Pode Dar Água a Bebê Recém-Nascido?

Muitas mães podem ter dúvidas se pode dar água ao recém-nascido. O primeiro esclarecimento é que as necessidades do bebê são bem diferentes de uma pessoa adulta. Uma criança alimentada exclusivamente por leite materno não necessita de água e isso porque o leite materno já contém água e pode satisfazer plenamente as necessidades de hidratação do bebê.

A maioria dos pediatras orienta que até os seis meses de vida não deve ser oferecida água ao bebê ou qualquer outro líquido. O leite materno possui teor de sais minerais equilibrado o que o torna fonte natural de hidratação para o bebê.

Em dias mais quentes, o bebê demandará de mais mamadas e por isso, é essencial que a mãe beba muita água ao longo do dia e que se alimente de maneira saudável a fim de oferecer um alimento de alta qualidade à criança.

Saiba Quando o Recém-Nascido Pode Beber Água

A água para recém-nascido só é indicada quando a alimentação da criança não é exclusivamente por meio de amamentação. Se o bebê é alimentado por fórmulas, a mãe é orientada a dar pequenas quantidades de água à criança ao longo do dia, isso porque a maioria das fórmulas existentes possui sódio, o que pode contribuir para a desidratação.

Mas mesmo em casos que a criança utilize fórmulas, é importante que o pediatra seja consultado para orientar devidamente sobre quantidades diárias e se realmente é necessário. Vale ressaltar que quando existe a recomendação de que pode dar água para o recém-nascido é importante que seja filtrada, preferencialmente fervida e resfriada.

A quantidade indicada pelo médico deve ser respeitada e é estabelecida de acordo com o peso do bebê, geralmente o oferecimento de água é recomendado após a refeição, em pequenos goles. Nos intervalos não é recomendado, pois pode causar no bebê sensação de saciedade e prejudicar a hora da alimentação.

Quando o Bebê Necessita da Água Em Sua Rotina?

A partir dos 6 meses de vida da criança, os pais já podem incluir a água na rotina do bebê, mas sem exageros. Pequenos goles costumam ser orientados após as refeições, seguindo a mesma recomendação em caso de recém-nascidos que tomam água. A quantidade deve ser estabelecida junto ao pediatra e respeitada.

Após a liberação da água, os pais podem ter uma noção se a criança está devidamente hidratada por meio da aparência do xixi, se for claro e se a criança fizer xixi pelo menos seis vezes ao longo do dia, é sinal de que está devidamente hidratada. A orientação para a ingestão de chás é a mesma para a água, em pouca quantidade, respeitando a orientação médica.

IMPORTANTE: Após a orientação do pediatra para a ingestão de água, é fundamental que os pais respeitem as quantidades e que em hipótese alguma ofereçam outros líquidos como sucos ou refrigerantes que podem ser prejudiciais à saúde da criança.

As Necessidades das Crianças Com Mais de 1 Ano

Ao completar um ano de vida, a criança está liberada a tomar água sem tantas restrições. Em dias mais quentes, é importante que os pais ofereçam mais água ao longo do dia, na quantidade que a criança desejar beber. Alguns cuidados devem ser tomados, como não permitir que a criança tome muita água minutos antes do horário das refeições, o que pode causar saciedade e fazer com que perca a fome.

Dias quentes

Em dias muito quentes e secos, a incidência de desidratação entre as crianças é maior. Por isso, é essencial que os pais fiquem sempre atentos quanto à hidratação do bebê e em casos de febre, a quantidade de água deve ser maior, a fim de restabelecer o quanto antes a temperatura ideal da criança. Assim ajudar também na eliminação de quaisquer agentes invasores.

É essencial não oferecer água ao bebê logo antes de dormir, o que pode causar sensação de mal-estar e prejudicar a digestão em casos em que a criança acabou de ser alimentada. A água como nos adultos, pode impedir a perfeita digestão se for ingerida em excesso logo após as refeições.