O parto é um momento lindo e único na vida de uma mulher. Mesmo que ela faça diversos durante a sua vida, cada um deles vai ser especial da sua própria maneira, diferente de todos os outros. O parto é um momento especial para todas as mulheres, mas ao mesmo tempo é algo agressivo ao corpo e que pode deixar marcas que nem sempre desaparecem. Muitas mulheres reclamam, por exemplo, de ficarem com a pele manchada após o parto, ou o chamado Melasma, o que pode ser considerado algo natural, mas que causa preocupação em muitas delas.

Mas afinal, por que isso acontece? O que fazer para que essas manchas saiam? Qual a melhor forma de tratar da pele manchada após o parto? Vamos abordar cada um desses assuntos com mais profundidade.

Por Que Aparecem Manchas na Pele?

Os tipos mais comuns de manchas na pele que aparecem durante a gravidez são as manchas escuras no rosto e também algumas linhas na barriga. Além desses tipos, manchas de nascença e sardas que a mulher já possui podem acabar ressaltadas pela gravidez.

Grávida 4 anos depois do 1°!
"Lutei quase 4 anos para engravidar de novo! Saiba o que mudou a minha história." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Grávida após 4 anos! Faça como Alyne
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Clique no play e conheça meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Conhecer FamiGel!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!

As alterações de pigmentação na pele de uma mulher grávida é um efeito comum da tempestade de hormônios, mais especificamente de estrogênio, que acontece dentro do corpo durante a gestação.

Sabendo disso e de que se trata de algo natural nessa fase das mulheres, não é necessário ter pânico por conta da pele manchada após o parto, já que existem muitas formas de trata-las e até eliminá-las com rapidez e eficiência.

Como Eliminar as Manchas?

Tanto as manchas que surgem na pele durante a gravidez quanto as manchas que surgem após o parto tendem a sumir sozinhas com o tempo. Porém, existem maneiras de fazer com que esse processo fique mais rápido. Algumas das principais formas de ajudar a pele a se recuperar dessas manchas são:

  • Proteger-se do sol: Evitar que a pele seja exposta ao sol, principalmente o do meio do dia e usar protetor solar com fatores altos pode ajudar a acelerar esse processo de cura, já que o sol ajuda a deixar a pele mais escura.
  • Cremes de camuflagem cosmética: Uma outra opção são esses cremes que ajudam a clarear a cor da pele e disfarçar o Melasma. Porém, esse tipo de solução apenas camufla, ou seja, não tem eficácia no combate direto às manchas.
  • Rever o uso de anticoncepcionais: Se você já estiver usando anticoncepcionais e as manchas não desaparecerem ou até mesmo piorarem, é o caso de visitar o seu médico e considerar a possibilidade de trocar de remédio para ajudar com o problema de pele manchada após o parto.

Tratamentos para a Pele Antes do Parto

Os cuidados com a pele de uma grávida devem começar antes mesmo do parto. O uso de cremes que evitam as estrias, por exemplo, já pode ser usado, além do protetor solar que deve estar sempre junto à mulher para que não haja nenhuma exposição indevida ao sol.

Além disso, outros tipos de cremes que podem ser usados são os contra a pele seca, que normalmente não têm restrições e ajudam na hidratação e manutenção da pele da mulher.

Problemas na Pele Após o Parto

Diversos problemas podem aparecer na pele de uma mulher além da pele manchada após o parto. Alguns dos mais comuns são:

  • Estrias
  • Acne
  • Varizes

Estrias

A estria gravídica ocorre em oito a cada dez mulheres, ou seja, é extremamente comum. O que acontece é que o crescimento rápido da barriga faz com que a pele estique rápido demais, deixando à mostra camadas mais profundas, que antes não poderiam ser vistas.

Essas camadas podem ser vistas em formas de linhas vermelhas ou roxas principalmente nos seios, na barriga e nas coxas. As estrias gravídicas normalmente acabam ficando da cor branca com o tempo, mas dificilmente somem sozinhas. Há tratamentos com cremes, peelings e lasers para eliminar esse tipo de problema, mas uma mulher só deve fazer depois que não estiver mais amamentando, para que a saúde do bebê não sofra nenhuma alteração.

Acne

Acne, ou as famosas espinhas, são muito comuns tanto em mulheres grávidas quanto em mulheres que tiveram o parto há pouco tempo. Ocorre também por conta da grande quantidade de hormônios que circulam no corpo durante esse período e que acabam afetando a pele de diversas maneiras.

Tratamentos com cremes específicos indicados por uma dermatologista pode fazer com que a acne suma mais depressa, porém, esse tipo de problema costuma sumir sozinho com o tempo.

Varizes

Quando aparecem, as varizes costumam melhorar entre três e quatro meses após o parto ocorrer. Eles ocorrem normalmente por conta de o peso da barriga da mulher não ser suportado pelas pernas e o sangue acabar circulando de forma ruim, principalmente próximo a região das canelas.

Exercícios podem ajudar a evitar ou a fazer com que as varizes sumam mais rápido. Elas não costumam ser muito perigosas, mas é bom sempre visitar um médico se o problema persistir por muito tempo.

Os cuidados com a pele não são os únicos a serem tomados após o parto, mas mesmo assim eles não devem ser deixados de segundo plano e nem esquecidos, pois podem se tornar problemas que vão exigir muito mais de você em um momento onde você precisa ter a atenção voltada ao bebê.

Não negligencie seu corpo, mas também não exagere, certas marcas e mudanças fazem parte do ciclo da vida e o seu corpo vai, aos poucos, se adaptar à nova realidade e ir voltando ao normal.

Veja Também: Micose – Causas e Tratamento
Foto: Julien Haler