Você esta em busca do seu tão sonhado positivo e para sua alegria, ele chega! Porém tudo que parecia acontecer dentro dos seus planos foge de suas mãos e, agora, por N motivos você acaba perdendo o seu plano de saúde que já tinha ou está com um plano de saúde novo e descobre que devido a carência seu parto não terá cobertura. E agora?

Para algumas mulheres pensar em ter seu filho pelo SUS é um verdadeiro pesadelo. Ainda mais se já possui um histórico de traumas. Pensando nisso o plano de parto foi criado e oferecido por alguns convênios e maternidades.

Obviamente cada empresa que trabalha com o plano de parto é oferecido tipos de serviços e atendimentos diferentes, por isso o melhor é você pesquisar bastante antes de fechar com algum.

Alguns oferecem além do parto, alguns luxos a mais como acomodações para o acompanhante, assim como também a refeição e o estacionamento por toda estadia. Uma filmagem do parto e as fotos podem também ser oferecidos, mas claro, tudo tem um custo. O grande diferencial também são os preços os quais é possível encontrar com grande diferença de valores.

Vemos muitas gestantes passando pelo descaso do Sistema Único de Saúde e que não conseguem ter um acompanhamento adequado de sua gestação e o momento do parto que deveria ser um momento único, mágico e inesquecível se torna um pesadelo.

Total descaso com as mulheres nesse momento tão especial! Claro que não podemos generalizar, mas 80% das maternidades e postos de atendimento do SUS oferecem um atendimento precário a suas gestantes, em algumas localidades o descaso é ainda maior.

O acompanhamento de pré-natal pode ser realizado tranquilamente nos postos de saúde, mas o momento do parto é o que causa grande preocupação. O acompanhamento é feito pelo medico do posto de saúde mais próximo da residência, mas na hora do parto é encaminhado para a maternidade mais próxima que nem sempre, atende a gestante da forma que deveria.

Para as que possuem a alternativa de não ter seu bebê pelo SUS e contratar um plano de parto, vale muitíssimo a pena pela segurança  e o conforto proporcionado.

Como Fazer e Como Funciona o Plano de Parto

O plano de parto é uma opção para as mulheres que estão sem convênio e desejam que este momento ocorra da maneira esperada e da forma mais tranquila possível. Para fazer seu plano de parto ou plano maternidade é necessário procurar nas maternidades de seu interesse e mais próximas da sua residência, se elas fornecem esse tipo de serviço e também, pesquisar bastante antes de fechar.

Conversar com amigas e conhecidas que passaram por um parto recentemente pode te ajudar na procura, já que poderão dar boas ou más referencias.

Algumas maternidades oferecem em seus sites informações completas dos serviços inclusos no plano de parto facilitando assim a pesquisa da gestante. Já outras em outras, será necessário o agendamento de uma visita para maiores esclarecimentos. Mas no geral, o plano básico para parto é fornecido os seguintes serviços:

  • Internação hospitalar para a mulher – Sendo 2 dias para parto normal e 3 dias para parto cesariana
  • Anestesia e utilização de todo equipamento necessário
  • Cuidados do pré e pós-operatório, curativos, medicamentos e materiais utilizados no parto
  • Sala de pré-parto e sala de parto 24 horas
  • Berçário
  • Serviços de enfermagem e cuidados
  • Teste do pezinho, teste do olhinho e teste da orelhinha
  • Vacinas BCG e Hepatite B

Lembrando que cada maternidade oferece o seu plano diferenciado, alguns oferecem também conforto para o acompanhante oferecendo leito, estacionamento e alimentação. Vale alertar que o plano cobre para nascimento de bebê único e no caso do nascimento de gêmeos o valor é diferenciado.

Em caso de necessidade de internação na UTI Neo Natal ou se estender a internação da mãe, serão gerados custos adicionais.

Ao contratar o plano de parto, o primeiro pagamento normalmente deve ser pago já no ato da contratação com vencimento na mesma data dos meses seguintes e deve ser quitado até o dia do nascimento do bebê.

A quitação é exigida no momento de internação da gestante e na falta do pagamento a internação pode ser negada. A facilitação do pagamento ao longo da gestação é o grande diferencial do plano e o que chama mais atenção das mamães.

Veja Também: Como Escolher a Maternidade Ideal?

Fotos: Anna Langova,  Anton Nossik