferentes para utilizar na hora de amamentar e tudo vai depender de como a mulher se sente confortável. No geral, a melhor forma de posicionar o bebê é do jeito que os dois fiquem confortáveis.

Uma boa opção é amamentar em uma poltrona com um braço macio ou com uma almofada para se apoiar. Se posicionando corretamente, o bebê consegue abocanhar o mamilo inteiro fazendo com que a pega seja correta. Posicionar bem o bebê é muito importante, pois quando há a pega errada, pode ocorrer alguns desconfortos, como a dor intensa nos seios.

É importante também se certificar que os lábios do bebê estão virados para fora, pois assim não há problemas nem com a mãe e nem com o bebê. Muitas pessoas não pensam na importância da posição correta na hora de amamentar, mas ela é fundamental para evitar problemas e garantir que esse momento único e especial não seja atrapalhado.

Qual a Importância da Pega Correta na Amamentação?

Além de toda a questão psicológica já citada aqui que é muito importante na hora de alimentar o bebê e que também é muito afetada pela pega correta na amamentação, há outros elementos que fazem com que isso seja muito importante.

Um dos maiores exemplos que podemos dar é a produção de leite, que pode ficar menor se o bebê não estiver mamando da maneira correta. Isso também implica em problemas como a desidratação do bebê, além de haver o risco de má nutrição. A pega correta também evita que os mamilos fiquem ressecados e rachados, algo que pode causar muita dor e preocupação para uma mãe.

Bico de Silicone para Amamentação

O bico de silicone para amamentação é uma ótima forma de ajudar as mães que estão com dores, essas causadas principalmente por uma pega incorreta. O bico de silicone ajuda na hora da amamentação, mas é preciso tomar cuidado para que ele não se torne obrigatório e indispensável.

O ideal é que o bico de silicone seja apenas para auxiliar quando você está sentindo dores ou até se acostumar com a pega correta. Após ter acostumado, seu uso ser dispensado.

Qual é a Rotina Ideal para Amamentar?

A rotina de amamentação pode variar de bebê para bebê e também de mãe para mãe. Apesar de não existir uma rotina ideal que se encaixe com todos os tipos de famílias, há alguns pontos que devem ser observados para que você crie sua própria rotina e faça com que a hora da amamentação seja tranquila tanto para você quanto para o bebê.

Nos primeiros meses de vida, o bebê passa a maior parte do tempo dormindo e eles não tem nenhuma noção de horário, ou seja, é muito provável que acordem no meio da noite querendo ser amamentados.

Existem, é claro, alguns bebês que se acostumam rápido a dormir durante toda a noite e isso é algo que você pode ir o acostumando aos poucos. A rotina de amamentação, então, vai ficar baseada na rotina de sono da criança.

No início vai ser um pouco mais complicado, principalmente durante a noite, mas com o decorrer dos meses vão se adequando e criando sua própria rotina.

Conforme o bebê cresce, é natural que ele também mude a sua rotina de amamentação, principalmente depois que outros alimentos são inseridos em seu dia a dia. A tendência é que, aos poucos, ele vá deixando de solicitar tanto o peito.

Não há concordância dos especialistas sobre qual é a idade certa para o bebê parar de mamar, mas todos concordam que a amamentação contribui muito para o desenvolvimento do bebê além de ser um hábito saudável até os 2 anos de idade.

Dentre todas as preocupações que uma mulher geralmente tem quando está prestes a ter um bebê, saber qual é a pega correta na amamentação é uma das mais importantes a serem esclarecidas para facilitar esse momento tão especial.

Apesar de todos os problemas que podem surgir a partir dessa dúvida tão comum e corriqueira, as soluções também existem tanto para o problema quanto para as consequências que ele acaba gerando na mulher e no bebê, como a dor nos mamilos e a desidratação, por exemplo.

Cada mulher possui uma experiência diferente com o seu bebê e nem sempre vai ser fácil fazer com que a pega correta na amamentação aconteça rapidamente, mas sempre é possível tornar esse momento de ligação íntima entre mãe e filho cada vez mais especial com muita paciência, amor e persistência.

Veja Também: Insegurança Pós-Parto – Como Lidar Com Essa Situação?
Foto: Anton Nossik