Você teve um bebê a alguns meses e o amamenta e acaba de descobrir que esta vindo mais um herdeiro, e agora? Posso amamentar na gravidez? Ou devo desmamar para não atrapalhar a gravidez? Esse é um tipo de dúvida bem frequente das mamães e viemos para esclarecer esse ponto. O fato de a mamãe amamentar estando grávida não existe contra indicação alguma, porém devido a ação dos hormônios focarem totalmente no desenvolvimento do feto o leite tende a diminuir de forma considerável podendo não ser mais o suficiente para alimentar o maior. Ainda mais se já for uma criança que já come papinhas, frutas ou alimentos sólidos, o leite materno será mais por um aconchego materno do que uma alimentação.

No início do pré-natal é aconselhado a mulher informar a seu ginecologista que ainda amamenta, pois durante a gravidez a mulher já deve se nutrir de forma especial para o melhor desenvolvimento do feto e para produzir o leite para amamentação também, portanto será nutrição em forma dobrada para poder suprir tudo que precisam. Outro fato comum de ocorrer é grávidas que amamentam sentir cólicas devido a contrações uterinas, que são geradas devido à amamentação e ao ato de sugar. Mas essas cólicas não são prejudiciais ao desenvolvimento do feto, por isso não entre em desespero achando que vai abortar porque é um sintoma normal de ocorrer nesses casos, a não ser que outros sintomas como sangramento ou dores mais fortes apareçam ai um medico deve ser procurado imediatamente.

Muito comum acontecer é a criança desmamar sozinha, pois se acredita que devido ao aumento dos níveis hormonais na gravidez o leite tenha seu sabor alterado, fazendo que a criança perca o desejo pela amamentação de forma natural.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel solve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Prós e Contras de Amamentar na Gravidez

Existem os prós e contras de amamentar um filho estando grávida, e quem saberá o melhor a fazer no momento após analisar os fatos é a mulher. A amamentação é recomendada ate os 2 anos de vida, mas será que a mulher aguentará a maratona cansativa de uma gravidez e amamentar outra criança? E quando nascer, amamentar duas? Existe o ponto referente à nutrição, que citamos brevemente acima. Se a mulher já tem problemas com alimentação e baixos nutrientes não é aconselhado que se proponha a encarar essa maratona, afinal se já tem problemas com desnutrição como nutrir e desenvolver um feto e ainda produzir um leite forte para o maior?

Mas se a mulher consegue se alimentar de forma saudável, com todos os nutrientes necessários e suficientes para um bom desenvolvimento do feto e ainda produzir um leite rico em nutrientes, porque não? Amamentar é sempre um ato maravilhoso, momento mãe e filho e se você esta disposta a encarar não só a responsabilidade de se nutrir adequadamente, mas de passar por cima do desgaste e cansaço físico, mãos a obra, ou melhor, bebê no peito. Não podemos esquecer também do convencional e natural ciúme entre irmãos. Quando o bebê nascer, e você for amamentar o recém-nascido como o maior vai reagir? Essa divisão do peito e os ciúmes não causarão um desgaste muito grande? E o desejo de amamentar o bebê como fez com o primeiro, dando mais atenção e tendo mais cuidados, conseguirá fazer que o maior espere o bebê mamar primeiro?

Se mesmo depois de fazer todos esses questionamentos a sua resposta ainda é sim, vou continuar amamentando meu filho maior. Você pode fazê-lo tranquilamente ate o dia do parto e continuar assim que retornar da maternidade. Lembrando que a alimentação deve ser variada com alimentos ricos em nutrientes, melhorando a qualidade do leite e passando as vitaminas necessárias para o melhor desenvolvimento do feto.

Durante a amamentação a mulher perde peso facilmente, o que durante a gravidez deve ser controlado para que não ocorra. Portanto o acompanhamento do seu obstetra em relação ao ganho de peso e evolução gestacional deve ser acompanhado ainda com mais cuidado. Incluam em seu cardápio alimentos como frutas, legumes, cereais, carnes vermelhas e peixes, que proporcionarão as vitaminas necessárias .

Veja também: Posição Para Amamentar – Alimentando com Amor e Prazer

Foto: UNICEF Ukraine, Hobo Mama