Existem milhares de métodos contraceptivos ao alcance das mulheres no mundo, mas nem todas conseguem utilizar da forma indicada proporcionando a segurança que deveria. Ou simplesmente não utilizam nenhum método por não gostar dos efeitos colaterais e quando tem uma relação sexual desprotegida acaba entrando em pânico com medo de uma gravidez indesejada. Nesses casos, a pílula do dia seguinte entra na história, mas muitas mulheres não sabem como utiliza-la, nem quantas vezes pode usa-la e quais os riscos de falhar.

O que é a Pílula do Dia Seguinte?

A pílula do dia seguinte é o único método contraceptivo de emergência, que deve ser utilizado somente em casos extremos quando o método contraceptivo habitual falha ou é esquecido de utilizar, como por exemplo: camisinha furar ou esquecer de tomar o anticoncepcional. Em casos onde o DIU sai do lugar, ou ocorrer deslocamento do diafragma pode ser tomada. O método de contracepção de emergência também é utilizado em casos de violência sexual, dado no próprio hospital.

Produzida a base de hormônios levonorgestrel ou acetato de ulipristal, tem o único foco de impedir ou inibir que a ovulação aconteça. Portanto, ela não é utilizada como método abortivo e não provoca aborto em caso de gravidez já em andamento.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Facilmente encontradas em qualquer farmácia ou drogaria, não precisam de receita medica para a compra. Podem custar em média de R$ 7.00 até R$ 36.00 e podem ser encontradas em embalagens com 1 único comprimido de dose única ou com 2 comprimidos, que irá variar dependendo do que é composto e da marca.

Como Utilizar a Pílula do Dia Seguinte?

A pílula do dia seguinte, ao contrário do que muitas mulheres imaginam, não pode ser utilizada quando quiser ou quando tiver relações sexuais. Ela é considerada pelos ginecologistas por sua composição, uma verdadeira bomba de hormônios que pode se tornar prejudicial se utilizada constantemente, sem falar, que sua eficácia será afetada.

A forma recomendada para utilizar a pílula do dia seguinte é tomar a pílula o mais rápido possível após a relação sexual desprotegida. Mas é dada uma janela limite de até 72 horas (3 dias), mas precisamos alertar que quanto mais demorado for para tomar, menor a eficácia. Se tomado no prazo de 72 horas, cai para 88%.

A Pílula do Dia Seguinte Pode Provocar Efeitos Colaterais?

Não é incomum encontrar mulheres com dúvidas sobre o que pode sentir após o uso da pílula do dia seguinte e dos seus possíveis efeitos colaterais. Mas também não é considerado comum todas sentirem, mas os efeitos são possibilidades que a carga hormonal desse medicamento pode provocar no organismo feminino.
Os principais relatos de sintomas após o uso do método são:

  • Dor e sensibilidade nos seios;
  • Diarreia;
  • Antecipação do ciclo menstrual;
  • Atraso do ciclo menstrual;
  • Escapes no meio do ciclo.

Além de todos os sintomas citados, é normal que o ciclo menstrual sofra alterações nos próximos meses, por isso, algumas podem se preocupar acreditando estar grávidas. Resultado é que a maioria das mulheres faz teste de gravidez no próximo ciclo após uso da pílula do dia seguinte, para confirmar que não engravidou.

Posso Engravidar Mesmo Tomando a Pílula do Dia Seguinte?

Como qualquer outro método contraceptivo, ela não é 100% eficaz, ainda mais se tomada com um prazo maior, após a relação sexual desprotegida. Seu efeito interrompe ou inibe a ovulação e é praticamente nulo as chances de gravidez se tomada horas depois o ato sexual, mas mesmo que chances mínimas, existem. Portanto, se tomou a pílula do dia seguinte neste ciclo, está notando sintomas diferentes no seu corpo, além do atraso menstrual que é considerado normal após seu uso, faça um teste de gravidez para confirmar.

Dúvidas Sobre a Pílula do Dia Seguinte

Existem muitas dúvidas que cercam o uso da pílula do dia seguinte, e como não se trata de um método contraceptivo que pode ser utilizado diariamente é necessário esclarecer todos os pontos e evitar que uma gravidez indesejada ocorra ou até mesmo gaste dinheiro utilizando um método que poderá falhar pelo uso incorreto.

Quantas Vezes Posso Utilizar a Pílula do Dia Seguinte?

A principal dúvida que a cerca é sobre a quantidade de uso, se pode ser utilizada mais que uma vez no mesmo mês ou em quantas vezes por ano pode utilizar. O número de vezes a tomar a pílula do dia seguinte jamais deve ultrapassar de 1 por mês. Alguns médicos recomendam tomar no máximo 12 pílulas no total por ano, sendo 1 por mês. Mesmo assim, é um excesso que não recomendamos e que pode reduzir a eficácia do método contraceptivo.Vale lembrar, que a pílula do dia seguinte é um método contraceptivo de emergência e não deve ser utilizado como forma de prevenção de gravidez recorrente. O método só deve ser usado em casos extremos, onde outros métodos falharam.

A Pílula do Dia Seguinte Funciona Se Já Estiver no Período Fértil?

A pílula do dia seguinte tem o foco de retardar a ovulação ou impedir que ela aconteça, e por isso existe a dúvida se ela terá efeito se já estiver ovulando. E sim, se o método de emergência for utilizado logo após o ato sexual, o menor período possível, mais garantia terá de acontecer uma gestação indesejada. Porém, existe uma grande chance de ocorrer a fecundação neste período, portanto se tomar a pílula do dia seguinte neste período, recomendamos aguardar a data da próxima menstruação e fazer um teste de gravidez para confirmar.

Se Eu Tiver Relações Sexuais Desprotegidas no Dia Seguinte de Tomar a Pílula do Dia Seguinte Estou Segura?

Como se trata de um método de emergência, o foco de seu efeito é para o ato sexual desprotegido daquele dia, os demais que possam vir após o uso estarão completamente sujeitos de uma gravidez acontecer. Se tem uma vida sexual ativa, o ideal é procurar um ginecologista e iniciar o uso de anticoncepcional oral ou injetável, lembrando sempre que eles somente evitam uma gestação, mas não protegem de doenças sexualmente transmissíveis. Para se prevenir de DST’s utilize camisinha em toda relação sexual.

Se Engravidar Mesmo Tomando a Pílula do Dia Seguinte, o Bebê Pode Nascer com Algum Problema?

Como a pílula do dia seguinte não tem efeito abortivo, e tem o único foco de impedir ou retardar a ovulação, ela não provoca nenhuma reação ao feto, se já estiver uma gravidez em andamento.

Isso se enquadra também para as mulheres que utilizam anticoncepcional oral e continuam tomando já estando grávida (sem saber). O risco é de dar continuidade aos métodos hormonais por muito tempo e aí sim, pode provocar alterações no embrião. Mas se for suspenso o uso logo após a descoberta, não existe riscos.

Existe Alguma Contraindicação Para o Uso da Pílula do Dia Seguinte?

Mulheres portadoras de tromboembolismo venoso, insuficiência hepática e que sofrem com distúrbios metabólicos o uso da pílula do dia seguinte não é recomendado por ter riscos de agravamento do quadro. Em caso de dúvidas, converse com seu ginecologista.

Foto: Anka Grzywacz