Quem está na luta por uma gestação, sabe que calcular o período fértil é importante para a conquista deste sonho, mas também é possível engravidar fora do período fértil. Vale esclarecer que o que pode ocorrer para que a mulher engravide fora de sua rotina, de sua programação, não quer dizer exatamente engravidar fora do período fértil. Já que estar fértil é uma condição para que a mulher engravide. O que pode acontecer são eventos fora de controle que podem até mesmo alterar o funcionamento e regularidade do corpo feminino. Assim como pode ser um caso de sobrevida do espermatozoide dentro do corpo, próximo ao período da ovulação.

Muitas mulheres compartilham a experiência da gravidez após relações sexuais fora do provável período fértil e como isso pode acontecer? Há duas explicações para que isso ocorra:

Ovulação no Pico de Adrenalina

Há mulheres que podem vir a ovular mais de uma vez em um mesmo ciclo e isso é possível de acontecer devido ao pico de adrenalina, que estimula uma nova ovulação. Essa seria a explicação para o fato de algumas mulheres afirmarem ter uma certa facilidade para engravidar, pois até mesmo o ato sexual pode estimular a ovulação, o que aumenta as chances de uma gravidez.

Tempo de Permanência e Vida do Espermatozoide

O tempo de sobrevivência do espermatozoide dentro do corpo feminino varia de 3 a 5 dias, o que isso quer dizer? Que se a mulher teve relações sexuais pelo menos 5 dias antes da ovulação, corre o risco de uma gravidez. Há casos raros relatados pela ciência da sobrevivência de espermatozóides por 15 dias. Essa sobrevida do espermatozoide dentro do corpo feminino torna possível engravidar fora do período fértil.

O Que é Preciso Saber Sobre a Ovulação

De acordo com a pesquisa Ovulação realizada pela Universidade de São Paulo, o conceito amplo de ovulação compreende crescimento folicular, formação do estigma, rotura folicular, a postura ovular e a formação de corpo lúteo funcional. Mas a maturação folicular e o esgotamento do patrimônio folicular ovariano dependem de fatores ainda mais complexos. E estas complexidades têm relação com a individualidade do corpo feminino.

Em uma menstruação regular de 28 dias, por exemplo, a ovulação provavelmente pode ocorrer entre o 11º e 15º dia após o ciclo. Muitas mulheres têm dificuldades para entender o próprio corpo, e por isso, pode ser uma saída recorrer à calculadora de período fértil para uma data mais aproximada, e esse cálculo pode ajudar, inclusive, em casos de mulheres com ciclo irregular, pois a ferramenta pode dar uma data estimada de período fértil com base no primeiro dia de menstruação.

Ovulação Precoce

 A ovulação pode ocorrer precocemente em algumas mulheres e acontece quando um óvulo maduro é liberado após 8 ou 10 dias após o início do ciclo menstrual. Esse é um fenômeno que pode estar ligado a fatores como:

  • Estresse
  • Alimentação
  • Álcool
  • Fumo
  • Existência de alguma doença crônica
  • Mudança no estilo de vida

Para identificar a ovulação, ainda que fora do período considerado normal, é importante que a mulher preste atenção em alguns sintomas que são:

Alterações no muco ou líquido cervical – O muco produzido no colo do útero possui aspecto semelhante à clara de ovo, e esse é um dos sinais de que a mulher está no processo de ovulação. O líquido/muco cervical pode variar de mulher para mulher e geralmente, quando esse líquido se apresenta mais “fino”, é sinal de que a mulher está mais apta à concepção.

Alterações na Temperatura Corporal Basal

Outro importante sinal é o ligeiro declínio da temperatura corporal antes da ovulação, e após ovular, a mulher apresenta aumento acentuado da temperatura.  Estar atenta a este sinal pode ajudar na percepção do momento exato do período fértil.

 Mudança na posição do colo do útero – Este é outro dos sintomas de período fértil que deve ser observado. Quando a mulher está ovulando, o colo do útero se apresentará mais suave, alto, aberto e molhado. A maioria das mulheres demora algum tempo para sentir as mudanças que ocorrem no útero no momento da ovulação.

Outros sinais

O aumento da libido e dores de um dos lados do abdômen que costuma durar por algumas horas, pode ser sintoma do período fértil. Dois ou mais destes sintomas podem indicar que a mulher está ovulando. Em caso de qualquer tipo de sinal anormal emitido pelo corpo, é essencial que a mulher informe a ocorrência ao seu médico de confiança para a devida avaliação e tratamento.

IMPORTANTE: Para a mulher que deseja engravidar, essa pode ser mais uma possibilidade ou mais uma esperança na conquista do sonho da maternidade. O ideal antes de tudo é que exista a certeza de que a saúde está em dia, depois é fundamental que a mulher se dedique a entender o próprio corpo e saiba como funciona.

Vale lembrar que a troca de experiências entre mulheres tentantes é essencial, mas cada caso é particular clinicamente, por isso, é importante que a tentante procure se nortear por aquilo que sabe sobre si e pelo tratamento que já realiza.

Veja Também: Coito Interrompido é Confiável?

Foto: Public Domain Pictures