A hipertensão, também conhecida popularmente como pressão alta, é uma doença crônica que por muito tempo foi associada ao fator idade, por acometer em grande maioria idosos. Mas que vem, crescendo e atingindo de forma gradativa a cada ano que passa mais pessoas de todas as faixas etárias e classes sociais. Considerada uma doença silenciosa, seus sintomas só surgem quando está em estado avançado.

A pressão arterial varia no decorrer do dia, sobe quando estamos fazendo alguma atividade física, agitados ou passando por um momento de estresse e reduzem quando estamos em repouso, relaxando ou dormindo. E é exatamente através dessas alterações que é verificada a existência da pressão alta. Quando constatado que a pressão arterial com a pessoa em repouso está igual ou superior a 14 X 9 (140mmHg X 90 mmHg) é um forte indicativo que esteja acometido da pressão alta (hipertensão).

O que é a Pressão Alta (Hipertensão)?

A pressão arterial que indica se a pressão está alta é a pressão sanguínea nas artérias. Quando elevado os níveis dessa pressão sanguínea, o coração é obrigado a exercer um esforço muito maior que o normal para que o sangue seja distribuído pelo corpo. Com esse aumento de esforço, o paciente sofre graves riscos de sofrer complicações vasculares como o acidente vascular cerebral (AVC), infarto, aneurisma arterial, doença renal crônica e até mesmo complicações na visão.

Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! Conheça minha história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Saiba mais!
Grávida após 4 anos!
"Após 4 anos encontrei a solução e engravidei! No vídeo conto a história e meu segredo." (Alyne, grávida de 4 meses)
Assistir agora!
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo
Dra. Andrea: Engravidar com FamiGel
"Secura vaginal complica a vida de quem quer engravidar. FamiGel resolve esse problema" (Dra. Andrea Gomes - Ginecologista e Obstetra)
Saiba mais no vídeo

Principais Causas da Pressão Alta

No topo da lista das causas da pressão alta (hipertensão) está o fator hereditário, que atinge em torno de 90% dos pacientes. Mas existem outros fatores que desencadeiam a doença e nesses casos, podem ser evitados através da mudança de hábitos, optando por uma vida mais saudável e regrada no dia-a-dia. Entre as principais causas estão:

Além desses fatores de risco, pessoas com níveis alterados de colesterol, diabéticos, idosos e pessoas negras tem maior chance de desencadear a doença. Se faz parte do grupo de risco, redobre os cuidados e faça a verificação da pressão arterial sempre que possível.

Prevenção da Pressão Alta

A melhor forma de prevenção para que a pressão alta não aconteça é adotar hábitos saudáveis para sua vida. A alimentação menos gordurosa, com menos sal em seu preparo e sempre optando por verduras, legumes e alimentos naturais. Evitar o consumo de refrigerantes, enlatados, embutidos e fast food. A prática de exercício físico também é recomendada para auxiliar no controle do peso e também para atuar no melhor funcionamento do organismo. Tenha um tempo de lazer durante a semana e evite viver uma vida estressante!

Sintomas da Pressão Alta

Os sintomas da pressão alta só costumam aparecer quando já está agravado, portanto não aguarde para procurar atendimento medico. O ideal é que todas as pessoas façam a verificação da pressão arterial ao menos 1x ao ano, em consulta medica. Em caso de pessoas que fazem parte do grupo de risco, ao menos 2x ao ano. Essa é a melhor forma de descobrir quando a doença ainda está se iniciando, para conseguir controla-la através de tratamento. Quando a pressão sobe muito, o paciente pode sentir:

  • Fortes dores de cabeça;
  • Dores no peito;
  • Tonturas;
  • Zumbido no ouvido;
  • Fraqueza;
  • Visão embaçada

Esses são sintomas evidentes que a pressão está elevada, mas podem ser confundidos com outros problemas de saúde, portanto, ao procurar um pronto atendimento imediatamente será verificado a pressão arterial para confirmação.

Tratamento da Pressão Alta

Infelizmente a pressão alta não tem cura, mas é possível através de tratamentos indicados pelo cardiologista de controla-la e o paciente ter uma vida normal. No caso da hipertensão considerada leve, que tem a pressão mínima entre 9 e 10 nas medições é tentando a princípio o tratamento sem medicamento, somente através de mudanças de hábitos que influenciam muito no quadro. Mudar a alimentação, praticar atividade física, reduzir o consumo de sal e de bebidas alcoólicas e manter uma vida mais tranquila, evitando o estresse. Reduzir o peso também é uma das solicitações medicas, que faz um grande diferencial no tratamento.

Caso não seja observado resultados positivos através das mudanças de hábitos, o uso de medicamentos vasodilatadores é necessário, o que provoca o controle dos níveis da pressão arterial. Alguns medicamentos são diuréticos e fazem com que a pessoa em tratamento através da urina elimina água e sal, o que ajuda a reduzir a pressão dos vasos sanguíneos. Já outros mais modernos, não provocam efeitos colaterais e conseguem agir de forma ativa no controle da pressão. Mas mesmo através do uso de medicamentos apropriados, as mudanças de hábitos são necessárias, para se obter o resultado esperado do tratamento.

Na alimentação, adote uma alimentação com baixo teor de sal e fuja dos temperos prontos, como caldo de galinha e temperos de sache. Embutidos, processados e enlatados possuem grande teor de gordura e sódio, portanto é um veneno para a saúde de todos e principalmente para hipertensos. Opte por uma alimentação rica em cereais integrais, frutas e vegetais principalmente os de folhas escuras.

Abandone vícios, como do cigarro e de bebidas alcoólicas. Escolha um esporte ou alguma atividade física que lhe dê prazer e faça ao menos 2x por semana. Técnicas de relaxamento e até a própria psicoterapia podem auxiliar no controle do estresse. Use o medicamento da forma descrita por seu médico e não interrompa e nem reduza a dosagem sem orientação do seu cardiologista. O uso indevido dos medicamentos pode provocar complicações também, além de permitir que a pressão se altere trazendo danos à saúde.

IMPORTANTE: O SUS (Sistema Único de Saúde) oferece de forma gratuita alguns medicamentos para tratamento da pressão alta. Podem ser retirados nas farmácias das UBS ou em farmácias Populares, através da apresentação da receita medica dentro da validade (120 dias) e documento com foto.

Pressão Alta e Fertilidade

Para os casais jovens e homens que ainda desejam ter filhos e possuem pressão alta ou fazem parte do grupo de risco da doença, fiquem atentos! A pressão alta quando não tratada pode causar graves complicações ao paciente, entre elas, a infertilidade masculina. Após a complicação alojada, não é reversível após tratamento.

Para as mulheres, a pressão alta também é prejudicial quando o assunto é engravidar. Inclusive, mulheres hipertensas apresentam riscos na gestação e por isso merecem um cuidado redobrado no pré-natal. É essencial que seja informado já na primeira consulta, para que o obstetra dê um acompanhamento especifico e cauteloso a gestante, evitando assim riscos de complicações.

Aproveitando o espaço e o assunto, quero contar uma novidade para nossas leitoras. Em parceria com a empresa Famivita, desenvolvemos uma linha de produtos especializados para a saúde e fertilidade. Entre eles temos vitaminas da fertilidade da mulher FamiFerti, vitamina para fertilidade do homem ViriFerti, testes de ovulação e o gel lubrificante amigo da fertilidade FamiGel, que faz o papel do muco, aumentando a mobilidade dos espermatozoides além de aumentar o prazer. Você pode encontrar cada um desses produtos aqui em nossa loja virtual.
Foto: Mohamed Hassan