Pouca Menstruação, e Agora?

Se você tem um ciclo abundante ou mesmo normal, e repentinamente em um ciclo, você se depara com pouca menstruação e uma quantidade mínima de sangue e ás vezes, até mesmo em aspecto diferente. Será que é um problema? Será que a pouca menstruação pode ser sinal de gravidez? Será que vou ficar assim por todos os ciclos? Na verdade, o que determina a quantidade de sangue que sai na menstruação, é a espessura do endométrio. Mas o que é o endométrio?

Endométrio: Camada de sangue formada por aumento de quantidades hormonais naturais do corpo feminino, formado por sangue e apto a receber um óvulo fecundado (zigoto).

A camada endometrial é formada pelo aumento de estrogênio e progesterona em diferentes fases, antes e após a ovulação. Caso este aumento não seja significante naquele ciclo especifico, ou se por acaso os hormônios estejam em uma fase de descontrole, é possível que a menstruação fique menor do que de costume e também com aspecto diferente.

É possível que uma mulher que tenha de costume, um ciclo muito abundante com coágulos, sangue vermelho, se transforme em apenas um fluxo muito baixo, apenas em alguns intervalos e de cor mais clara ou de aspecto marrom. Tudo isso devido à coagulação diferente do sangue do endométrio.

Também é possível que a pouca menstruação aconteça por fatores externos, como por exemplo, o uso de pílula anticoncepcional ou medicamentos que sejam a base de hormônios. Anticoncepcionais injetáveis, anticoncepcionais implantados, DIU hormonal, indutores de ovulação e outros. Mas também é possível que medicamentos fitoterápicos façam esse efeito no organismo. Por exemplo, o uso de Inhame, chá de inhame ou mesmo as cápsulas. Uxi amarelo também pode fazer com que as borras aconteçam. Porém não é regra para todas as usuárias.

O stress e o emocional também podem provocar alterações do ciclo menstrual, tal como o volume e frequência de escapes, esses que podem ser confundido com menstruação. Também é possível que a menstruação seja confundida com o sangramento de ovulação. Esse mais frequente em mulheres com ciclos ovulatórios com presença de folículos grandes e cheios de liquido.

Pouca Menstruação é Sinal de Gravidez?

Nem sempre, aliás, na grande maioria das vezes, a pouca menstruação, ainda que com fluxo muito reduzido, é mesmo menstruação e não gravidez. Por razões citadas acima, a mulher pode ter uma alteração do fluxo e consequentemente vir a pensar em gravidez.

Na verdade, isso acontece porque sempre se ouve falar de uma amiga, irmã ou mesmo conhecida que teve pouca “menstruação” durante a gravidez. No entanto, grávida não menstrua. Ela na verdade tem um sangramento que é exatamente por baixa hormonal, normalmente próximo ao dia que menstruaria realmente, e em algumas vezes por vários meses. Porém na verdade esse sangramento colocaria em risco a gravidez em andamento.

Também existe a possibilidade de nidação. Mas essa deve ser considerada a última possibilidade para não trazer expectativas para a mulher aparentemente apresenta pouca menstruação. É válido lembrar que a nidação é um sangramento com um mínimo de sangue, não tem fluxo nenhum e pode durar cerca de 1 a 3 dias no máximo. Já a pouca menstruação, chega a ter fluxo, mesmo que mínimo, o sangue chega a cair no absorvente ou calcinha fazendo uma mancha com certa relevância. Suspeita de gravidez? Faça um teste!

Se o fluxo continuar baixo, ao contrário do que era antes, então, melhor procurar um medico para verificar o que possa estar acontecendo. Se você toma medicação anticoncepcional é normal a redução para alguns organismos, é possível ter somente menstruação com aspecto borra de café ou somente “pingar” como dizem algumas mulheres. No entanto, mais pelo fato de ter medicação hormonal presente no organismo do que outro fato, porém na dúvida consulte seu médico.

Veja também:  Menstruação com Pedaços de Pele e Agora?

Foto: TM – the crocheteer!