A pressão alta também conhecida como hipertensão é um problema de saúde que vem aumentando gradativamente a cada ano que passa o número de pessoas acometidas. Muitas delas, por se tratar de uma doença silenciosa, nem desconfia que precisa de tratamento e quais os riscos que está correndo. Mas, como saber se tenho se não tem sintomas? E a resposta é, se faz parte do grupo de risco e tem predisposição para ter a doença ou tem uma vida desregrada, sedentária e não segue hábitos saudáveis, fique atento!

O que é Pressão Alta?

A pressão alta é uma doença crônica caracterizada pela elevação dos níveis da pressão sanguínea no corpo. Com esse aumento da pressão, provoca uma sobrecarga na função do coração, prejudicando a função dele de bombear o sangue e distribui-lo adequadamente pelo corpo. A pressão alta é caracterizada quando seus valores de referência (máxima e mínima) ficam iguais ou superiores a 140/90 mmHg (14 X9).

Se não tratado devidamente, a pressão alta provoca graves riscos não só a saúde, mas a vida do paciente. Entre os principais riscos estão: enfarte, acidente vascular cerebral (AVC), aneurisma arterial, insuficiência renal e cardíaca.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Causas da Pressão Alta

Entre as principais causas da pressão alta está o fator hereditariedade, que influência em 90% dos casos dos pacientes hipertensos. Porém, outros fatores recorrentes ao modo de vida que levamos, também afetam a nossa saúde e podem desencadear o quadro da pressão alta. Entre esses fatores estão:

  • Obesidade;
  • Vida stressante;
  • Consumo excessivo de bebida alcoólica;
  • Fumantes;
  • Alimentação com muito sal;
  • Falta de atividade física

Pessoas que sofrem com níveis alterados de colesterol, diabéticos e idosos estão propensos a desencadear a pressão alta também. Pessoas negras também apresentam maiores chances de sofrerem com hipertensão. Portanto, se faz parte do grupo de risco, fique atento e redobre os cuidados para que a doença não venha se manifestar de vez e aí sim, o tratamento e acompanhamento rigoroso ser necessário, além dos riscos graves caso não controle a pressão arterial.

Sintomas da Pressão Alta

A pressão alta é considerada uma doença silenciosa, e seus sintomas costumam aparecer somente quando a pressão está muito elevada e descontrolada. Mas de qualquer forma é necessário ficar atento a qualquer um dos sintomas para identificar e procurar atendimento médico rapidamente. Entre os principais sintomas estão:

  • Forte dor de cabeça;
  • Dor no peito;
  • Tontura;
  • Zumbido no ouvido;
  • Visão embaçada;

Entre os sintomas, a sensação de fraqueza e ocorrência de sangramento nasal podem acontecer. Em caso de surgimento desses sintomas, procure imediatamente um pronto atendimento para verificação da sua pressão arterial. Caso a pressão suba demais, os riscos são fatais.

Prevenção da Pressão Alta – O que Fazer

Se faz parte do grupo de risco, a melhor forma de prevenção é medir a pressão arterial regularmente. Em caso de aumentos fora do normal um cardiologista deve ser consultado para indicar o melhor tratamento. A indicação é que pessoas a partir dos 20 anos de idade verifiquem sua pressão arterial para avaliação medica ao menos 1 vezes ao ano. Se fizer parte do grupo de risco, principalmente tiver familiares que sofrem com hipertensão, essa verificação deve ser feita ao menos 2 vezes ao ano.

Caso diagnosticado o quadro de pressão alta é necessário seguir as instruções medicas, usar o medicamento indicado para controle da pressão arterial e mudar totalmente os hábitos diários, principalmente na alimentação. Após o diagnóstico, é necessário seguir as seguintes orientações:

  • Perder peso / manter o peso ideal;
  • Reduzir a quantidade de sal na alimentação;
  • Praticar atividades físicas;
  • Parar de fumar;
  • Reduzir o consumo de álcool;
  • Ter momentos de lazer;

Em 95% de sucesso do tratamento do paciente com pressão alta está a mudança na alimentação e na prática de atividades físicas. Se não ocorrer essas mudanças de vida, dificilmente só a medicação surtirá efeitos. Na mudança de alimentação, está incluso também a forma de prepara-las, entre elas o uso de condimentos e temperos prontos, incluindo cubos e saches, que tem grande teor de sódio e devem ser cortados do uso na vida de um hipertenso.

Pressão Alta na Gravidez

A pressão alta também pode provocar sérios problemas e muita dor de cabeça em uma fase tão especial da vida de uma mulher, a gestação. Por oferecer sérios riscos a vida da gestante e também ao bebê, vamos destacar os principais cuidados e recomendações, como forma de alerta.

Para uma mulher que já sofre com pressão alta e engravida, é indispensável que seja informado já na primeira consulta de pré-natal ao obstetra. Para que todos os cuidados sejam cercados e instruções sejam dadas para que a gestante tenha uma gravidez tranquila e segura. A alteração de pressão arterial na fase gestacional se encontra na lista de principais causas de mortalidade materna ou internações durante o decorrer da gestação, portanto, todo cuidado é pouco nesse momento.

O tratamento nesses casos deve ser indicado para cada caso de forma diferenciada, por isso é necessário que o obstetra avalie as condições da gestante de forma particular. Exames complementares serão solicitados para acompanhamento para reduzir os riscos de préeclâmpsia e cuidados necessários para esse momento. Quando constatado a pressão alta na gravidez é tratada como um pré-natal de alto risco, por isso merece cuidados especiais.

Tratamento Natural Para Pressão Alta

Para aqueles que desejam dar uma forcinha extra para o tratamento da pressão alta, algumas dicas naturais vão te ajudar bastante! Vale alertar, que nenhuma das opções aqui descritas substituem o uso dos medicamentos prescritos pelo seu médico e só devem ser utilizados como método potencializador do tratamento, já que auxiliam de forma natural manter os níveis da pressão arterial regulados.

Alguns sucos e chás, por suas propriedades que atuam na melhora da circulação sanguínea, antioxidante e até mesmo vasodilatadora oferecem um resultado muito positivo em pacientes hipertensos. O que está no topo da lista dos mais utilizados é o chá de alho, e o suco de mirtilo. Mas o chá de hibisco e as folhas de oliveira também tem tido sua procura aumentada cada dia mais, por sua eficácia.

Converse com seu cardiologista sobre as melhores opções, e o que ele recomendo você utilizar juntamente do medicamento apropriado. Cuidar da sua saúde é essencial para uma vida longa e com qualidade!

Foto: asawin