Por que o Leite Materno é Tão Importante?

Márcia Benalia especialista em amamentação fala mais sobre a importância do aleitamento materno! Aproveitando a campanha de doação de leite materno e incentivando a amamentação, veja o que ela diz sobre a pega correta na hora da mamada.maternity coach 1
O dia mundial da amamentação está chegando e para comemorar esta data, vamos explicar alguns dos motivos que fazem do ato de amamentar, um ato de amor ao seu filho! Logo após o nascimento, o bebê pode e deve ser amamentado, garantindo assim o acesso dele ao colostro, uma vacina natural.

Após este primeiro contato, para o sucesso da amamentação, além da vontade de amamentar e da disponibilidade da mãe, um fator é de extrema importância: A pega correta. Da mesma forma que o bebê aprende a mamar, a mãe deve aprender a amamentar.

Pontos a Serem Verificados na Amamentação

  1. Quando o bebê está mamando, é possível visualizar mais a aréola acima da boca do bebê?
  2. O queixo está tocando a mama?
  3. O lábio inferior virado para fora?

Se você respondeu sim a estas perguntas, significa que o bebê está mamando corretamente.

Temos sempre que lembrar que o bebê que vai até a mama e não a mama que vai ao bebê. O leite materno é perfeito para o bebê, assim como o leite de vaca é perfeito para o bezerro! O sistema digestivo e o rim da criança pequena são imaturos, o que limita a sua habilidade em manejar alguns componentes de alimentos diferentes do leite humano.

Devido à alta permeabilidade do tubo digestivo, o bebê corre o risco de apresentar reações de hipersensibilidade à proteínas estranhas a espécie humana. O rim imaturo não tem a necessária capacidade de concentrar a urina para eliminar altas concentrações de solutos (substâncias que podem ser dissolvidas) provenientes de alguns alimentos.

Portanto, insista na amamentação! O seu leite é o melhor alimento que o seu filho pode receber. Não tenha vergonha de pedir ajuda caso encontre dificuldade em amamentar. Apoio é muito importante nesta fase. Mimos também são bem vindos! Receber olhares de admiração dos familiares, um copo de água do marido enquanto amamenta e muito carinho, faz com que a mãe se sinta amada e retribua em dobro este amor ao bebê.

Descanso X Amamentação

O descanso também se faz necessário na vida da lactante. Mais um motivo para buscar apoio familiar ou profissional. É importante para a mãe ficar tranquila, com alguém cuidando do bebê, para que ela possa dormir e reabastecer o tanque de combustível!

Aqui no Brasil, além das conselheiras de amamentação como eu, contamos com uma assistência maravilhosa na prática da amamentação. A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano é a maior e a mais complexa do mundo!!! Sempre que necessário, procure um banco de leite. Lá você encontrará apoio e conseguirá coletar e doar leite humano.

Benefícios do Leite Materno ao Bebê

Saiba que bebês amamentados tem uma melhora no desenvolvimento mental, são mais ajustados socialmente, tem menos alergias, adoecem menos, recebem as proteínas, gorduras, cálcio e vitaminas que precisam e o ato de sucção e pegada correta contribuem para o alinhamento dos dentes.

Benefícios da Amamentação Para a Mãe

Para as mães que amamentam, as vantagens são inúmeras também. A amamentação reduz o risco de câncer de ovário, útero, endométrio e mama, protege contra a osteoporose e contribui para o retorno do peso que a mãe tinha antes da gestação.

Nos primeiros meses de vida, mãe e bebê estão se conhecendo. A amamentação é a melhor forma de aumentar este vínculo! Além de satisfazer as necessidades fisiológicas do seu filho, ao amamentar, a mãe supre toda e qualquer carência emocional do bebê.

Não prive seu filho deste carinho. Amamente-o!

Márcia Benalia é comunicóloga, cursando pós-graduação em psicologia e maternidade, doula, consultora de amamentação e instrutora de shantala certificada pelo GAMA(Grupo de Apoio a Maternidade Ativa), consultora em aromaterapia para gestantes certificada pela Aromaflora, sócia da Maternity Coach(Maternitycoach.com.br), mãe de dois filhos e estudiosa dos benefícios que a natureza nos promove.

Como Armazenar Leite Materno

Com o leite materno não é necessário água, chás, sucos ou qualquer outro complemento ou alimento durante os 6 primeiros meses de vida. Porém como fazer se a mamãe tem que voltar ao trabalho antes desse tempo? Armazenar o leite materno é a solução mais próxima e também a ideal tanto para mamãe como para o bebê.

Armazenar o leite materno traz benefícios imensos para ambos os lados, vamos enumera-los então. Para a mamãe os principais benefícios que armazenar o leite materno trás são:

  • Evitar o desmame precoce
  • Continuar a produção de leite, assim ela pode continuar amamentar mesmo após a volta ao trabalho nem que seja
  • no período em que estiver em casa a noite
  • Continuar perdendo peso após a volta ao trabalho
  • Tranquilidade em saber que o melhor está sendo oferecido ao bebê

Com a correria do dia a dia pode parecer cansativo ordenhar a mama ou mesmo tirar com a bombinha apropriada para retirada do leite, porém a gratificação é muito maior do que o pequeno esforço. O ato de tirar e armazenar o leite materno pode ser bem mais simples do que você pensa, aliás, com o tempo e a prática fica cada dia mais fácil de fazê-lo.

Formas de Armazenamento

Para armazenar o leite materno é simples, basta ter vidros com tampa de plástico em casa, ordenhar manualmente ou mesmo com uma bombinha apropriada. Para armazenar o leite materno, esterilizar o frasco em que será guardado é necessário, assim evita que o leite materno se estrague mesmo depois de congelado. Devemos lembrar que o armazenar o leite materno é uma ótima solução porém o leite cru sem pasteurização como é feito nos bancos de leite, dura somente 15 dias no freezer e 2 dias na geladeira normal.

armazenas leite materno solucão para as mamães 1

Como Esterilizar os Frascos

Para esterilizar o frasco para armazenar o leite materno, basta coloca-lo dentro de uma panela com água fervendo após muito bem lavado com água e detergente neutro, assim como a tampa. Não se esqueça de tirar o papelão que reveste a tampa por dentro ok?

O frasco virado de boca para baixo por aproximadamente 10 minutos dentro da panela com água fervente. Após esse tempo colocar em cima de uma bancada limpa com álcool sempre virado de boca para baixo para escorrer e até secar. Nunca passar nenhum tipo de pano ou papel por dentro do vidro para evitar nova contaminação ou que o vidro pegue algum tipo de sujeira do pano ou papel.

Conservação do Leite Materno

O frasco também pode ser conservado em geladeira após a esterilização, assim ele se mantém limpo para a próxima ordenha de leite materno. Algumas marcas possuem saquinhos adequado para armazenagem adequada do leite materno em freezer, são sacos estéreis que pode economizar espaço dentro da geladeira.

Porém aqui no Brasil são mais difíceis de serem encontrados, se você viaja com frequência para o exterior ou tem alguém que possa enviar, pode pensar no caso e trazer para essa finalidade. Certamente irá facilitar e muito a vida. Lembre-se sempre de etiquetar o leite, data, hora em que foram tirados.

A melhor parte de voltar ao trabalho é sem duvida nenhuma a volta para casa no final do dia, pegar o bebê no colo e matar as saudades não tem preço! Na duvida ainda se deve armazenar leite materno? Não há nada melhor para seu filho do que o leite materno, na dúvida procure um pediatra e peça maiores esclarecimentos. Leite materno é com toda certeza e sem duvida vida em gotas!

Não se esqueça, o leite excedente também pode ser doado, lembre-se da campanha “Doe Frascos de Vida” e ajude um prematuro a ir para casa mais rapidamente.

Como é Ser Doadora de Leite Materno – Daniela Zanatto

Daniela Zanatto a dona do excelente blog Mamãe Aprendiz relata como foi a sua experiência como doadora de leite materno. O qua a fez se tornar uma doadora e qual é a experiência que uma doadora passa a ter depois de iniciar a doação de leite materno. Veja mais sobre como é a vida de uma doadora e o que uma mulher que doa o seu leite materno passa a ter em troca desse gesto tão lindo que é salvar vidas. Bem vinda Daniela!
dani mamãe aprendiz 1
Trocando Fraldas: O que te levou a fazer a doação de leite materno?
Daniela: Há muitos anos atrás, minha prima teve um bebê prematuro, e precisou de leite. Eu fui algumas vezes buscar o leite para o bebê, e vi mulheres doando no hospital, enquanto esperava que a enfermeira buscasse o vidrinho que deveria levar. Só quando a gente precisa é que valoriza a atitude. Achei lindo. Fiquei pensando no desprendimento daquelas mulheres, doando seu leite sem saber para quem estavam doando… Estavam salvando a vida do meu priminho, que se desenvolveu rapidamente e pôde ir pra casa, graças a aquele leite.

Mas eu era nova e nem namorava, naquela época eu nem cheguei a pensar que um dia iria doar. Muitos anos se passaram, namorei, casei, engravidei e na semana que minha filha nasceria, minha mãe me trouxe um panfleto do Hospital Universitário aqui de Londrina falando da doação de leite humano. Que eles vinham buscar em casa, que era um ato de amor. Olhar para aquele panfleto me fez voltar 15 anos no tempo, para aquela sala de espera do HU, esperando o leite do meu priminho, e vendo as costas daquelas mulheres doando seu leite. Não tive dúvidas! Naquele momento decidi que eu faria a mesma coisa!

Trocando Fraldas: Como foi a doação inicialmente? Foi fácil?
Daniela: Após a Mariana nascer, eu esperei uns 15 dias para ligar, queria que estabilizasse o meu leite e também, no primeiro filho a gente fica meio perdida nos primeiros dias. Até que decidi ligar. A enfermeira veio no dia seguinte até minha casa, ensinou os procedimentos, e como eu já tinha a bombinha foi bem fácil. Nas primeiras tentativas saíam poucas gotinhas… Mas depois, eu fui aprendendo e o corpo começa a trabalhar com aquilo que pedimos.

À medida que eu tirava um pouco a mais todo dia, o corpo entendia que tinha que produzir um pouco a mais todo dia, então, depois de pouco mais de uma semana, eu já enchia 5 vidros de maionese, daqueles de 500 ml por semana! Lembro que, em minha primeira conversa com a enfermeira, ela me explicou que primeiro eu teria que deixar a minha bebê mamar tudo o que ela quisesse. Eu só doaria o excedente, o que sobrasse. Aí perguntei se valeria a pena doar, porque provavelmente seria muito pouco. Ela me explicou que alguns prematuros muito novinhos, mamavam 1ml de hora em hora, ou seja, qualquer quantidade era muito bem vinda!

Trocando Fraldas: Teve algum problema com a amamentação inicial?
Daniela: Graças a Deus não tive nenhum problema com a amamentação. A Mariana já pegou de primeira, no hospital onde ela nasceu, as enfermeiras me ajudaram a colocar na posição correta para não correr o risco de machucar o seio, então esse início foi muito tranquilo.

Trocando Fraldas: Como foi o processo até se tornar uma doadora?
Daniela: É bem rápido. A enfermeira veio em casa, respondi um formulário, me ensinou os procedimentos, e na mesma semana eu já estava doando leite!

Trocando Fraldas: O que é mais importante na sua opinião da doação de leite materno?
Daniela: Todas sabemos a importância do leite materno para nossos bebês que nasceram saudáveis. Para prematuros, ou bebês que estão com alguma infecção, é ainda mais importante, na verdade, pode ser a diferença entre a vida e a morte desse bebezinho!

Trocando Fraldas: um incentivo a quem pensa em doar mas não criou coragem ainda para tal.
Daniela: Muitas vezes, com minha filha nos braços, amamentando, me coloquei no lugar daquelas mães angustiadas, com bebês na UTI, sem saber o dia de amanhã. Deus te dá a graça de salvar vidas! De aliviar sofrimentos de outras mães como você. Eu sei, dá trabalho, sua vida com um bebê é cansativa… mas se você tem a graça de ter leite suficiente para o seu filho e ainda sobrar umas gotinhas para doar, doe essas gotinhas, doe vida!

Daniela Zanatto, 37 anos, Relações Públicas, Secretária Executiva, Escritora e Blogueira. Esposa do Rinaldo há 10 anos, mãe da Mariana (4 anos) e do Gabriel (2 anos). Autora do blog Mamãe Aprendiz!
Veja também: Doação de Leite Materno – Doar Frascos de Vida e o LOBALE (localizador de bancos de leite humano)

Doação de Leite Materno

Vida! É tudo o que significa a doação de leite materno. Um líquido tão precioso que pode salvar vidas! Você já pensou nisso? Muitas mulheres optam por amamentar o seu bebê com o intuito de dar o melhor a eles, afinal o leite materno é uma verdadeira riqueza em termos nutricionais e também quando se fala em defesa para o organismo pelas suas defesas e valores nutricionais.

doacao de leite materno, doar vidas (1)

O leite materno além de mais saudável evita muitas doenças para o bebê! Vamos pensar nos prematuros que nascem sem imunidade, ainda mais frágeis do que um bebê a termo que nasceram dentro do tempo esperado. Esses bebês prematuros precisam de uma nutrição natural repleta de anticorpos e rico em gorduras e sais minerais para ganhar força e maiores chances de vida. Um bebê de baixo peso necessita ser alimentado por um leite tão rico como o leite materno e então qual a solução? A doação de leite materno!

O leite materno além de mais saudável evita muitas doenças para o bebê! Vamos pensar nos prematuros que nascem sem imunidade, ainda mais frágeis do que um bebê a termo que nasceram dentro do tempo esperado. Esses bebês prematuros precisam de uma nutrição natural repleta de anticorpos e rico em gorduras e sais minerais para ganhar força e maiores chances de vida. Um bebê de baixo peso necessita ser alimentado por um leite tão rico como o leite materno e então qual a solução? A doação de leite materno!

Quem Pode Doar?

Mamães que amamentam seus filhos podem ajudar outros bebês com o seu leite excedente! Você pode ajudar a fortalecer uma nova vida. Uma mulher produz leite materno em demanda ou seja, se ela amamenta seu filho ainda pode possui uma maior quantidade de leite se tem o hábito de tirar ainda após a mamada. Para aumentar o fluxo, basta retirar o leite ordenhando manualmente ou por uma bombinha apropriada e armazenar corretamente. Doar para o banco de leite mais próximo da sua residência é um gesto de solidariedade que não tem preço! Como fazer a doação de leite materno?

A maioria dos bancos de leite faz a coleta domiciliar com a equipe dos bombeiros, a doadora nem precisa sair de casa para fazer um bem maior a quem necessita de leite materno. Entre em contato com o banco de leite mais próximo da sua casa e verifique os procedimentos a serem feitos para começar a doar.
Para doar leite materno é tão simples e não toma tanto tempo assim, requer amor e dedicação apenas e vai te fazer um bem tão grande que não tem como explicar! Seja uma doadora de vidas, faça doação de leite materno!

Veja a Ferramenta LOBALE ela ajuda a encontrar o banco de leite ou posto de coleta mais próximo a sua casa, basta colocar seu endereço ou CEP e pronto! Doe, incentive a doar afinal, não custa nada!

Chris Nicklas – Porque Doar Leite Materno?

Chris Nicklas é defensora da amamentação e dona do Amamentar é…  Simpática demais, de um carisma incrível! Chris é super mãezona e coordenadora de um projeto maravilhoso, ela conta um pouco mais de como doar leite materno pode ser importante para quem precisa e ainda mais para o bebê que necessita ganhar saúde para ir para casa com seus pais aflitos por sua alta hospitalar e pronta recuperação. Leite materno é um remédio natural para o bebê, que tal proporcionar um pouco desse medicamento disponível para o seu filho para alguém que precisa tanto dele quanto um recém nascido prematuro?

Chris nicklas 1

“Que vida atarantada essa que vivemos, não?! Cheia de prazos, metas, compromissos… Nos perdemos entre tantos afazeres e tendemos a transformar atos singelos em mais um item em nossa agenda. Pois bem, doar leite materno é um desses casos. Não posso deixar de listar aqui nesta “conversa” os inúmeros motivos que nos levam a doar o leite que verte de nossos seios:

Razões Para Doar Leite Materno

  • O baixo estoque dos Bancos de Leite brasileiros

  • O aumento das chances de que um bebê prematuro se recupere, ganhe peso e receba alta para ir para casa

  • O poder que o leite humano tem de salvar a vida de um recém nascido pelo simples fato de que só ele provê imunidade ao bebê

  • A imaturidade do aparelho digestivo do neném que não está preparado para receber nada além de leite humano

  • O fato de que com uma mínima quantidade de leite humano, poucos mililitros mesmo, é possível alimentar vários prematuros…

Mas acredito que o principal e mais forte motivo que nos leva a doar nosso leite é o fato de que em algum momento, na correria do dia a dia, nos conectamos à mãe, que por um motivo ou outro, tem seu bebê internado numa UTI Neo Natal.

Sabemos que ela existe, tem um nome, família, e está lá, sentada ao lado de seu filho, torcendo com toda a sua fé para que logo ele receba alta. Quantas de nós já passaram ou ainda passarão por isso? Nessas horas somos uma. Somos a mãe. E cada neném em uma UTI é nosso filho.

Doe o seu leite e salve vidas!”

Doe leite materno! procure um posto ou banco de leite materno aqui no LOBALE. Seu leite excedente faz toda a diferença para uma pequena vida que espera pelo seu gesto de amor.

Chris Nicklas escreve no www.amamentareh.com.br  o qual possui dicas fundamentais para mamães que amamentam seus bebês e para quem pretende amamentar.

Foto: Matteo Bagnoli, Tzuhsun Hsu, Instagram