São diversas as doenças e as complicações que podem surgir em nossos corpos ao longo da vida. Algumas são bem famosas e fáceis de tratar, outras também famosas, porém difíceis de lidar, enquanto existem aqueles problemas que muitos nem imaginam que existam. É o caso dos pólipos, um tipo de fenômeno que pode ocorrer em nossos corpos e que muitas pessoas desconhecem a existência.

O que são Pólipos?

Pólipos são pedaços de tecidos que crescem anormalmente em determinadas regiões do corpo como o útero, intestino ou o reto e costumam surgir em pessoas com mais de 50 anos. Eles quase sempre são benignos, ainda que existam perigos envolvendo alguns tipos de pólipos.

Esses crescimentos de tecidos podem ter um formato parecido com o de uma verruga ou de um cogumelo, sendo esse segundo tipo de formato motivo de mais atenção, pois pode indicar o início de certas doenças. Os dois tipos mais comuns de pólipos são os uterinos e os intestinais e exatamente por isso vamos falar mais profundamente sobre os dois.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Pólipos Uterinos

São mais frequentes em mulheres mais velhas, especialmente as que estão passando pela menopausa, mas podem surgir em qualquer idade. Trata-se de pólipos que se localizam na parede interna do útero causados por excesso de tecido endometrial.

Esses tumores, apesar de quase sempre serem benignos, podem causar certos problemas, como dificuldades para a mulher engravidar e causar dores mais intensas quando a mulher está menstruando, dor essa que muitas vezes é confundida com cólicas menstruais.

Sintomas do Pólipo Uterino

Diversos sintomas podem indicar a existência dos pólipos uterinos, entre eles:

Apesar de alguns desses sintomas indicar outros problemas, é necessário ficar atenta e visitar um ginecologista assim que sentir qualquer um deles para ter certeza do que se trata e começar um tratamento.

Tratamento do Pólipo Uterino

O tratamento dos pólipos uterinos só é feito se a mulher está com muitos problemas para engravidar ou se sua presença indicar algum sinal de tumor maligno. Nesses casos, alguns procedimentos podem ser tomados, como a ingestão de remédios à base de progesterona, que reduzem o tamanho dos pólipos até os eliminar.

Em casos mais extremos e em que há perigo para a mulher, pode ser que uma cirurgia para a retirada do útero seja necessária, mas tudo deve ser muito bem conversado com o ginecologista antes de qualquer atitude radical ser tomada.

Pólipos Intestinais

Os pólipos intestinais podem surgir tanto no cólon quanto no reto e existem diversos tipos, tanto benignos quanto malignos. Esses pólipos podem ser planos ou esféricos com formato de verruga e podem aparecer os dois tipos ao mesmo tempo.

Alguns fatores contribuem para o aparecimento dos pólipos intestinais como a idade, por exemplo. Estima-se que pessoas com mais de 50 anos tem muito mais chances de os desenvolverem do que os mais jovens.

Além disso, os hábitos alimentares das pessoas também influenciam diretamente no aparecimento desse tipo de pólipo. Alimentos com conservantes e com muito sal aumentam consideravelmente o aparecimento deles, além de também aumentarem as chances de a pessoa desenvolver câncer.

Sintomas do Pólipo Intestinal

Os pólipos intestinais podem ser identificados através de alguns sintomas como:

  • Fezes com sangue;
  • Dores abdominais;
  • Alteração no funcionamento intestinal

Porém, uma notícia ruim é que muitas vezes eles não apresentam nenhum sintoma e só são descobertos após a realização de exames como o raio-x. Por essa razão é importante sempre manter os exames em dia, já que a identificação precoce dos pólipos intestinais pode facilitar o tratamento.

Tratamento do Pólipo Intestinal

Antes de mais nada, é necessário que seja feita uma biópsia para verificar se há ou não células malignas entre os pólipos intestinais. A forma mais comum de remover os pólipos é através de colonoscopia, porém cirurgias mais complexas podem ser necessárias dependendo do quadro clínico do paciente.

Pólipos se Transformam em Câncer?

A maioria dos pólipos são benignos, ou seja, não representam perigo de se tornarem câncer, apesar de necessitarem de tratamento. Porém, existem sim aqueles que podem se tornar um câncer, geralmente os que possuem forma de cogumelo ou os que são muito grandes, já que, quanto maior o pólipo, maior a chance de ele desenvolver células cancerosas.

O Pólipo Adenomatoso, que se desenvolve no intestino, é considerado perigoso e suas células são consideradas “pré-cancerosas”. Por essa razão, quanto mais cedo o diagnóstico for feito, maior a chance desse problema ser resolvido sem que o pólipo se transforme em uma doença mais grave e que cause complicações muito mais sérias.

Problemas como os pólipos podem ser desconhecidos por muitas pessoas, mas podem ser um perigo real, ainda mais quando há risco de se tornarem um câncer. Estar em dia com todos os exames é importante para que qualquer problema exista, seja detectado precocemente, facilitando assim qualquer tipo de tratamento.

E é por essa razão que qualquer tipo de problema precisa ser conhecido, por mais insignificante ou distante da sua realidade que ele pareça. Afinal, nunca sabemos se vamos ter que lidar com isso ou não e é sempre bom estarmos preparados.

Veja Também: Doença de Crohn – Tipos, Causas e Diagnóstico
Foto: Nephron